Neuropsicologia

Tipos de ataxia e suas características

 
Alejandro Garcia Mingrone
Por Alejandro Garcia Mingrone. 7 setembro 2022
Tipos de ataxia e suas características

Geralmente se diz que os seres humanos não são coordenados, não apenas ao nos relacionarmos com outras pessoas, mas também em alguns projetos que enfrentamos. Em certos casos, o que dizemos que vamos fazer não está coordenado com nossas ações. Isto poderia ser aplicado ao corpo, já que é possível que não haja coordenação entre as diferentes partes que o compõem.

Em certos casos, o cansaço e o estresse diário produzem movimentos involuntários que não correspondem ao pensamento que havíamos tido. No entanto, existem outras situações que representam problemas importantes que devemos levar em consideração. Neste artigo de Psicologia-Online, te daremos informações sobre os tipos de ataxia e suas características.

Também lhe pode interessar: Tipos de amnésia e suas características
Índice
  1. O que é ataxia e seus efeitos
  2. Ataxias hereditárias dominantes e recessivas
  3. Ataxias não hereditárias

O que é ataxia e seus efeitos

O que é ataxia? A ataxia é um transtorno da mobilidade que repercute na coordenação adequada dos movimentos de diferentes partes do corpo. Em linhas gerais, isto geralmente ocasiona dificuldades na precisão e na velocidade da pessoa, já que pode afetar sua forma de falar, caminhar ou se mover dentro de um espaço determinado.

Por se tratar de um processo degenerativo, os efeitos da ataxia podem surgir a curto, médio e longo prazo, em função das características de cada pessoa e da intensidade do quadro clínico. Dessa forma, este tipo de condições pode deteriorar seriamente a qualidade de vida das pessoas se não receberem um tratamento rápido baseado em estudos clínicos reconhecidos e avaliados pela comunidade científica.

Ataxias hereditárias dominantes e recessivas

Em primeiro lugar, devemos ter em conta que algumas ataxias podem ser herdadas através da transmissão de informação genética dos progenitores de uma pessoa. Por sua vez, este tipo de ataxias hereditárias pode se classificar em dominantes ou recessivas, segundo o caráter de cada uma delas.

Em seguida, te explicamos as características das ataxias hereditárias dominantes e recessivas:

Ataxias hereditárias dominantes

As ataxias hereditárias dominantes se correspondem com aqueles quadros nos quais predominam os genes dominantes que provocam a ataxia. Dito de outro modo, neste tipo de ataxias hereditárias se manifestam os genes que transmitem o transtorno motor de forma hereditária.

Ataxias hereditárias recessivas

Embora este tipo de condição também seja produto da herança genética, a principal diferença a respeito das ataxias hereditárias dominantes reside em os sintomas geralmente aparecerem de forma progressiva a partir de determinadas situações que atuam como desencadeantes. De forma geral, estes sintomas podem ser detectados na infância ou durante certos momentos da vida adulta.

Podemos diferenciar dois tipos principais de ataxias hereditárias recessivas:

  • Ataxia telangiectasia: geralmente começa antes dos cinco anos de idade e pode provocar perda de massa muscular, dificuldades na coordenação do olhar e movimento e imunodeficiência, entre outros.
  • Ataxia de Friederich: também começa na infância e os sintomas podem incluir complicações na coordenação motora e visual, falta de mobilidade nas extremidades ou dificuldades na fala e na ingestão de alimentos, entre outros.
Tipos de ataxia e suas características - Ataxias hereditárias dominantes e recessivas

Ataxias não hereditárias

Este tipo de quadro tem a particularidade de que pode se desenvolver em qualquer momento da vida de uma pessoa após ter sofrido alguma doença de base orgânica, ou mesmo ter estado exposto/a a alguma situação estressante que desencadeie os sintomas da ataxia.

Diferentemente das hereditárias, as ataxias não hereditárias não são o resultado da transmissão genética, mas que podem ser contraídas por outras circunstâncias. Deste modo, existem casos nos quais o quadro sintomático não se manifesta apesar de que uma pessoa possa ser portadora dos genes que provocam a condição.

Quando os sintomas de ataxia aparecem

Como a ataxia começa? Apesar das características descritas anteriormente, devemos saber que as ataxias não se desenvolvem da mesma maneira em todos os casos. Em certos casos, a origem dos sintomas começa nos primeiros anos de vida, o que pode afetar a coordenação motora, os movimentos oculares, o andar, a coordenação motora fina e grossa. Em outras ocasiões, por outro lado, o início destes inconvenientes pode se produzir em períodos mais tardios da vida e suas sequelas podem ser maiores ou menores em cada pessoa.

No entanto, em todos os casos o diagnóstico deve ser realizado por um profissional da saúde mental especializado que avalie as qualidades clínicas de cada paciente segundo aspectos como a idade, os antecedentes genéticos ou as doenças pré-existentes, entre outros.

Se você quer saber mais sobre coordenação monotora, confira esse artigo sobre Inteligência corporal cinestésica: o que é, características e como melhorá-la. Vale a leitura também do artigo sobre Catalepsia: o que é, sintomas, causas e tratamento.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de ataxia e suas características, recomendamos que entre na nossa categoria de Neuropsicologia.

Bibliografia
  • Betancourt Fursow, Y., Jiménez León, J.C., Jiménez Betancourt, C.S. (2013). Ataxias agudas en la infancia. Revista Actualización en Neurología Infantil IV, 73 (1), 30-37.
  • Palencia, R., Galicia, G., Alonso Ballesteros, M.J. (2004). Ataxias hereditarias. Revista de la Sociedad Boliviana de Pediatria, 44 (188), 120-127.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 2
Tipos de ataxia e suas características