menu
Partilhar

Como lidar com a rejeição

 
Por Francielle Bechtold. 9 maio 2022
Como lidar com a rejeição

Por mais desagradável que seja passar por uma situação de rejeição, elas eventualmente vão ocorrer. Todos nós vamos passar por uma rejeição ao longo da vida e isso é inevitável. Pode ser uma rejeição amorosa, no ambiente de trabalho, familiar ou social, portanto, é fundamental que saibamos como lidar com essas situações.

Comumente as pessoas assumem a culpa pela rejeição, ou seja, acreditam que foram rejeitadas porque algo nelas não está bom, não é suficiente, ou não tem valor. Levar a rejeição para o lado pessoal quase sempre é o primeiro caminho recorrido, no entanto, ele não é o único fim. Uma rejeição pode ocorrer por diversos fatores, mas vale ressaltar que, isso não significa que a culpa é sua!

No artigo de hoje de Psicologia-Online nós vamos falar sobre como lidar com a rejeição, incluindo como lidar com a rejeição amorosa, como lidar com a rejeição no trabalho e, especialmente, como lidar com a rejeição familiar.

Também lhe pode interessar: Como lidar com a tristeza

Sentimento de rejeição

Ao sermos rejeitados quase que automaticamente assumimos a culpa por aquela rejeição. Raras são as vezes em que identificamos que a outra pessoa pode estar passando por um dia ou uma fase ruim, que aquelas palavras não refletem verdadeiramente quem somos, ou qualquer outra justificativa que não seja nos culpar.

Todos os seres humanos têm uma necessidade natural de serem aceitos, nós crescemos aprendendo a pertencer a algum grupo, tentando nos encaixar em padrões sociais, culturais, de trabalho e assim por diante. Portanto, desde criança desenvolvemos essa busca por pertencimento, e seguimos nesse caminho por toda a nossa vida.

Eventualmente não vamos nos encaixar em um determinado grupo, e aí acontece uma rejeição. Assim como podemos encerrar um ciclo amoroso ou de trabalho e identificar uma rejeição nestes atos. Além disso, há uma forma de rejeição que pode ser especialmente prejudicial, que é a rejeição familiar. Ao longo deste artigo vamos descobrir formas de como lidar com a rejeição familiar, amorosa, de trabalho e social.

O que deve sempre acontecer quando há uma rejeição é pararmos para refletir, entender os componentes dessa rejeição, e fazer um trabalho de introspecção, identificando se há algo que podemos mudar ou melhorar, mas sem nos autodepreciarmos, sem sermos agressivos conosco.

Sentimento de rejeição: psicanálise

Os sentimentos por trás da rejeição são similares aos sentimentos de dores físicas, uma vez que, para o nosso cérebro, a rejeição e a dor são a mesma coisa. Assim, nos sentimos decepcionados, frustrados, inseguros, por vezes infelizes, incertos, além de podermos sentir palpitações, dores físicas em geral, e somatizar diversos outros sentimentos.

A auto depreciação é o caminho seguido pela maioria das pessoas ao sofrer uma rejeição, e isso pode provocar baixa autoestima, dificuldade de adaptação e socialização, crenças limitantes e, ainda, desenvolver problemas psicológicos.

Tipos de rejeição

Existem diversos tipos de rejeição que estamos sujeitos a sofrer ao longo da vida, no entanto, alguns apresentam mais impacto que outros. Estes impactos também podem variar de acordo com o momento que estamos vivendo em nossas vidas. Portanto, vamos conhecer mais a fundo alguns tipos de rejeição.

  • Autorrejeição: é a rejeição interna, ou seja, ocorre especialmente quando não estamos felizes conosco, funciona como uma autossabotagem. O medo da rejeição faz com que a pessoa nem se permita tentar, e assim, acaba perdendo muitas oportunidades em todos os ramos da vida.
  • Rejeição familiar: esta é talvez, a rejeição mais difícil de lidar. Quando somos crianças dependemos dos nossos pais ou cuidadores para que possamos crescer e nos desenvolver de forma apropriada, e isso impacta diretamente na forma como vamos agir quando adultos perante as dificuldades da vida. Portanto, uma criança que foi negligenciada de amor e cuidados, poderá crescer acreditando que não é capaz, e sempre se culpar por tudo aquilo que acontece. Especialmente nestes casos, para saber como lidar com a rejeição familiar, é fundamental trabalhar essas questões em um processo psicoterapêutico a fim de ressignificar essas crenças limitantes.
  • Rejeição de amigos ou social: crescemos aprendendo que precisamos pertencer a algum grupo social. Esta característica tem presença marcante especialmente nos adolescentes, e deve ser tratada com atenção. Isso porque, saber como lidar com a rejeição social pode evitar o desenvolvimento de transtornos psicológicos ou de comportamentos inadequados, como por exemplo, comportamentos suicidas.
  • Rejeição amorosa: ao longo da nossa vida podemos vivenciar alguns relacionamentos amorosos, no entanto, não estamos livres de viver uma rejeição amorosa. Dessa forma, saber como lidar com a rejeição amorosa faz com que você desenvolva hábitos de relacionamento mais saudáveis, aprenda a conversar e entender o ponto de vista do outro, para permitir que você construa bases mais sólidas que vão te sustentar em casos de rompimento dessa relação.
  • Rejeição profissional: esse tipo de rejeição pode ocorrer por diferentes fatores, como por exemplo, pela falta de resposta a uma candidatura, por não ser aprovado em um processo seletivo, ou pela falta de reconhecimento profissional caso você já tenha um emprego. Saber como lidar com a rejeição profissional pode ser, inclusive, um aspecto fundamental para a sua recolocação ou crescimento profissional, uma vez que você aprende como lidar com a negativa, e procura se desenvolver cada vez mais nos aspectos necessários.

Como lidar com a rejeição

Todos nós possuímos medo da rejeição, uma vez que sabemos todos os sentimentos que uma rejeição pode causar. Portanto, é essencial sabermos como lidar com a rejeição, seja ela no âmbito familiar, social, de trabalho ou amoroso.

É fato que ninguém quer experenciar uma rejeição, mas isso é inevitável a todos nós, afinal, é impossível agradarmos a todos. Portanto, saber como lidar com a rejeição familiar é fundamental para que possamos crescer e nos desenvolver de forma adequada, para isso, é preciso entender que, a negligência parental não é culpa nossa e através da terapia podemos trabalhar para que crenças limitantes que foram instauradas, sejam removidas.

Saber como lidar com a rejeição amorosa, por exemplo, nos faz construir bases de relacionamento mais saudáveis, e inclusive, nos permite ter mais discernimento e não aceitarmos viver em relacionamentos abusivos. Por outro lado, saber como lidar com a rejeição profissional pode ser importante para estimularmos nosso contínuo processo de crescimento e desenvolvimento profissional.

Para todos os tipos de rejeição, podemos adotar algumas práticas simples que podem fazer toda a diferença:

  • Autorreflexão: é buscar autoconhecimento, é conseguir pensar sobre a rejeição sem culpa;
  • Diálogo: sempre que se sentir rejeitado, procure conversar e entender quais os seus sentimentos e as motivações do outro;
  • Aceitação: apenas aceite que não é possível agradar todo mundo, e isso não diminui o seu valor;
  • Siga em frente: saiba avaliar a situação de rejeição, mudar algo se for preciso, tentar solucionar qualquer questão pendente e aceite a vida como ela é. O próximo passo é simples: apenas siga em frente, não guarde sentimentos dessa rejeição dentro de você.

Seja qual for o caso, se você estiver passando por dificuldades diante de alguma rejeição, procure ajuda profissional, é essencial trabalhar seus sentimentos para ter mais qualidade de vida, saúde mental, e poder se desenvolver continuamente.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como lidar com a rejeição, recomendamos que entre na nossa categoria de Emoções.

Bibliografia
  • Mágia Pessoa de Andrade Marinho, et.al. Rejeição e Baixa autoestima: agravantes dos conflitos geracionais na modalidade EJA. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf3/tcc_rejeicao.pdf> Acesso em: 05 de maio de 2022.
  • Jack Kelly (2020). 8 maneiras de lidar com a rejeição: Forbes. Disponível em: <https://forbes.com.br/carreira/2020/10/8-maneiras-de-lidar-com-a-rejeicao/> Acesso em: 05 de maio de 2022

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Como lidar com a rejeição
Como lidar com a rejeição

Voltar ao topo da página