menu
Partilhar

Como estimular o nervo vago

 
Por Alejandro Garcia Mingrone. 20 julho 2022
Como estimular o nervo vago

O corpo é um dos principais centros de interesse do estudo do ser humano. Com o passar dos anos, o avanço da medicina produziu métodos cada vez mais sofisticados para abordar o funcionamento complexo e minucioso de cada órgão que faz parte do corpo humano.

Sabemos que cada área corporal tem uma determinada função para garantir que as pessoas possam realizar diversas ações de um modo efetivo. Objetivamente, o nervo vago está conectado com vários órgãos do corpo e permite que o ser humano execute funções vitais, tais como respirar ou comer, entre outras. Se esta parte do corpo não funcionar corretamente, isto pode repercutir no desenvolvimento da vida cotidiana da pessoa. Neste artigo de Psicologia-Online, te daremos informações sobre como estimular o nervo vago.

Função do nervo vago

O nervo vago é o nervo mais longo do corpo, conecta o cérebro com vários órgãos e seu funcionamento é fundamental para relaxar o organismo. Objetivamente, o nervo vago se encontra dentro do sistema nervoso parassimpático, o qual se estende desde o tronco encefálico, situado à altura das orelhas, até as áreas que compreendem o peito e o abdômen.

Sendo assim, por um lado, o nervo vago conecta o cérebro com os pulmões, o coração, o fígado, o baço, o estômago, os rins, o pâncreas e os intestinos. Em função destas circunstâncias, este nervo influencia no funcionamento dos órgãos recém mencionados.

Por outro lado, o nervo vago se ativa mediante sinais elétricos que são enviadas ao cérebro. Tais sinais permitem que o corpo possa se preparar para descansar. O sistema nervoso parassimpático, ao qual pertence o nervo vago, se encarrega de relaxar os músculos e órgãos.

Sintomas de mal funcionamento do nervo vago

O funcionamento do nervo vago pode ser afetado e sofrer alterações, o que implica na aparição de mal-estares físicos e psicológicos. Neste tópico, te mostraremos os principais sintomas de mal funcionamento do nervo vago:

  • Ansiedade.
  • Depressão.
  • Doenças neurológicas.
  • Dificuldades respiratórias.
  • Dores de cabeça intensas.
  • Comportamentos autoagressivos.
  • Fadiga constante.
  • Aumento de peso.
  • Doenças gastrointestinais.
  • Dificuldade para engolir.
  • Variações no tom de voz.
  • Aumento da frequência cardíaca.
  • Constipação.

A presença de algum destes sintomas não implica necessariamente que estejamos diante de uma disfunção do nervo vago. Diante disto, é imprescindível que o diagnóstico seja feito por um profissional de saúde que elabore um tratamento adequado em função das características de cada pessoa. Diante da presença de algum destes sintomas, é importante ir a um centro de saúde especializado para avaliar as condições clínicas persistentes.

Como estimular o nervo vago - Sintomas de mal funcionamento do nervo vago

Como estimular o nervo vago

Na hora de estimular o nervo vago, é importante saber onde fazê-lo e o que estimula este nervo. A transcendência deste tópico reside em destacar os benefícios de estimular o nervo vago naturalmente para o organismo e como fazê-lo. Te contaremos a seguir:

  • Rir: o estado de humor tem uma grande influência no funcionamento do nervo vago. Em algumas circunstâncias, este pode ser afetado devido a determinadas situações sociais. Neste sentido, rir produz um relaxamento no sistema nervoso que incide de forma positiva na ativação do nervo vago.
  • Meditação: as técnicas e relaxamento, tanto do corpo como da mente, possibilitam que o nervo vago possa funcionar corretamente. Por isso, atividades como a meditação ou o mindfulness provocam efeitos positivos na saúde da pessoa.
  • Atividades de ócio: além dos gostos pessoais, realizar atividades lúdicas fora da rotina cotidiana permitem que o sistema nervoso relaxe. Por tais circunstâncias, uma seleção adequada de atividades recreativas permite estimular o nervo vago de forma natural. Como exemplo, é possível mencionar o canto ou o teatro, entre outros.
  • Alimentação saudável: como vimos no tópico anterior, os sintomas de distúrbios do nervo vago são visíveis no corpo devido ao fato de que a falta de estimulação provoca graves consequências no organismo. Por isso, manter uma alimentação equilibrada e balanceada estimula o nervo vago a funcionar de forma adequada.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como estimular o nervo vago, recomendamos que entre na nossa categoria de Neuropsicologia.

Bibliografia
  • Piñeiro, D. (2012). La estimulación del nervio vago aumenta el tamaño de miocardio en un modelo experimental: ¿paradoja u oportunidad? Revista Argentina de Cardiología, 80 (1), 1-3.
  • Torres-Carranza, E., Infante-Cossio, P., García-Perla, A., Belmonte, R., Menéndez, J., Gutiérrez-Pérez, J.L. (2006). Revista Neurocirugía, 17 (6), 255-260.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Como estimular o nervo vago
1 de 2
Como estimular o nervo vago

Voltar ao topo da página