Partilhar

Não confio no meu namorado, o que fazer?

 
Por Equipe editorial. 20 julho 2020
Não confio no meu namorado, o que fazer?

A confiança é um dos ingredientes mais importantes em uma história de amor. Existem diferentes situações nas quais uma pessoa pode sentir que desconfia de seu namorado, neste artigo que publicamos em Psicologia-Online, analisamos três exemplos que podem servir como referência. "Não confio no meu namorado: o que fazer?", se você se sente identificado/a com essa pergunta, tente descobrir a causa do que está acontecendo e adote uma nova atitude diante dos fatos externos. Não aja com indiferença, confiando que este evento se solucionará sem fazer nada. Você tem que se envolver para reconduzir essa situação.

Não confio no meu namorado pelo passado dele

Quando você conhece uma pessoa, o passado dela faz parte de sua biografia. Como você, seu namorado também teve uma história pessoal anterior. Assim como você não gostaria que seu namorado julgasse os eventos que fazem parte da sua vida, é importante que você evite que o passado do seu namorado se torne um obstáculo à felicidade no presente.

Isso não significa que o passado de uma pessoa não possa ser significativo em relação à falta de confiança. Por exemplo, se uma pessoa desconfia de seu namorado porque conhece episódios anteriores nos quais ele foi infiel em diferentes relacionamentos, então, a desconfiança não está condicionada apenas por esse ponto, mas pela crença de que ele não mudou. Ou seja, pensa que ele pode repetir comportamentos do passado no presente.

Se você não confia no seu namorado por causa do passado dele, tente analisar de maneira objetiva quais motivos você tem para sentir que esse episódio do passado a afeta diretamente. Por exemplo, essa realidade pode te afetar se você sente que seu namorado ainda continua sendo a mesma pessoa, ou seja, se você acha que ele não evoluiu em relação a esse momento.

O que você pode fazer se não confia no seu namorado por causa do passado dele?

  • Identifique qual é esse ingrediente do passado dele que faz você sofrer especialmente. Qual é seu medo?
  • Converse com seu namorado. O diálogo em torno deste tema pode ser terapêutico, pois pode dar a você o ponto de vista dele e mostrar-se diante de você em toda sua essência. Por exemplo, pode acontecer que, através das palavras dele, você perceba que não tem motivos para desconfiar.
  • Seja grata/o pelo passado. De fato, graças ao caminho que seu namorado percorreu, ele chegou até aqui. E na situação atual, isso faz parte da sua vida.

Não confio no meu namorado e ele não me dá motivos

Se você não confia no seu namorado, mesmo que, objetivamente, ele não te dê motivos para isso, pode ser boa ideia pedir ajuda psicológica para superar essa insegurança emocional no relacionamento em um processo terapêutico que permita que você conheça melhor a si mesmo/a e se aprofunde no seu mundo interior.

Se você não confia no seu namorado, mas ele não te dá motivos, é importante que você pelo menos tome consciência disso. Ou seja, você não pode responsabilizá-lo do que acontece com você. Se, em um nível racional, você é consciente de que, embora você não confie no seu namorado, ele não lhe dá motivos para duvidar dele, tente repetir essa mensagem com mais frequência. Compartilhe-a também com pessoas de sua confiança que conhecem sua história. Tente se concentrar na história como ela é.

Concentre-se no seu presente. Talvez seu medo esteja condicionado pela vertigem da incerteza do futuro. No entanto, ninguém pode saber exatamente o que acontecerá dentro de cinco anos. Portanto, fixe sua mente e seu coração no agora.

Não confio no meu namorado, o que fazer? - Não confio no meu namorado e ele não me dá motivos

Não confio no meu namorado porque ele mentiu

  • As mentiras produzem um efeito no contexto do relacionamento, geram uma memória emocional. Em uma situação deste tipo, pode ser aconselhável fazer uma terapia de casal, se ambos estiverem de acordo em assumir este compromisso de retomar o diálogo e fazer sua parte para recuperar a confiança.
  • Uma pessoa não é reduzida à uma ação específica. Que outras virtudes, valores e gestos você admira no seu namorado? Você pode realizar o exercício de colocar na balança tudo de bom que você vê na pessoa dele contra essa mentira específica.
  • É verdade que nem todas as mentiras têm a mesma dimensão, nem produzem os mesmos efeitos. Por esta razão, com base no que aconteceu, você deve realizar um exercício sincero de refletir sobre seu desejo de perdoar (se seu namorado mostra seu arrependimento pelo que aconteceu) ou terminar o relacionamento ao perceber que, objetivamente, você não se sente preparada para recuperar a confiança depois do que aconteceu.
  • Você também pode dar um tempo ao seu namorado, pois assim você poderá avaliar se seu medo de que ele minta para você novamente é real ou, pelo contrário, é apenas uma forma de ruído mental que não permite que você se divirta.

Como dizer ao meu namorado que eu não confio nele

Como viver este momento do ponto de vista da esperança?

  • Procure um lugar íntimo e tranquilo para conversar. Tente manter uma conversa em um tom calmo.
  • Expresse as razões pelas quais você não confia nele, ouça o que ele tem a dizer. Tente expandir seu mapa mental, evite os preconceitos e as suposições, deste modo, você poderá avaliar melhor a mensagem do seu namorado.
  • Se você tomou uma decisão sobre essa situação, então, enfrente esse momento sem esperar que as coisas mudem magicamente.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Não confio no meu namorado, o que fazer?, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Escrever comentário sobre Não confio no meu namorado, o que fazer?

O que lhe pareceu o artigo?

Não confio no meu namorado, o que fazer?
1 de 2
Não confio no meu namorado, o que fazer?

Voltar ao topo da página