Emoções

Como lidar com a culpa

 
Francielle Bechtold
Por Francielle Bechtold. 15 junho 2022
Como lidar com a culpa

A culpa é um sentimento social, ou seja, sentimos culpa pelo outro, ou por nós mesmos. A culpa também pode estar diretamente ligada a forma como fomos criados, nossa cultura familiar e social.

De modo geral, a culpa é muito utilizada em sua vertente negativa, porém, assim como a ansiedade, ela também tem uma vertente que pode ser positiva quando bem utilizada. No entanto, em nosso dia a dia costumamos ouvir com frequência pessoas querendo saber como parar de se sentir culpado, como parar de se culpar, ou como se livrar do sentimento de culpa.

No artigo de hoje aqui de Psicologia-Online, você vai descobrir como lidar com a culpa, e isso engloba todo o processo de entendimento do que é esse sentimento de culpa, porque ele se manifesta comumente de forma negativa, e claro, como se livrar da culpa quando os seus resultados são apenas negativos.

Também lhe pode interessar: Como lidar com a rejeição

Índice

  1. O que é a culpa
  2. Exemplos de sentimento de culpa
  3. Como se livrar do sentimento de culpa
  4. A vida após parar de se culpar

O que é a culpa

É comum nos sentirmos culpados com muita frequência, talvez esse até seja um sentimento diário em nossas vidas. Porém, sentir culpa pode nos levar essencialmente a dois grandes estágios, que geram grande impacto em nossas vidas. São eles:

  • Desapontamento: ou seja, é quando nos sentimos culpados a ponto de nos sentirmos desapontados conosco. É quando entendemos aquele sentimento como um fracasso e, nesses casos, buscamos formas de como se livrar do sentimento de culpa, afinal, ele nos causa angústia e remete a sentimentos ruins.
  • Comprometimento: nestes casos a culpa aparece inicialmente em seu estado tradicional, que é nos causando algum incômodo. Porém, ao sentir um leve desconforto, conseguimos refletir sobre esse sentimento, sobre a situação que o gerou e, assim, podemos encontrar formas de nos comprometer com o outro, ou conosco, a fim de, em uma próxima oportunidade, agir diferente.

Portanto, a culpa tanto pode ser um sentimento negativo, do qual buscamos maneiras de nos livrar, como também pode ser promotora de mudanças comportamentais. Em todos os casos, é no âmbito social que ela acontece. Vamos a seguir ver alguns exemplos.

Exemplos de sentimento de culpa

Como vimos, a culpa faz parte do nosso dia a dia, por isso é importante saber identificar e trabalhar os sinais e sintomas relacionados à culpa.

Em um primeiro exemplo, podemos nos sentir culpados de forma negativa ao pisar na pata de um cachorro, brigar injustamente com nossos filhos por estarmos estressados por outro motivo, por descontar em nosso parceiro(a) o nosso estresse do trabalho ou, ainda, podemos desejar parar de se sentir culpados por não termos conseguido realizar todas as tarefas propostas para o dia ou para a semana.

Em alguns destes casos é possível mudarmos nosso comportamento para deixarmos de sentir esse sentimento de culpa, no entanto, outros casos foram apenas acidentais, como pisar na pata do cachorro. Ou seja, aqui a única coisa a ser feita é entender que o sentimento de culpa não está nos agregando valor nenhum, portanto, devemos deixar ir.

Por outro lado, quando deixamos de ir a algum evento com nossos amigos ou parceiro amoroso, podemos nos sentir culpados por isso. Isso porque, a nossa ausência pode despertar sentimentos negativos no outro, que é o que nos gerará o sentimento de culpa.

Nestes casos a culpa poderá agir como promotora de mudança comportamental, uma vez que, para saber como para de se culpar, você passará a assumir um compromisso de na próxima oportunidade, acompanhar a outra pessoa. Ou poderá entender que o motivo pelo qual não compareceu era importante para você (como estar muito cansado/a após uma semana intensa) e você não deve se sentir culpado/a por se respeitar.

Como se livrar do sentimento de culpa

Tal como nos casos de ansiedade, é importante saber manejar os seus sintomas, dessa forma, podemos utilizá-los de forma mais saudável. Com a culpa funciona da mesma forma, como vimos nos exemplos acima.

No entanto, existem ainda algumas outras formas de aprender como lidar com o sentimento de culpa, uma vez que esse é um ato social, e somos seres sociais, não temos como fugir de nos sentirmos culpados vez ou outra. Porém, podemos descobrir respostas emocionais e comportamentais mais apropriadas.

Ao nos depararmos com uma situação em que nos sentimos culpados, devemos aproveitar esse momento de consciência para fazer alguns questionamentos:

  • O que consigo aprender com esse sentimentos de culpa?
  • Como resolver essa situação?
  • Como posso usar esse sentimento a meu favor?

Além disso, também é importante refletir sobre a necessidade de se desculpar pelo ocorrido, sobre qual caminho tomar, e também, sobre como se livrar do sentimento de culpa quando ele não tiver nada de bom para agregar.

Em casos onde a culpa não pode agregar nenhum aprendizado, nem mudança positiva de comportamento, devemos buscar técnicas de relaxamento que possam nos ajudar a lidar com o sentimento. Uma técnica muito utilizada é o relaxamento progressivo.

A vida após parar de se culpar

É absolutamente normal querermos nos livrar de tudo aquilo que nos faz mal, especialmente aquilo que nos faz sentir desapontados conosco. Ainda assim é importante buscarmos formas de aprender com tudo o que nos acontece.

Como vimos lá no início, a culpa pode fazer parte de uma cultura familiar e social, portanto, devemos buscar formas de identificar esses padrões para podermos alterá-los. Ou seja, se você consegue observar que os seus pais sempre usaram o sentimento de culpa para fazer você cumprir com o esperado, você pode quebrar esse padrão e não fazer a mesma prática com seus filhos.

Para sermos mais claros: os seus pais podiam usar a seguinte frase "vá estudar, não queremos que você tire notas baixas". Ao ouvir essa frase você entende que, se tirar uma nota baixa se sentirá culpado por desapontar os seus pais.

Esse é um padrão que funciona no meio familiar e social, mas na grande maioria das vezes, serve para evitar o negativo, o desapontamento. Poucas são as vezes que uma frase que gera sentimento de culpa é utilizada como estimulante, como forma de promover a mudança comportamental positiva.

Agora que você já conhece os padrões comportamentais e sentimentais por trás da culpa, observe no seu dia a dia como ela está sendo utilizada e busque quebrar padrões se for preciso. Assim você aprenderá como parar de se culpar e poderá viver uma vida mais leve.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como lidar com a culpa, recomendamos que entre na nossa categoria de Emoções.

Bibliografia
  • Zyta Rudzka. 2018. Não consigo superar o sentimento de culpa. Ateleia. Disponível em: <https://pt.aleteia.org/2018/06/03/nao-consigo-superar-o-sentimento-de-culpa-o-que-fazer/> Acesso em 24 de maio de 2022.
  • Hélio José Guilhardi. Análise Comportamental do Sentimento de Culpa. ITCR. Disponível em: <http://www.intranetibac.com.br/download/texto_ibac/analise/culpa_guilhardi.pdf> Acesso em 24 de maio de 2022.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Como lidar com a culpa