Psicologia clínica

Síndrome de Münchausen: o que é, sintomas, causas e tratamento

 
Andrea Fernández García
Por Andrea Fernández García. 9 maio 2022
Síndrome de Münchausen: o que é, sintomas, causas e tratamento

Karl Friederick Hieronymus, barão de Münchausen, dá nome a esta síndrome descoberta por Asher em 1951. Karl se tornou famoso por contar histórias de aventuras fantásticas que nunca haviam acontecido. Por isso, em honra ao barão, Asher decidiu batizar este transtorno como a Síndrome de Münchausen. Com isto, podemos deduzir que esta síndrome está relacionada com histórias fantásticas, mesmo que não seja totalmente verdade, pois tem mais a ver com contar histórias que não são verdadeiras.

Se você quer descobrir em que consiste exatamente a síndrome de Münchausen, continue lendo! Neste artigo de Psicologia-Online, te explicamos o que é, suas causas, sintomas e tratamento, assim como os diferentes tipos conhecidos até agora.

Índice
  1. O que é a síndrome de Münchausen
  2. Síndrome de Münchausen: sintomas
  3. Tipos de síndrome de Münchausen
  4. Causas da síndrome de Münchausen
  5. Tratamento da síndrome de Münchausen

O que é a síndrome de Münchausen

A Síndrome de Münchausen, ou os transtornos factícios com predomínio de sinais e sintomas físicos, se caracteriza por sintomas físicos, produzidos de forma intencional, com a finalidade de assumir o papel de doente. Sabe-se que os sintomas foram produzidos de maneira intencional tanto por comprovação direta como pela exclusão de outras causas.

Diferente dos atos de simulação, na síndrome de Münchausen existe a necessidade psicológica de assumir o papel de doente com ausência de incentivos externos para tal comportamento. Por outro lado, um ato de simulação pode ser considerado adaptativo sob certas circunstâncias. Mesmo assim, em certos casos, a presença de sintomas factícios não exclui a coexistência de sintomas físicos verdadeiros.

Além da Síndrome de Münchausen, também encontramos o transtorno factício com predomínio de sinais e sintomas psicológicos ou a combinação com sinais e sintomas físicos e psicológicos.

Síndrome de Münchausen: sintomas

De forma geral, as pessoas que sofrem deste transtorno apresentam os seguintes sintomas:

  • Ar muito dramático quando explicam sua história, mas mostram inconsistência nos detalhes.
  • Tendência a mentir muito. Para poder reconhecer, neste artigo, te mostramos como reconhecer uma pessoa mentirosa.
  • Amplo conhecimento da terminologia médica e das rotinas hospitalares.
  • Queixas de dor e demandas de analgésicos.
  • Quando a primeira avaliação física não mostra resultados conclusivos de doença, frequentemente começam a reclamar de outros problemas físicos e produzem mais sintomas fictícios.
  • Submetem-se a múltiplos exames e intervenções cirúrgicas.
  • Mostram uma tendência à negação ou abandonam o hospital quando confrontados com a evidência de seus sintomas fictícios. Com frequência são admitidos em outro hospital no mesmo dia.
  • Têm um histórico de hospitalizações em numerosas cidades, estados e países.

Além de tudo o que foi dito anteriormente, é preciso ter em conta que os sintomas mencionados aumentam quando o indivíduo é consciente de que é observado.

Síndrome de Münchausen: o que é, sintomas, causas e tratamento - Síndrome de Münchausen: sintomas

Tipos de síndrome de Münchausen

Na síndrome de Münchausen, ou transtorno factício, encontramos 3 subtipos segundo os sintomas predominantes. Veremos a seguir.

Com predomínio de sinais e sintomas psicológicos

A sintomatologia essencial da síndrome de Münchausen com predomínio de sinais e sintomas psicológicos é:

  • Produção intencional ou fingimento de sintomas psicológicos, frequentemente psicóticos.
  • Queixas de depressão e de ideação suicida.
  • Perda de memória.
  • Alucinações.
  • Sintomas de dissociação.
  • Extremamente sugestionáveis.
  • Pode ser que não coincida com nenhuma das características diagnósticas visto que, ora negam colaborar com o entrevistador, ora aceitam todos os sintomas que este vai mencionando.
  • Tendem a dar respostas aproximadas, não concretas.
  • Podem utilizar estimulantes para produzir inquietação ou insônia, alucinógenos para produzir alterações da percepção, analgésicos para produzir euforia ou hipnóticos para provocar letargia.

Com predomínio de sinais e sintomas físicos

No caso da síndrome de Münchausen com predomínio de sinais e sintomas físicos, a sintomatologia é a seguinte:

  • Produção intencional ou fingimento de sintomas físicos.
  • A vida do paciente consiste em ingressar ou permanecer em hospitais.
  • Intensa dor no quadrante inferior direito, associado a náuseas e vômitos.
  • Tonturas e perdas de consciência.
  • Hemoptise massiva.
  • Erupções generalizadas e abscessos.
  • Febre de origem indeterminada.
  • Hemorragias secundárias à ingestão de anticoagulantes.
  • Abuso do consumo de substâncias.

Além dos dois subtipos mencionados, existe um terceiro tipo de síndrome de Münchausen que engloba tanto os sintomas psicológicos como os sinais físicos.

Síndrome de Münchausen por procuração

No caso da síndrome de Münchausen por procuração, os sintomas mencionados são provocados em um/a filho/a. Isto constitui uma forma de maltrato infantil de alto risco, de difícil diagnóstico e que, frequentemente, passa despercebido durante semanas, meses e inclusive anos. Isto pode ter graves repercussões, até mesmo a morte.

De forma definitiva, constitui uma forma peculiar de maltrato em que um dos pais, geralmente a mãe, simula a existência ou provoca sintomas ou sinais na criança com o objetivo de buscar assistência médica e manobras diagnósticas ou terapêuticas custosas ou de risco.

Causas da síndrome de Münchausen

Os fatores que predispõe a síndrome de Münchausen são os seguintes:

  • Transtornos físicos verdadeiros durante a infância e/ou adolescência que conduzem a um tratamento médico extenso ou a repetidas hospitalizações.
  • Antipatia pela classe médica e/ou profissões relacionadas com a medicina.
  • Presença de um transtorno de personalidade grave.
  • Relação importante com algum médico/a no passado.
Síndrome de Münchausen: o que é, sintomas, causas e tratamento - Causas da síndrome de Münchausen

Tratamento da síndrome de Münchausen

O tratamento para a síndrome de Münchausen é difícil de determinar, pois não há terapias padrão para ela. Diante da presença de pessoas que sofram de sua sintomatologia, é preciso levar em conta que estas se sentem cômodas no papel de vítima e, de fato, procuram estar nessa posição constantemente.

Por tudo isso, é complicado que busquem um tratamento por elas próprias. Dessa forma, recomendam-se as seguintes terapias:

  • Ter um médico de atenção primária de confiança e estável para o qual se dirigir sempre que "apareçam" novos sintomas.
  • Terapia de conversão e terapia comportamental para reduzir o estresse e desenvolver a capacidade de enfrentar uma situação difícil.
  • Hospitalizações e internações: em casos graves, onde a autoagressão constitui um alerta para a vida do paciente, pode ser necessário um controle hospitalar para proteger sua vida e evitar que se autoinflija mais danos.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Síndrome de Münchausen: o que é, sintomas, causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • American psychiatric association, (2002). Manual diagnóstico y estadístico de los trastornos mentales DSM – 4. Madrid, España. Editorial medica panamericana.
  • C.G. (14 de diciembre de 2017). ¿Qué es el síndrome de Munchausen por poderes o el trastorno de inventar enfermedades?. El País. Madrid
  • De la Cerda, F., Goñi, T., Gómez, I., (2006). Síndrome de Münchausen por poderes. Guad Med Forense, 12(43-44), 47-55.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 3
Síndrome de Münchausen: o que é, sintomas, causas e tratamento