Psicologia clínica

Terapia psicodinâmica: para que serve, técnicas e benefícios

 
Alejandro Garcia Mingrone
Por Alejandro Garcia Mingrone. 6 setembro 2022
Terapia psicodinâmica: para que serve, técnicas e benefícios

Quando nos sentimos mal, geralmente procuramos um profissional de saúde para que possamos tratar nossos problemas. A psicologia, da mesma forma que outras profissões, tem métodos psicoterapêuticos concretos. Isto não significa que um seja melhor que outro, mas sim que o foco da abordagem está colocado em perspectivas diferentes.

É interessante conhecer as bases das diferentes abordagens psicoterapêuticas que existem atualmente e seus modos de intervenção diante dos obstáculos que surgem na vida. No caso da terapia psicodinâmica, esta se foca em tratar diferentes focos de conflito ao mesmo tempo. Neste artigo de Psicologia-Online, te contaremos tudo o que você precisa sobre a Terapia psicodinâmica: para que serve, técnicas e benefícios.

Também lhe pode interessar: Para que serve a terapia
Índice
  1. O que é terapia psicodinâmica
  2. Correntes teóricas da abordagem psicodinâmica
  3. Para que serve a terapia psicodinâmica
  4. Técnicas da terapia psicodinâmica
  5. Benefícios da terapia psicodinâmica

O que é terapia psicodinâmica

A abordagem psicodinâmica é um tipo que toma postulados teóricos da psicanálise como método terapêutico como, por exemplo, a revisão detalhada da história da pessoa. No entanto, os tipos de terapias podem ser diferenciados com clareza.

O que a terapia psicodinâmica trata? Objetivamente, esta abordagem clínica é uma corrente terapêutica baseada na solução de conflitos que consiste em resolver diferentes focos de problema ao mesmo tempo. Este aspecto lhe dá caráter dinâmico, dado que também tenta reduzir os tempos de duração do tratamento.

Correntes teóricas da abordagem psicodinâmica

A abordagem psicodinâmica provém de outros ramos teóricos. Neste tópico mencionares as principais correntes teóricas que intervêm na construção da terapia psicodinâmica:

  • Psicanálise clássica: abordagem criada por Sigmund Freud com o objetivo de compreender os processos inconscientes do ser humano. Para alcançar seu objetivo, criou um espaço compartilhado por um paciente e um analista no qual a pessoa fala de seus conflitos pessoais. Para situar a origem dos mesmos, é necessário a recorrer cenas traumáticas que dão lugar aos sintomas que a pessoa experimenta. Neste artigo você encontrará mais informações sobre o que é a psicanálise.
  • Psicoterapias psicanalíticas: diferente da psicanálise clássica que pode durar muito tempo, existem terapias psicanalíticas de maior brevidade que tentam resolver os sintomas sem a necessidade de uma duração tão prolongada. Expoentes como Rank e Ferenczi realizaram contribuições interessantes que foram tomados pela terapia psicodinâmica.
  • Psicologia do Eu: este marco teórico coloca o foco na forma de se relacionar de uma pessoa com os outros e/ou objetos da realidade. Por tal razão, se dá maior importância ao presente da pessoa do que a suas experiências passadas.

Para que serve a terapia psicodinâmica

Em linhas gerais, os objetivos da terapia psicodinâmica se adaptam às necessidades de cada paciente. No entanto, é possível situar alguns princípios básicos que este ramo da psicologia propõe. A seguir, explicaremos para que serve a terapia psicodinâmica:

  1. Favorece a saúde mental da pessoa: isto é feito através do reconhecimento de aspectos inconscientes que permitam dar um significado diferente às experiências traumáticas.
  2. Fornece solução para problemas atuais: da mesma forma que mencionamos anteriormente, a terapia psicodinâmica não acontece no passado. Pelo contrário, tenta estabelecer uma solução adequada em um lapso pequeno de tempo.
Terapia psicodinâmica: para que serve, técnicas e benefícios - Para que serve a terapia psicodinâmica

Técnicas da terapia psicodinâmica

Se você se pergunta como funciona a terapia psicodinâmica, deve saber que este enfoque teórico adota técnicas concretas que são implementadas no desenvolvimento de um tratamento. Cabe destacar que as mesmas são tomadas de outras correntes teóricas na quais se demonstrou boa eficácia. Nos itens seguintes, iremos expor as principais técnicas da abordagem psicodinâmica:

  • Associação livre: esta técnica é tomada da psicanálise clássica. Basicamente, consiste no paciente falar de qualquer tema que surja em seus pensamentos apesar de que possa parecer que não tem importância ou sentido.
  • Análise de sonhos: as formações dos inconscientes são a via principal de acesso aos conteúdos traumáticos. Neste sentido, uma das formas de obter dados importantes consiste em analisar os sonhos do paciente. Através do entendimento dos mesmos, é possível acessar aspectos mais profundos da personalidade. Descubra mais sobre o significado dos sonhos com interpretação neste artigo.
  • Interpretação da transferência: a transferência pode ser entendida como o vínculo que se estabelece entre o paciente e o terapeuta. Este tipo de relação se coloca em jogo as emoções, pensamentos e comportamentos da vida do paciente. Mediante a análise e interpretação da transferência, é possível obter informação sobre como a pessoa se relaciona em outras áreas.
  • Identificação de mecanismos de defesa: muitas vezes, as pessoas adotam modos de se defender de situações que acabam sendo desagradáveis. No entanto, isto pode gerar muitos problemas com o entorno. Através do reconhecimento dos mecanismos de defesa, o paciente aprende a ser consciente do impacto desfavorável de seus mecanismos de defesa.

Benefícios da terapia psicodinâmica

Agora que você já conhece os passos da terapia psicodinâmica, também é necessário destacar em que áreas clínicas se usa. Embora seja ainda um terreno em exploração, foi visto que a terapia psicodinâmica favoreceu a solução de fobias, transtornos de ansiedade e compulsões.

Mais ainda, o desenvolvimento de aspectos favoráveis da personalidade permite que as pessoas tenham relações mais amenas com o entorno social, profissional, acadêmico e afetivo. Por outro lado, a exploração dos processos inconscientes deu lugar a um grau maior de autorreflexão e de liberdade, pois se permite falar livremente sobre aquilo que se sente.

Terapia psicodinâmica: para que serve, técnicas e benefícios - Benefícios da terapia psicodinâmica

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Terapia psicodinâmica: para que serve, técnicas e benefícios, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • Amaro, F., Guasch, L., Sarlé, M. (2008). Psicoterapia individual intensiva psicodinámica: La relación terapéutica y las técnicas de interpretación. Universitat Autónoma de Barcelona. Col-legi Oficial de Psicólegs de Catalunya.
  • Echávarri, O., Krause, M., Tomicic, A., Pérez, C., Dagnino, P., De La Parra, G., Valdéz, N., Altimir, C., Vilches, O., Strasser, K., Ramírez, I., Reyes, L. (2009). Cuatro terapia psicodinámicas breves exitosas estudiadas a través de los indicadores genéricos de cambio. Revista Argentina de Clínica Psicológica, 18 (1).
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 3
Terapia psicodinâmica: para que serve, técnicas e benefícios