Crescimento pessoal e autoajuda

O que é ter compaixão

 
Sara Sanchis
Por Sara Sanchis, Psicóloga especializada em Crescimento Pessoal. 4 março 2022
O que é ter compaixão

A compaixão é um dos valores humanos mais necessários hoje em dia, já que os valores superficiais imperam no mundo. Isto provoca todo tipo de abusos e injustiças, desde as altas hierarquias de poder até os cidadãos, lamentavelmente, inclusive, de forma cotidiana entre pessoas próximas.

No seguinte artigo de Psicologia-Online vamos discorrer sobre o que é ter compaixão. Descubra a grandíssima importância de sermos compassivos/as em nossas sociedades. A compaixão é uma ferramenta fundamental de cura social, de prevenção de futuras negligências e de assentamento das bases para sociedades cordiais, pacíficas e unidas, na quais o bem comum é o principal guia do caminho.

Também lhe pode interessar: O que é perdão e como aplicá-lo
Índice
  1. O que é ter compaixão
  2. Benefícios da compaixão
  3. O que é uma pessoa compassiva

O que é ter compaixão

O valor da compaixão é a capacidade do ser humano para compartilhar a dor de seu próximo. Quando somos compassivos/as, podemos nos adentrar no sofrimento de nosso ente querido e compartilhar de sua dor. Em outras palavras, trata-se de um ato de amor através do qual aliviamos a pessoa de seu sofrimento e a fortalecemos dotando-a de fé e confiança de que a dor, e, algum momento, cessará.

Especificamente, a compaixão é um dos valores humanos sociais mais necessários a se desenvolver nas pessoas se queremos viver em sociedades onde ocorram relações cordiais, justas e solidárias, onde não há espaço para nenhuma exploração, usurpação, abusos e, em sua versão mais desumanizada, guerras entre povos e civilizações.

Para entender melhor como se classificam os valores humanos, te recomendamos ler este artigo sobre tipos de valores com exemplos.

Benefícios da compaixão

Os benefícios da compaixão são inúmeros e estão muito relacionados com a obtenção, tão buscada hoje em dia, de estados de bem-estar pessoal e social. A seguir, te mostraremos quais são seus benefícios, tanto para as pessoas compassivas, como para as pessoas que recebem a compaixão.

Benefícios de ser uma pessoa compassiva

Quando uma pessoa é compassiva, isso traz os seguintes benefícios a ela:

  • As boas ações são devolvidas com alegria.
  • Sente satisfação e força pessoal.
  • Recebe a gratidão das pessoas a quem ajuda.
  • O coração da pessoa compassiva cresce e aumenta sua capacidade de amar e cuidar de seus próximos.

Benefícios de receber ajuda de uma pessoa compassiva

O sujeito que sofre e recebe compaixão de outra pessoa goza dos seguintes sentimentos:

  • Grande alívio interior: sente que não se encontra sozinho/a no caminho.
  • Sentimento de união com o outro.
  • Fé e confiança na vida: compreende que, mesmo que esteja sofrendo com o que está vivendo, não está sozinho e que, junto com a pessoa (ou pessoas) que a acompanham, superará o problema e sairá alegremente fortalecido.
  • Autorregulação: a compaixão permite que a pessoa afetada pelo problema ou pela dor possa se autorregular, graças ao acompanhamento recebido pela pessoa compassiva. Quando alguém sofre e não é acompanhado, a luta contra a dor fica mais dura porque é uma luta interna. Nela, a pessoa pode acabar desfalecendo, devido ao esgotamento e à dificuldade de superar a situação vivida.
  • Força de impulso: a pessoa pode confrontar mais fortemente os ataques que a situação desagradável que ela vive produz.
  • Ser mais empático/a: o indivíduo que recebe a compaixão abre seu coração e se converte em alguém mais bondoso, confiante, com uma alegria e força características. Isso leva a ser muito mais empático/a e compassivo/a com os outros. Se você quiser saber mais, neste artigo, te contamos como praticar a empatia.
O que é ter compaixão - Benefícios da compaixão

O que é uma pessoa compassiva

Como comentamos, educar na compaixão é um ato social imprescindível se quisermos devolver às sociedades atuais os valores humanos universais que estão tão ausentes hoje em dia. Uma pessoa compassiva, é aquela que age nas bases da compaixão.

Diante da dúvida de como ser uma pessoa compassiva, primeiramente é importante realizar um trabalho pessoal profundo para reconhecer que cada pessoa tem traços negativos e positivos. Depois é preciso fazer um trabalho de limpeza pessoal para eliminar todo o negativo que nos prejudica e faz com que prejudiquemos aos demais. O objetivo final é potencializar todo o positivo para entregá-lo ao mundo.

Alguns atos que podem nos ajudar neste trabalho de desenvolvimento da compaixão são:

  1. Refletir sobre meus próprios aspectos positivos e negativos: ver como influenciam em nossa vida e em nosso estado de humor e comprovar quais estratégias utilizamos para vencer os estados negativos. Esta autoanálise nos permitirá compreender as outras pessoas, entendendo que passam por situações similares às nossas, e acompanhá-los devidamente em momentos dolorosos.
  2. Observar como as pessoas ao nosso redor agem: evitando qualquer julgamento negativo e nos esforçando para desenvolver um olhar maternal e bondoso.
  3. Priorizar as necessidades dos outros sobre as nossas.
  4. Pedir perdão sincero quando cometemos qualquer erro e procurar não repeti-los. Esta atitude nos permitirá ser compassivos quando for a outra pessoa que cometer o erro. Neste artigo você encontrará mais informações sobre o que é o perdão e como aplicá-lo.
  5. Tentar ajudar qualquer pessoa que necessite de ajuda, por menor que seja o gesto.

Estas ações, entre muitas outras, nos explicam o que é ter compaixão e nos ajudão a desenvolver este importante valor humano que favorecerá nosso amadurecimento pessoal e beneficiará não só a nós mesmos, como a todos os que nos rodeiam.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é ter compaixão, recomendamos que entre na nossa categoria de Crescimento pessoal e autoajuda.

Bibliografia
  • García-Campayo, J., & Demarzo, M. (2015). Mindfulness y compasión. La nueva revolución. Barcelona: Siglantana.
  • Lama, D., & Hill, T. (2004). El arte de la compasión. Litografia Rosés.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 2
O que é ter compaixão