Partilhar

Hipopotomonstrosesquipedaliofobia: fobia de palavras grandes

 
Por Equipe editorial. Atualizado: 13 novembro 2019
Hipopotomonstrosesquipedaliofobia: fobia de palavras grandes

O mundo está cheio de eventos que podem deixar uma marca em nossas vidas. Estes acontecimentos podem se apresentar de mil maneiras e formas diferentes, podendo mudar a nossa percepção do mundo, a forma como pensamos e o que tememos. No caso das fobias, existem situações ou coisas que nos provocam um medo exacerbado e irracional que altera a nossa felicidade e forma de viver. Contudo, as fobias são caprichosas e podem mostrar.se de distintas maneiras. Uma delas, uma estranheza em si mesma, é a hipopotomonstrosesquipedaliofobia, o medo de palavras grandes. Embora o nome da fobia pareça uma piada de mau gosto, as pessoas que sofrem com esse problema vivem um inferno. Nesse artigo de Psicologia-Online: Hipopotomonstrosesquipedaliofobia: fobia de palavras grandes, falaremos sobre este medo exótico, mas real.

Como se chama a fobia de palavras grandes

Qual é a fobia de palavras grandes? Qual é o nome da fobia de palavras grandes? A resposta a esta pergunta parece até uma piada, já que o medo de palavras grandes se chama hipopotomonstrosesquipedaliofobia!

O que significa hipopotomonstrosesquipedaliofobia

Esta palavra gigante e difícil de pronunciar é composta por uma variedade de palavras de origem grega, as quais são "hipopoto"(grande),"monstro"(monstruoso),"sesquipedali" (pé e meio, que se refere a palavra longa) e "phobos" (medo). Dada a sua extensão, para poder usar a palavra em uma conversa, é possível dizer sesquipedalifobia, para abreviar.

No seguinte artigo você encontrará outras fobias raras e suas explicações.

O que é hipopotomonstrosesquipedaliofobia

A hipopotomonstrosesquipedaliofobia entre na categoria de transtornos de ansiedade específicos conhecidos como fobias. Esta estranha e rara fobia consiste em um medo irracional e aversão em relação a palavras grandes e complicadas que, de forma irônica, faz com que as pessoas que sofrem da mesma não possam explicar o que têm pelo seu nome extravagante.

Uma pessoa com medo de palavras extensas e complexas também costuma ter medo de palavras que pareçam inteligentes o cultas. O medo irracional recai na crença que de que, se não pode pronunciar este tipo de palavras corretamente, as outras pessoas se riam dela e a vejam como inculta ou inferior. Por esse motivo, os fóbicos não usam palabras pouco frequentes nas suas conversas diárias e, em casos nos quais este tipo de palavras está presente (aulas da faculdade, conferências médicas, técnicas, etc.) costumam evitar a participação e mostrar grandes sintomas de ansiedade.

Causas da hipopotomonstrosesquipedaliofobia

Quais são as causas da hipopotomonstrosesquipedaliofobia? Embora não se possa deduzir uma causa específica das fobias, costuma estar associadas a fatores estressantes no início da vida e outros fatores, tanto psicológicos como biológicos:

  • Eventos traumáticos relacionados com palavras grandes na infância. Por exemplo, bloquear em uma apresentação ou lendo em voz alta na frente dos colegas e ter passado muita vergonha.
  • Timidez social, tendo uma percepção baixa das próprias habilidades sociais.
  • teniendo una baja percepción de las propias habilidades sociales.
  • Autoestima baixa, alimentando a crença na própria incapacidade de pronunciar palavras corretamente.
  • Predisposição genética em relação a estresse e a sofrer de fobias.
Hipopotomonstrosesquipedaliofobia: fobia de palavras grandes - O que é hipopotomonstrosesquipedaliofobia

Fobia de palavras grandes: sintomas

A fobia de palavras grandes ou hipopotomonstrosesquipedaliofobia comparte quase os mesmos sintomas que a maioria dos transtornos específicos de ansiedade. Ou seja, quando as pessoas com sesquipedaliofobia ou medo de palavras grandes são expostas a palavras extensas, aparecem múltiplos sintomas de ansiedade, tanto fisiológicos, como cognitivos e de conduta.

Embora todo o mundo viva a ansiedade de forma única e idiossincrática, os sintomas podem ser agrupados em diferentes categorias.

Sintomas físicos

  • Taquicardia
  • Sudoração excessiva
  • Tonturas
  • Boca seca
  • Gaguez
  • Respiração agitada
  • Dor estomacal
  • Nervosismo

Sintomas cognitivos

Nos casos de fobias, costuma aparecer um conjunto de pensamentos constantes e irracionais que governam a mente da pessoa fóbica quando um estímulo atemorizante lhe é apresentado. Estes pensamentos giram em torno de ideias catastrofistas sobre todas as coisas más que podem acontecer. Normalmente, este tipo de ideias costuma ser retroalimentado com os sintomas fisiológicos que apresentam. Alguns desses pensamentos podem ser:

  • Pensamentos sobre o ridículo que vai ser a própria tentativa de pronunciar as palavras.
  • Ideas de como tufo será um desastre.
  • Pensar em como os demais notam quão nervosa a pessoa está e como é incapaz.

Sintomas comportamentais

Para evitar as situações nas quais se encontra esse tipo de palavras, muitas pessoas chegam a desenvolver comportamentos para evitar o aperto de encarar o seu medo. Este tipo de comportamentos é chamado de comportamentos evitativos e não fazem mais que alimentar a justificação de ter medo a palavras grandes e complexas. Os comportamentos de evitação podem ser:

  • Usar de forma excessiva ou óbvia rodeios na conversa para evitar certos temas.
  • Não frequentar locais onde podem surgir tais termos.
  • Criar desculpas para não ir a reuniões ou eventos que podem conter palavras técnicas ou complexas.

Pessoas que têm fobia de palavras grandes: conselhos

Se você tem fobia de palavras grandes e complicadas, pode estar tentando saber se a hipopotomonstrosesquipedaliofobia tem cura. A hipopotomonstrosesquipedaliofobia, como todas as fobias pode ser tratada a partir de terapias psicológicas.

Para encarar o medo, os tratamentos se centram, sobretudo, em fazer o medo desaparecer gradualmente a partir da exposição de palavras assustadoras, dando ferramentas para lidar com a ansiedade e trabalhar nos pensamentos e crenças irracionais que mantêm o medo. Para isso, se usam técnicas cognitivo-comportamentais para assistir pacientes com fobias. As técnicas mais comuns são as seguintes:

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Hipopotomonstrosesquipedaliofobia: fobia de palavras grandes, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • Bonet, J. I. C. (2001). Tratamientos psicológicos eficaces para las fobias específicas. Psicothema, 13(3), 447-452.
  • López, O. I. F., Hernández, B. J., Almirall, R. B. A., Molina, D. S., & Navarro, J. R. C. (2012). Manual para diagnóstico y tratamiento de trastornos ansiosos. MediSur, 10(5), 466-479.

Escrever comentário sobre Hipopotomonstrosesquipedaliofobia: fobia de palavras grandes

O que lhe pareceu o artigo?

Hipopotomonstrosesquipedaliofobia: fobia de palavras grandes
1 de 2
Hipopotomonstrosesquipedaliofobia: fobia de palavras grandes

Voltar ao topo da página