Partilhar

Como não se sentir inferior aos outros

 
Por Equipe editorial. 30 junho 2020
Como não se sentir inferior aos outros

Um dos sintomas mais evidentes de que estamos passando por um período de vulnerabilidade em nossa autoestima é que nos comparamos com os outros frequentemente. Além disso, a comparação tende a ter um prisma negativo e a pessoa se posiciona em um papel de inferioridade. Com esta atitude, a pessoa se sente menos importante que os outros em uma entrevista de emprego, em uma prova ou nas relações pessoais, causando muita dor.

Esta tendência à comparação adquiriu uma nova perspectiva no contexto atual, devido à exposição constante das redes sociais. Se alguma vez você já se perguntou "Como não se sentir inferior aos outros?", neste artigo de Psicologia-Online vamos fazer algumas observações para te ajudar.

Também lhe pode interessar: O que fazer quando se está triste e sozinho

5 sinais que indicam que você se sente inferior aos outros

Antes de entender porque você se sente inferior aos outros, é importante avaliar se, realmente, esta é a sua situação. Abaixo destacamos alguns dos sinais mais comuns de que, de fato, você se sente inferior:

  1. Pessimismo e negatividade. Sua primeira atitude diante de muitos dos seus projetos é ficar pessimista, e tem pensamentos negativos que se repetem, como: "Não vou conseguir". Ou seja, antes de você ver como as coisas evoluem, você assume o pior, e ao mesmo tempo acredita que os outros terão mais sorte e os atribui qualidades de perfeição. O que acontece nesse caso, é que começar com este peso da negatividade, faz com que você carregue esta desconfiança ao longo do processo, até o fim.
  2. Exagerar as dificuldades e não reconhecer os próprios pontos fortes. A sua atenção está sempre focada nos obstáculos, ao invés de seu potencial pessoal. De forma geral, você considera que tem pouca sorte porque atribui um grande poder aos outros. Você mede o seu valor próprio em função dos outros, e isto produz uma grande instabilidade, porque a base do seu bem-estar e crescimento está em você.
  3. Você se sente na sombra de alguém. Ou seja, sente que há alguém que te bloqueia por algum motivo. E este pensamento gera um grande desgaste interno, pois quando está sozinho, seu diálogo mental gira em torno dessa questão.
  4. Inveja. Esta é uma manifestação comum em pessoas que possuem a tendência de se comparar com os outros, e enxergam o sucesso alheio como uma lembrança das próprias fraquezas. A pessoa sente tristeza pelo que o outro possui e lembra daquilo que sente falta. A inveja transcende o plano material já que, por exemplo, uma pessoa que se sente inferior, pode sentir ciúmes do carisma de outra.
  5. Preocupa-se muito em agradar os outros. A pessoa que se sente inferior e coloca os outros em uma posição de superioridade, procura se afirmar através da aprovação externa.
Como não se sentir inferior aos outros - 5 sinais que indicam que você se sente inferior aos outros

5 causas pelas quais você se sente inferior aos outros

Vamos analisar de forma cuidadosa porque você se sente inferior aos outros. Aqui revelamos a você algumas das causas mais comuns, que podem fazer com que este sentimento apareça.

Segundo plano

Ter se sentido em uma posição secundária em um aspecto importante da vida, como no grupo de amigos. Por exemplo, quando as pessoas do seu entorno não levam em conta a sua opinião, e sempre escutam mais os líderes e pessoas mais protagonistas do que você, então você pode chegar a uma conclusão negativa sobre o quão interessante você é.

Esta situação também pode surgir no âmbito profissional quando, por exemplo, um trabalhador, por mais que se esforce, não recebe reconhecimento por parte do chefe, mas observa que seus companheiros são elogiados e motivados por ele. O entorno do qual fazemos parte nos envia mensagens continuamente, portanto, é importante caso você se encontre em uma situação parecida, não deixar que esta condição social afete seu próprio estado de ânimo.

Pressão

Você está pressionado em um momento importante. Por exemplo, há algum tempo você dedica grande parte de sua energia ao trabalho e sobra pouca para seu tempo livre. Seu nível de descanso também não é adequado. Existe alguma meta em sua vida, para a qual você tem se preparado e a data está chegando, gerando uma pressão intensa em você, porque depositou muitas expectativas neste resultado.

Por exemplo, um exame de Doutorado. Este sentimento de inferioridade neste tipo de circunstância geralmente está vinculado ao medo de que algo dê errado durante a prova, o cansaço acumulado que gera estresse (e afeta a saúde mental), assim como o perfeccionismo.

Lembranças do passado

Por exemplo, os outros te avaliaram negativamente durante a fase da faculdade. Este é um momento especialmente significativo no desenvolvimento da fase adulta, e as impressões deste período podem se traduzir em uma ideia de falta de valor próprio.

Dificuldades acadêmicas ou profissionais

Na sociedade atual, a identidade pessoal, em muitos casos, se confunde com o próprio status profissional. Partindo desta perspectiva, ficar desempregado por um período grande, pode afetar a pessoa, a ponto dela se sentir inferior ao outros, porque o trabalho está conectado com muitas coisas. Por exemplo, a integração social, o estilo de vida e a ocupação do tempo.

Uma experiência traumática

Ter sido tratado de forma injusta em uma relação próxima e íntima. Por exemplo, um relacionamento amoroso marcado por comentários de sarcasmo e ironia constantes, que faz com que a pessoa que os ouve, se sinta ridicularizada por parte da pessoa que supostamente a ama. Esta contradição de um amor que não se manifesta como tal, produz uma mensagem distorcida para a autoestima.

Neste outro artigo mostramos os sintomas e o tratamento do complexo de inferioridade em crianças, para que você saiba como superar esta situação.

Como não se sentir inferior aos outros

  • Encontre seus pontos fortes. O que você gosta de fazer? Em que atividade se destaca? É importante que você dedique tempo aos desafios que você se sente preparado para realizar, desta forma, ao observar os resultados positivos, você se dará conta de sua própria capacidade. Por exemplo, se você é encantado pela escrita, estabeleça atividades em torno deste objetivo, como participar de uma oficina literária ou criar um blog para compartilhar o que você escreve.
  • Decida viver seu presente sem fazer comparações constantes com o passado. A partir de agora, você pode estabelecer novas relações pessoais. Procure se aproximar das pessoas que fazem você se sentir bem, pois a companhia delas é uma influência positiva em sua vida.
  • Tente ser um bom confidente e um bom ouvinte. Aproveite as conversas com os outros. E durante estas conversas, procure ver a realidade do outro sem compará-la com a sua. Assim você se dará conta de que, apesar das aparências, todo ser humano tem seus medos, suas inseguranças, suas feridas, suas esperanças, seus pontos fortes e suas lutas. Ou seja, é muito possível que ao observar os pontos em comum com estas pessoas, ao invés de você se sentir inferior aos outros, comece a sentir empatia por eles.
  • Identifique as relações tóxicas e tome atitudes. Por exemplo, estabeleça limites e defenda seus próprios direitos. Lembre-se que "ninguém pode fazer você se sentir inferior sem o seu consentimento", uma frase de Eleanor Roosevelt, que pode lhe inspirar nos momentos de desânimo. Você pode repetir esta frase como um mantra, até a ideia se fixar e se transformar em uma nova atitude.
  • Você tem muito para contribuir com os outros, porque ninguém, em todo o universo, é igual a você. Portanto, projete sua liberdade e desfrute o prazer de ser quem você é.

Você pode superar o complexo de inferioridade cultivando melhor sua própria essência e descobrindo quem você é de verdade. Dar um passo em direção ao amor próprio é a primeira coisa que você deve fazer para deixar de se sentir inferior aos outros.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como não se sentir inferior aos outros, recomendamos que entre na nossa categoria de Emoções.

Escrever comentário sobre Como não se sentir inferior aos outros

O que lhe pareceu o artigo?

Como não se sentir inferior aos outros
1 de 2
Como não se sentir inferior aos outros

Voltar ao topo da página