menu
Partilhar

Tontura por ansiedade: como é, sintomas, causas e tratamento

 
Por Andrea Fernández García. 8 julho 2022
Tontura por ansiedade: como é, sintomas, causas e tratamento

De repente, você percebe um suor frio que sobe pelas costas, nota que isso acelera seu pulso, como sua respiração fica descompassada, chega o frio e se converte em suor frio e você começa a notar como sua cabeça está. Essa sensação tão inconfundível de que o entorno está se afastando, a cabeça não te responde como normalmente e começa a distorcer as imagens do entorno são sintomas relacionados com as tonturas por ansiedade.

A tontura é causada pela ansiedade? O que significa se a tontura for causada pela ansiedade? Se você tem interesse em encontrar respostas para estas perguntas, neste artigo de Psicologia-Online, falaremos sobre a tontura por ansiedade: como é, sintomas, causas e tratamento.

Como é a tontura da ansiedade

As tonturas por ansiedade são um dos sintomas mais temidos porque o paciente que sofre com elas não tem controle. Geralmente se nota que o corpo está fraco no momento da tontura e também se pode chegar a experimentar perda de estabilidade e desmaios.

Além disso, nestes casos, o organismo também pode experimentar uma baixa tensão ou hipoglicemia associada à tontura, assim como sentimentos de vergonha.

Quanto duram as tonturas por ansiedade

A duração das tonturas por ansiedade é variável, podendo durar desde horas até dias. Além disso, também é possível surgir uma sensação de tontura ininterrupta.

Sintomas das tonturas por ansiedade

Os principais sintomas que encontramos nas tonturas por ansiedade são os seguintes:

  • Respiração alterada e intervalada.
  • Tensão muscular.
  • Dificuldades respiratórias associadas.
  • Irritabilidade.
  • Estado de alerta e hipervigilância.
  • Agitação.
  • Aumento do ritmo cardíaco.
  • Pensamentos intrusivos e/ou ruminações.
  • Sensação de fraqueza ou cansaço.
  • Ataques de pânico.
  • Dores físicas.
  • Tremores.
  • Palpitações.
  • Sudorese.
  • Problemas de sono.
  • Evitação de situações concretas geradoras de estresse ou ansiedade.
Tontura por ansiedade: como é, sintomas, causas e tratamento - Sintomas das tonturas por ansiedade

Ansiedade e tontura: quais são as causas

As consequências de uma exposição crônica ou repetida a estímulos estressantes foram amplamente estudadas, já que possuem uma grande implicação em doenças associadas ao estresse, quem podem dar lugar a respostas ansiogênicas como consequência das áreas ativadas e hormônios implicados. É sabido que a exposição a situações estressantes severas produz os seguintes efeitos:

  • Redução da ingestão de comida.
  • Hipertrofia adrenal.
  • Aumento da resposta adrenocortical do hormônio adrenocorticotrófico.
  • Aumento dos níveis basais de corticosterona.
  • Regulação à baixa de receptores do hormônio liberador de corticotrofina (CRH)
  • Aumento da resposta à administração "in vivo" de CRH exógeno.
  • Aumento da expressão CRH e arginina vasopressina (AVP) no núcleo paraventricular.
  • Regulação à baixa de receptores de R e não dos MR do hipocampo.
  • Aumento dos aminoácidos excitatórios, de noradrenalina ativada.
  • A exposição crônica conduz a efeitos neurotóxicos.
  • Diminuição de GR (receptores de glicocorticóides) nas células granulares do hipocampo.
  • Desinibição do eixo HPA (hipotalâmico-pituitário-adrenal).
  • Aumento de corticoides.

Dessa forma, se experimentar uma situação com níveis elevados de glicocorticoides, nosso organismo, para tentar se defender, responde reduzindo os níveis do receptor para tentar impedir que nos prejudique. Por sua vez, como são os responsáveis pelo mecanismo de retroalimentação, impedem que estes se ativem e se produza uma desinibição como consequência da diminuição da atividade dos receptores corticoides, aumentando a resposta de ansiedade e afetando a nível físico nas diferentes estruturas cerebrais e corporais.

De forma definitiva, foi demonstrado que altos níveis de estresse e ansiedade provocam alterações físicas que, junto com as alterações da respiração, fazem com que chegue menos oxigênio às diferentes partes do corpo. Entre outros incômodos, este processo pode provocar tonturas na pessoa afetada.

Tratamento da tontura por ansiedade

Antes de começar o tratamento das tonturas por ansiedade, por um lado, é importante realizar um exame médico para saber se é necessário abordar as tonturas com algum remédio ou tratamento médico. Por outro lado, é preciso fazer uma consulta clínica psicológica para determinar as variáveis e fatores que mantêm a sintomatologia ansiosa e quais a precipitaram até o ponto de provocar as tonturas e dores de cabeça.

Como vemos, o tratamento tem que ser multidisciplinar, pois deve abordar as condições físicas, como tontura e dor de cabeça, assim como tratar a sintomatologia associada ao estresse e à ansiedade com a psicoterapia. Nos casos de tontura por ansiedade, a terapia psicológica consistirá em treinar técnicas de relaxamento e de controle do estresse, além de abordar as alterações cognitivas associadas e tratar problemas ou habilidades sociais no caso de ser necessário.

Tontura por ansiedade: como é, sintomas, causas e tratamento - Tratamento da tontura por ansiedade

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tontura por ansiedade: como é, sintomas, causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • American psychiatric association, (2014). Manual diagnóstico y estadístico de los trastornos mentales DSM – 5. Madrid, España. Editorial medica panamericana.
  • Belloch, A., Sandín, B., Ramos, F., (2009). Manual de psicopatología, volumen II. Madrid. McGraw Hill / Interamericana de España, S.A.U.
  • Ezpeleta, L. y Toro, J. (coords.) (2016). Psicopatología del desarrollo. Madrid: Ed. Pirámide.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Tontura por ansiedade: como é, sintomas, causas e tratamento
1 de 3
Tontura por ansiedade: como é, sintomas, causas e tratamento

Voltar ao topo da página