Partilhar

11 diferenças entre amor e paixão

 
Por Equipe editorial. 14 maio 2020
11 diferenças entre amor e paixão

Romeu e Julieta, Calisto e Melibea, a Bela e a Fera, quem nunca sonhou com um amor de livro? Desde pequenos aprendemos um ideal de amor tendencioso, pois essa ideia de amor perfeito está implantada em nossa sociedade, onde você ama e amam você no mesmo nível. Um relacionamento em que você daria sua vida pela outra pessoa e desejaria que a outra pessoa desse por você.

No entanto, sabemos que o amor é muito mais complexo do que nos vendem nos filmes. O que não nos explicam são as fases pelas quais as pessoas passam antes de amar completamente. Muitas vezes, se confunde entre estar apaixonados e amar de verdade, portanto, em Psicologia-Online, queremos explicar para você, do ponto de vista da psicologia, qual é a diferença entre amor e paixão.

Também lhe pode interessar: O que é amor incondicional

O que é o amor: definição em psicologia

Conforme coletado pelo dicionário fornecido pela Associação Americana de Psicologia, o termo amor é:

Uma emoção complexa que envolve fortes sentimentos de afeto e ternura pelo objeto de amor, sensações agradáveis em sua presença, devoção ao seu bem-estar e sensibilidade às suas reações a si próprio. Embora o amor assuma muitas formas, incluindo a preocupação pelos seres humanos (amor fraternal), o amor parental, o amor erótico, o amor próprio e a identificação com a totalidade do ser (amor de Deus), a teoria triangular do amor propõe três componentes essenciais: paixão, intimidade e compromisso.

A combinação desses três elementos da teoria de Stenberg dá lugar a 7 tipos de amor no relacionamento.

Entendemos como amor aquela emoção experimentada em relação a outra pessoa, uma vez que já a conhecemos de uma maneira mais profunda. Ou seja, sabemos os efeitos e vantagens dela e, mesmo assim, o sentimento afetivo em relação a essa pessoa continua existindo. Uma vez superada essa fase do amor romântico, as pessoas não se baseiam apenas na atração, no romantismo e na idealização que encontramos ao se apaixonar. Nesta, a necessidade de respeito, compromisso, vontade de compartilhar e perdoar se tornam cada vez mais presentes. Aqui você pode ver o que é o amor incondicional.

O que é a paixão: definição em psicologia

Conforme indica o neurologista e psiquiatra Mora (2007), conhecemos o conceito de se apaixonar de acordo com a psicologia como:

O estado de uma pessoa dominada por um sentimento vivo em relação à outra, a quem considera seu maior bem, com a qual gostaria de estar unida para sempre e pela qual sacrificaria, se necessário, sua própria vida.

A paixão é muitas vezes considerada a primeira fase de um relacionamento amoroso, em que as pessoas relatam se sentirem atraídas por uma pessoa específica e com as quais sentem uma série de mudanças fisiológicas quando pensam ou veem essa pessoa.

Durante essa fase, os apaixonados não conhecem realmente a outra pessoa e, portanto, veem tudo o que fazem, dizem e as cercam como correto e ideal. Começa a partir da base de uma atração que quase involuntariamente nos leva a concentrar toda nossa atenção nela. Isso é devido às sensações produzidas por sua presença. Neste artigo, você encontrará mais informações sobre o processo de se apaixonar.

Características e sintomas da paixão

Os apresento uma série de atitudes e pensamentos característicos das pessoas apaixonadas:

  • Desejo de contato físico.
  • Desejo de reciprocidade.
  • Medo de rejeição.
  • Falta de concentração.
  • Pensamentos regulares sobre a outra pessoa.
  • Nervosismo e ansiedade.
  • Interesse nos gostos da outra pessoa.
  • Atenção focada na outra pessoa.
  • Apenas vendo o lado positivo da outra pessoa.

Qual é a diferença entre amor e paixão

Depois de ver a definição de amor e de paixão, podemos concluir que não é a mesma coisa, mas como saber se você está apaixonado ou amando? Quais diferenças entre o amor e a paixão de acordo com a psicologia?

Segundo Fromm (1957), uma série de pontos poderiam ser identificados nas quais se diferencia amor e paixão:

  1. A paixão nasce ao sentir uma atração por uma pessoa e através da qual derrubamos as “barreiras” que nos separam do restante dos indivíduos. Enquanto que o amor nasce uma vez que você realmente conhece a outra pessoa.
  2. Na paixão temos a sensação de que criamos uma conexão especial com essa pessoa, por isso compartilhamos com ela nossos sentimentos e pensamentos mais íntimos. No amor, a abertura com a outra pessoa é a consequência da confiança criada entre ambos.
  3. Uma mudança química é produzida em nosso organismo biológico. Graças a essa mudança, a pessoa apaixonada se sente feliz e de bom humor. O amor não dá mais lugar a esses processos orgânicos.
  4. Durante essa fase, a pessoa apaixonada tem a sensação de que a pessoa da qual está apaixonada é perfeita e que é a mais maravilhosa do mundo. Esse ponto é considerado como a maior diferença entre ambos conceitos.
  5. Começa a amar quando para de estar apaixonado.
  6. Para amar se requer um tempo para conhecer a outra pessoa, tanto boa como má, tanto os defeitos como as virtudes.
  7. O amor começa na base da realidade, onde você deixa de ver seu cônjuge de maneira idealizada.
  8. Considera-se que, para amar uma pessoa, é necessário colocar em uma balança o que é bom e o que é ruim e depois amá-la.
  9. Enquanto que a paixão é o primeiro contato com a outra pessoa, o amor nasce da convivência verdadeira com ela. De compartilhar e receber. De viver interesses e sonhos de maneira compartilhada.
  10. Embora a paixão possa não ser totalmente recíproca, o amor deve ser. Você não pode amar alguém que não te ama. Na paixão, a idealização dela pode fazer você aceitar que ela não o ame como você à ela, no entanto, se você ama alguém e essa pessoa não se interessa por você, você experimentará uma sensação de frustração. Se esse for seu caso, ler este artigo sobre como esquecer um amor não correspondido pode ajudar.
  11. Na fase da paixão, as pessoas sentem afeto e admiração pela outra pessoa, enquanto que no amor essas sensações desaparecem para dar lugar ao que é conhecido como o apego.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a 11 diferenças entre amor e paixão, recomendamos que entre na nossa categoria de Sentimentos.

Bibliografia
  • American Psychiatric Association (APA). (2002). Manual Diagnóstico y Estadístico de los Trastornos Mentales DSM-IV-TR.Barcelona: Masson.
  • Araujo Gamarra, Y. R. (2019). Amistad y enamoramiento. Universidad nacional de Trujillo.
  • Fromm, E. (1957). El Arte de Amar. México. Editorial: Ediciones Paidós Ibérica.
  • Mora Montes, J. M. (2007). Comprensión del enamoramiento. Cauriensia, Vol. II (2007) 363-388, ISSN: 1886-4945

Escrever comentário sobre 11 diferenças entre amor e paixão

O que lhe pareceu o artigo?

11 diferenças entre amor e paixão
11 diferenças entre amor e paixão

Voltar ao topo da página