Partilhar

A pessoa que trai sente remorso?

A pessoa que trai sente remorso?

Quando ocorre uma infidelidade, geralmente nos preocupamos com os sentimentos da vítima, mas também pode ser um processo difícil para a pessoa que cometeu a infidelidade. Em Psicologia-Online, queremos explicar que sentimentos uma pessoa que foi infiel experimenta. Continue lendo e saiba se a pessoa que trai sente remorso ou não.

Também lhe pode interessar: Como falar para uma pessoa que gosta dela

A pessoa que trai sente remorso?

O que uma pessoa sente após uma infidelidade vai depender do tipo de pessoa, de seus valores e crenças, e do tipo de infidelidade que cometeu.

Assim, por exemplo, uma pessoa que até esse momento se considerava fiel e que pede fidelidade ao seu cônjuge, depois de cometer a infidelidade, pode sentir arrependimento e culpa. No entanto, pode repetir esse ato em mais ocasiões. Também existem pessoas que simplesmente não sentem remorso ou culpa. Essas mesmas pessoas podem sentir culpa quando se importam mais com a pessoa que estão traindo em determinado momento.

Como vemos, não há sentimentos específicos para todos os infiéis logo após cometer a infidelidade, mas a seguir, veremos alguns sentimentos ou emoções que as pessoas infiéis podem experimentar.

Dica: Acesse esse artigo para conhecer o perfil psicológico de que trai.

Como uma pessoa que trai se sente

Os sentimentos que uma pessoa que traiu o parceiro ou parceira experiencia são:

1. Ansiedade

Surgem pensamentos recorrentes sobre a infidelidade que foi cometida ou está sendo cometida, o que causa ansiedade no infiel. As consequências de seus atos aparecem em sua mente: acusação, julgamento e rejeição social e familiar, perda do cônjuge e da família, etc.

2. Remorso ou culpa de consciência

Existem estudos que mostram que 60% dos infiéis não se sentem culpados quando praticam infidelidade. Exceto se a traição ocorrer em circunstâncias específicas, como quando seu cônjuge está hospitalizado, quando a infidelidade ocorre na cama do casal ou quando se sentem mais atraídos ou atraídas por seu amante que por seu cônjuge. Outras circunstâncias em que a culpa geralmente aparece são quando há uma gravidez ou seu cônjuge está, nesse momento, cuidando dos filhos.

A culpa geralmente aparece quando a infidelidade é descoberta pelo dano emocional que causa no cônjuge (dor, decepção, traição…) e no relacionamento (distanciamento, discussões, perda de confiança e cumplicidade…).

3. Medo de ser descoberto/a

A pessoa infiel geralmente vive com um medo constante de ser descoberto. Isso pode afetar sua saúde mental e é comum gerar irritabilidade.

4. Tensão

Viver constantemente aterrorizado ou aterrorizada de ser descoberto produz uma situação de estresse no infiel.

5. Indecisão

Quando a infidelidade é mais uma aventura do que um momento específico, o infiel começa a se sentir indeciso entre seu cônjuge e seu amante.

6. Tristeza

Um dos sentimentos que uma pessoa que foi infiel experimenta é a tristeza, que pode aparecer associada ao sentimento de culpa pela infidelidade.

7. Frustração

Ao manter sua infidelidade em segredo, a pessoa infiel pode se sentir frustrada por não poder fazer certos planos com seu amante para não serem vistos. Também se sente frustrado de não poder contar como se sente com sua infidelidade por causa do perigo que vem com ela.

8. Aumento de sua autoestima

Nem todas as emoções dos infiéis são negativas, se esse fosse o caso, provavelmente não haveria infidelidade. Entre as emoções e sentimentos agradáveis que a pessoa infiel experimenta está o aumento aparente da autoestima ou segurança em si mesma. O/a infiel sente-se amado/a e admirado/a por seu amante. Além disso, começa a se preocupar mais com sua aparência física e cuida de sua aparência.

9. Ilusão

Os encontros com seu amante e seu relacionamento clandestino fazem o infiel sentir novas esperanças em sua vida.

10. Energia

Todas as emoções positivas estão associadas à um aumento em sua energia. Se sente menos cansado/a e, mesmo estando muito ocupado/a, consegue reservar um tempo para seu amante.

O que um infiel sente ao ser descoberto e como age

A primeira sensação de um infiel após ser descoberto é geralmente uma mistura de medo e alívio. Embora possa parecer estranho ter mencionado o alívio, geralmente ocorre que, após estar submetido a tanto estresse, o fato de ser descoberto o faz se sentir aliviado/a.

Na maioria dos casos, a pessoa que traiu seu cônjuge continua tentando esconder sua traição, o que geralmente piora a situação e provoca raiva no seu cônjuge.

Quando não há outro remédio, reconhece sua traição e é aí que pode aparecer a culpa, como mencionei anteriormente, quando pode verificar o dano que causou ao seu cônjuge.

Então, chega talvez a fase mais dura ou mais temida do infiel: o julgamento social e a decepção para pessoas queridas. O infiel começa a experimentar as consequências de sua infidelidade e vê que elas vão muito além do cônjuge: seu comportamento é exposto e é muito provável que seja condenado. O infiel finalmente se torna uma vítima.

É normal não sentir remorso após uma traição?

Sim, é normal. Além disso, isso geralmente acontece. Tudo depende do tipo de pessoa, dos seus valores e crenças.

Quando alguém tem crenças rígidas, absolutas e erradas, geralmente culpa os outros ou o mundo por suas ações. É por isso que o infiel pode justificar sua infidelidade e, portanto, não sentir um pingo de culpa. Também pode acontecer quando a infidelidade foi uma vingança por uma infidelidade ou algum outro dano do seu cônjuge.

As normas morais associadas às diferentes culturas ou às diferentes épocas também podem justificar que a pessoa infiel não sinta culpa. Por exemplo, nas culturas em que a poligamia é permitida de maneira explícita ou implícita. Alguns anos atrás, era comum ouvir mulheres justificando as infidelidades de seus maridos por causa da “condição natural”.

Aqui você encontrará dicas úteis sobre como superar uma traição e continuar o relacionamento.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a A pessoa que trai sente remorso?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sentimentos.

Bibliografia
  • Canto Ortiz, J. M., García Leiva, P., & Gómez Jacinto, L. (2009). Celos y emociones: Factores de la relación de pareja en la reacción ante la infidelidad. Athenea digital: revista de pensamiento e investigación social, (15), 039-55.
  • Riso, W. (2015). Guía práctica para afrontar la infidelidad de la pareja. Phronesis

Escrever comentário sobre A pessoa que trai sente remorso?

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Miguel
como age um homem que trai?

A pessoa que trai sente remorso?
A pessoa que trai sente remorso?

Voltar ao topo da página