Partilhar

Como superar uma separação com filhos

 
Por Equipe editorial. 18 dezembro 2019
Como superar uma separação com filhos

Uma separação é um acontecimento doloroso, mesmo quando é amigável. As circunstâncias de uma separação sempre são complexas, mas são ainda mais quando o casal tem filhos, já que essa mudança também afeta a situação familiar.

Por sua vez, os filhos são um estímulo de força e motivação para tentar manter uma relação cordial com o ex cônjuge, principalmente para que sofram o menos possível. Como superar uma separação com filhos? Em Psicologia-Online, te oferecemos informação de qualidade com base na inteligência emocional.

Também lhe pode interessar: Como superar o fim de um casamento

Separação com filhos pequenos: como proceder?

Em uma nova situação desse tipo, é habitual que os próprios pais sintam vertigem emocional e preocupação com essa nova fase. Toda a família está vivendo um processo de adaptação à mudança. Se recomenda que, como adulto, você tenha apoio externo ao próprio núcleo familiar para poder compartilhar as dúvidas e sensações sobre todo o processo com essas pessoas. O apoio externo é terapêutico para potenciar o desabafo e reduzir o estresse. Ao cuidar de você mesma(o), está prevenindo o contágio do seu próprio mal-estar ao seu filho. Além disso, como superar uma separação com filhos pequenos?

1. Seja paciente e encare a situação com calma

Confie que o tempo ajudará a colocar as coisas no seu sítio. Talvez você olhe à sua volta e observe o exemplo de algum ex-casal que mantém uma relação cordial e você sente que precisará fazer um esforço emocional grande para poder ter esse critério agora. O tempo é importante para aliviar as feridas do primeiro momento e deixar que a distância ajude a acalmar o sofrimento. Não esqueça que esse momento passará.

Tente dar normalidade à nova situação familiar sem estabelecer constantes comparações com a etapa prévia. Ahora, vocês já não têm um papel de casal, contudo, continuam tendo a grande responsabilidade de amar os vossos filhos de forma incondicional e de educá-los com valores sólidos. Por isso, podem centrar a comunicação nos aspetos relacionados com o cuidado das crianças. O estabelecimento de objetivos comuns pode ser especialmente eficaz nesse momento.

2. Desenvolva estratégias de comunicação

Se recomenda potenciar técnicas para a comunicação eficaz com os professores das crianças caso eles vejam alguma mudança na atitude delas ou queiram fazer alguma observação. A casa e a escola são dois dos espaços mais importantes na vida de uma criança. Por esse motivo, convém estabelecer pontes de diálogo entre os dois cenários.

3. Trabalhe a sua empatia e inteligência emocional

Pense no bem comum. Em uma situação de separação, você pode experienciar sensações de individualismo. Contudo, desde o ponto de vista racional, você pode reduzir a situação ao observar como o bem comum potencia o seu próprio bem-estar e dos seus filhos. Ou seja, se os seus filhos se sentem bem. você também está melhor (e vice-versa).

Não cometa os erros universais dos quais tantas vezes as pessoas que passaram por esse processo se arrependem. Tenha cuidado com as atitudes que podem ser o resultado da sua raiva como, por exemplo, falar mal do/a ex aos seus filhos/as. Se você necessita desabafar, escreva tudo o que precisa expressar em uma carta e, depois, rasgue o envelope.

4. Procure um bom terapeuta

Peça ajuda profissional. Um psicólogo pode te orientar com sugestões e recomendações concretas na esfera da situação familiar para agir de forma construtiva e pedagógica. O especialista pode dar indicações sobre como comunicar a separação às crianças, assim como sobre como superar a superação e a tristeza que causa. Nesse caso, é recomendado não dar detalhes excessivos aos seus filhos sobre os motivos do término.

Como superar uma separação com filhos - Separação com filhos pequenos: como proceder?

Como superar uma separação com filhos adolescentes

A adolescência é uma etapa de vida complexa. Como superar uma separação com filhos adolescentes? Te oferecemos os seguintes conselhos:

  • Tenha claro que a sua separação familiar não deve ser sinônimo de uma mudança na vida do seu filho em relação à fase da vida na qual ele se encontra. Ele continua sendo um adolescente, não um adulto. Portanto, merece viver este período da vida dele com as responsabilidades próprias da sua idade.
  • Escutar a sua opinião. É importante reforçar a escuta ativa para entender o ponto de vista do adolescente.
  • Escuchar su opinión. Es importante reforzar la escucha activa para atender el punto de vista del adolescente. Nunca coloque o seu filho em uma posição na qual tem de escolher entre você e seu/sua ex.
  • Uma separação provoca uma mudança inevitável na própria situação familiar. No entanto, se recomenda que, na medida do possível, um/uma adolescente não tenha que que enfrentar muitas mudanças na sua vida. Por exemplo, os pais podem tomar decisões eficazes para propiciar que a rotina do/da jovem continue sendo muito semelhante à que tinha antes da separação. Dessa forma, apesar das mudanças pelas quais passa, ele/ela sente estabilidade na sua zona de conforto.
  • Autoridade. É verdade que o/a adolescente pode sofrer como consequência da separação dos pais, no entanto, isso não deve ser uma desculpa para ser excessivamente protetor/a com ele/a. É importante que os valores e limites que estavam presentes no estilo de educação adotado pela família continuem presentes a partir de agora. Os pais devem reforçar a comunicação par compartilhar informação sobre esse assunto. O seu papel em relação ao seu cônjuge mudou, no entanto, a sua relação com o seu filho/a continua a mesma.
  • Compartilhe tempo de qualidade com os seus filhos. Continue criando novas memórias familiares. É importante que o divórcio não seja um ponto brusco de viragem, mas sim um seguimento da própria rotina familiar.
  • É recomendado que a informação sobre a situação de forma conjunta, formando uma equipe. Dessa forma, esta imagen também transmite uma informação aos filhos. É a informação da colaboração e a confiança entre ambos.
Como superar uma separação com filhos - Como superar uma separação com filhos adolescentes

5 conselhos para superar uma separação ou divórcio

  1. Fale com outras pessoas do seu entorno que tenham passado por uma situação semelhante, já que podem compartilhar essa experiência vital tão valiosa com você. Os conselhos de pessoas da sua confiança podem ser uma referência útil para te dar alguma luz em um momento no qual é possível que você esteja confuso/a.
  2. Cuide de você. A dor e a separação podem ser tão intensas que você nota como essas emoções alteram o seu astral. Aplique esse critério essencial de cuidar de você mesmo/a, não só por você, mas também pelos seus filhos ou filhas. Você precisa estar bem.
  3. Uma separação tem consequências. No entanto, se recomenda que você não esqueça qual foi a causa dessa decisão e atue de forma coerente com a mesma. Dessa forma, em vez de observar a separação em termos de negatividade, você pode encontrar um significado nessa situação.
  4. Fomente a amizade com o seu/sua ex. Não se trata de que seja o seu melhor amigo/a e que você conte suas questões privadas a essa pessoa. No entanto, se recomenda que seja alguém em quem você confia temas que afetam os dois. Seu/sua ex foi uma pessoa importante para você. Por respeito a esse amor que ambos viveram, podem tentar estar à altura do que essa história exige para vocês.
  5. Podem formar uma bonita família, se realmente ambos querem deixar de lado as vossas diferenças e priorizar o mais importante. Ninguém diz que vai ser fácil, no entanto, essa forma de agir é uma manifestação de amor que também pode ser experienciado após a separação através da humildade, da capacidade de perdoar e de evitar a falta de respeito no casal.

Agora que você já conhece as dicas de Psicologia-Online sobre como superar uma separação com filhos, não hesite em compartilhar a sua experiência nos comentários abaixo.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como superar uma separação com filhos, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Escrever comentário sobre Como superar uma separação com filhos

O que lhe pareceu o artigo?

Como superar uma separação com filhos
1 de 3
Como superar uma separação com filhos

Voltar ao topo da página