menu
Partilhar

Ansiedade e dor de cabeça: relação e como aliviá-las

 
Por Equipe editorial. 12 outubro 2021
Ansiedade e dor de cabeça: relação e como aliviá-las

Você sabia que há uma forte relação entre a ansiedade e a dor de cabeça? Ambas são sensações desagradáveis que experimentamos ao passar por alguma situação que nos provoca tensão, medo ou preocupação.

Como a ansiedade afeta a cabeça? Como são as cefaleias por ansiedade? Qual parte da cabeça dói devido à ansiedade? Responderemos a estas e outras perguntas neste artigo de Psicologia-Online. Continue lendo para entender melhor a relação entre ansiedade e dor de cabeça e como aliviá-las.

Ansiedade pode dar dor de cabeça?

Sim, a ansiedade pode provocar muitos sintomas, entre eles, a dor de cabeça, que é bastante comum. A ansiedade pode provocar algumas alterações físicas em nosso corpo, como, por exemplo, uma sensação de pressão na cabeça.

Além da pressão na cabeça, a ansiedade pode provocar outros sintomas, como mal-estar, suar frio, falta de ar, aumento dos batimentos cardíacos e outros sintomas desagradáveis.

Por que a ansiedade dá dor de cabeça?

Ansiedade pode dar dor de cabeça? A cabeça é uma das partes do corpo mais sensíveis e afetadas pela ansiedade, devido a sua grande quantidade de músculos e nervos. Frequentemente, passar muito tempo com tensão nestas fibras musculares pode desencadear dores de cabeça chamadas cefaleias tensionais.

Quando um indivíduo fica ansioso, as fibras musculares recebem uma estimulação do sistema nervoso que mantém essas fibras tensas, dessa maneira, a ansiedade é responsável por produzir uma quantidade considerável de tensão no corpo. Essa sensação pode ocorrer porque a ansiedade faz com que os músculos do corpo se estirem e provoquem o aumento do hormônio cortisol.

O cortisol é conhecido como o hormônio do estresse, já que nosso corpo o ativa em situações de luta, fuga e tensão. Quando um indivíduo sofre uma situação de estresse, o cortisol se encarrega de preparar o corpo para uma resposta de fuga. Essa resposta ao estresse a longo prazo aumenta os riscos de padecer de alguns problemas de saúde.

Veja no nosso outro artigo sobre ansiedade ao acordar: por que e como controlá-la.

Como é a dor de cabeça por ansiedade?

A cefaleia tensional por ansiedade se origina pelo excesso de tensão muscular. Se caracteriza por ser uma dor em toda a cabeça e que se estende pelo pescoço e ombros. A tensão muscular pode ser responsável, inclusive, por ocasionar contraturas e nódulos. Os músculos do pescoço, da cabeça e até mesmo os dos olhos se tensionam devido a uma situação de estresse e em resposta a isso surge as dores de cabeça.

A cefaleia tensional é uma dor típica de indivíduos que estão expostos a situações de estresse ou pessoas que se preocupam muito por tudo e não conseguem deixar de pensar. Estas pessoas acumulam tensão ao longo do dia e como resultado aparecem estas dores de cabeça.

Portanto, entende-se que a cefaleia tensional tem a ver com uma tensão emocional somatizada nessa dor de cabeça.

Quanto tempo dura a dor de cabeça por ansiedade?

Mesmo que as situações que causem estresse ao indivíduo sejam reduzidas, as cefaleias apresentam resistência a desaparecer, por isso, uma maneira de solucioná-la é procurar um trabalho multidisciplinar de psicólogos, psiquiatras e fisioterapeutas.

A cefaleia tensional é perigosa?

É importante mencionar que a cefaleia tensional não é grave, ao contrário da enxaqueca que causa ao indivíduo pouca ou nenhuma tolerância à luz, aos sons ou odores, vômito ou náuseas.

Por outro lado, uma dor de cabeça deve receber mais atenção quando é repentina e intensa, quando causa rigidez no pescoço, quando é acompanhada de febre e quando causa desorientação e dificuldade de falar no indivíduo.

Como acalmar a ansiedade e a dor de cabeça?

Atualmente, a rotina de grande parte das pessoas está cheia de preocupações, obrigações e, com isso, o estresse surge. Como consequência do estresse ou até mesmo de situações que geram medo, preocupação e outros sintomas particulares de cada indivíduo, a ansiedade aparece. Por isso, é importante tomar medidas que contribuam à redução do estresse e da ansiedade.

Como acalmar a ansiedade

Como diminuir a dor de cabeça

  • Fechar os olhos
  • Massagear as partes laterais da cabeça
  • Tomar um banho quente
  • Dormir horas suficientes
  • Receber uma massagem (incluindo as áreas tensionais: pescoço e ombros)
  • Beber água
  • Aprender estratégias que reduzam a ansiedade
  • Alimentar-se com comidas de qualidade (que contenham vitaminas)

Lembre-se que é impossível evitar o estresse todos os dias, mas com algumas mudanças de atitude é possível melhorar a maneira de lidar com as adversidades.

As sensações causadas pela ansiedade muitas vezes prejudicam o dia a dia, resultando em dificuldades para conduzir a própria vida. Por isso, é interessante fazer uma autoavaliação sobre a necessidade de consultar com um psiquiatra para a prescrição de um ansiolítico. Bem como entender e reconhecer a importância de ir a um psicólogo com o objetivo de melhorar os sintomas e causas da ansiedade.

A seguir, você encontrará um vídeo para acalmar a ansiedade.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Ansiedade e dor de cabeça: relação e como aliviá-las, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE PSIQUIATRIA. (2014). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. Porto Alegre: Artmed.
  • JENSEN, R.H. (2018). Tension-type headache – the normal and most prevalent headache. Headache; 58(2): pp. 339 – 345.
  • MAYO CLINIC. (2021). Dolor de cabeza: disminuye el estrés para prevenir el dolor. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/tension-headache/in-depth/headaches/art-20046707> Acesso em: 05 de outubro de 2021.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Ansiedade e dor de cabeça: relação e como aliviá-las
Ansiedade e dor de cabeça: relação e como aliviá-las

Voltar ao topo da página