Partilhar

Não quero mais meu marido: o que fazer

Por Marissa Glover, Psicóloga. 27 agosto 2019
Não quero mais meu marido: o que fazer

Quando uma pessoa começa a ter essa dúvida, é sem dúvida um sinal de que algo está acontecendo dentro do relacionamento que faz com que ela já não se sinta tão feliz como antes. O simples fato de fazer essa questão não significa que você deixou de amar o seu marido, já que alguns casos pode tratar-se unicamente de uma confusão ou de um estado de espírito passageiro.

Nesse artigo de Psicologia-Online "Não quero mais meu marido: o que fazer", te ofereceremos informação valiosa que permitirá fazer uma reflexão mais ampla e exaustiva sobre quais são as principais razões pelas quais você pensa não querer mais o seu marido, assim como conselhos que servem como guia para saber o que fazer nessa situação.

Também lhe pode interessar: Meu marido não conversa comigo, o que fazer?

Diferença entre amor e paixão

Você sabia que existe uma grande diferença entre amor e paixão? Muitas pessoas confundem os dois termos e acreditam que, quando a paixão acaba, quer dizer que acabou também o amor, o que não é verdade.

Então, o que significa paixão? Estar apaixonado é um processo emocional que se gera a partir da alegria e da emoção que se experiencia ao sentir-se muito atraído por uma pessoa. Quando uma pessoa está apaixonada, chega a "sentir-se nas nuvens" ou "sentir borboletas no estômago" só por ver ou até pensar nessa pessoal. Alguém apaixonado é capaz de fazer as maiores loucuras pelo outro, idealiza a pessoa deixando totalmente de ver os defeitos dela e exagerando as suas virtudes, vive com constantes altos e baixos emocionais causados por emoções fortes que a outra pessoa provoca. Na sua mente, pensamentos e ações são encaminhados a estar com a pessoa amada e sente a necessidade de lutar por isso, entre muitos outros sintomas que este estado tão agradável provoca (quando é correspondido).

O que significa amar alguém de verdade?

Não existe nada de errado em estar apaixonado, vale a pena ter essa sensação pelo menos uma vez na vida, mas devemos saber que, por ser um estado emocional, tem um tempo limite e chega ao seu fim. Quando a paixão termina, os apaixonados começam a ver realmente quem é a pessoa amada, param de exagerar as suas virtudes e começam a notar que, como todas, também possuem defeitos. Toda essa série de emoções exageradas desaparece ou diminui e é aqui que é possível estabelecer um ponto de partida até um amor mais sincero e real.

Não sei se amo mais o meu marido

Quando você ama verdadeiramente alguém, você tem consciência dos defeitos e virtudes dessa pessoa, de que nem tudo precisa ser sempre cor de rosa e de que a outra pessoa não é perfeita, assim como você também não é. Apesar disso, você escolhe continuar com essa pessoa e, com o tempo, reforça um amor que vai mais alá do desejo físico para atingir um plano mais espiritual.

Em suma, o amor não tem prazo de validade, mas a paixão sim, e é importante aprender a diferenciá-los. É possível que você pense "Não quero mais meu marido, o que fazer?" no momento em que a paixão esfria e dá lugar ao carinho e ao amor verdadeiro.

Não quero mais meu marido: o que fazer - Diferença entre amor e paixão

Como saber se ainda amo meu marido

"Não quero mais meu marido: o que fazer?" Antes de começar a planejar o que fazer quanto a isso, você deve fazer uma reflexão sobre algumas questões que possivelmente está ignorando e que ajudam a entender o que você sente realmente.

  • Você confundiu paixão com amor? Depois de ter entendido o que explicamos antes, em que consiste o amor e a paixão, você conclui algo sobre o que está acontecendo com você? Acredita que vale a pena continuar com o seu marido mesmo depois da paixão ter acabado? Faça essa pergunta a você mesma(o), assim como outras relacionadas que possam surgir.
  • Você consegue identificar em que momento deixou de querer o seu marido? Busque na sua memória e identifique a partir de que momento o amor que você sente pelo seu marido começou a diminuir, pode ser por terem problemas constantes, por ele ter deixado de ser fisicamente atraente para você, por ele ter feito coisas que você não gostou, etc.
  • O que você sente que falhou no relacionamento? Pense se existe algo importante para você que está faltando no seu relacionamento e se é possível tê-lo em algum momento.
Não quero mais meu marido: o que fazer - Como saber se ainda amo meu marido

Quero me separar mas tenho medo de me arrepender - 3 chaves

Nos relacionamentos em casal, existem vários altos e baixos que fazem com que nos sintamos mais ou menos conectados com a pessoa amada em determinados momentos. Se não nos conhecemos bem a nós mesmos e não sabemos como gestionar esses momentos, pode surgir muita confusão. Por esse motivo, é importante não agir de forma impulsiva e evitar tomar decisões precipitadamente sem ter feito antes uma reflexão sobre o que está acontecendo com você agora.

  • Seja sincero com você mesmo(a). Antes de tudo, você deve ser sincero(a) com você mesmo(a) e reconhecer o que sente verdadeiramente em relação ao seu marido. Se você não está segura(o) do que quer, faça um exercício de introspeção e uma reflexão profunda sobre o que está acontecendo e determine o que é melhor para você.
  • Fale com o seu marido. Além de ser sincero com você mesmo, é importante que também seja franca(o) com o seu marido e que ele saiba como você se sente nesse momento. Isso não só vai permitir que você faça algo em relação ao que você sente, por muito difícil que seja, mas o seu marido também vai agradecer que você tenha tido o respeito de ser sincera(o) com ele. Outra vantagem de expressar o que você sente ao seu marido é saber também o que ele sente. É possível que você descubra coisas nesse momento também.
  • Tome uma decisão. Depois de falar com o seu marido de forma sincera sobre o que você está sentindo, tome um tempo se ainda se sente confusa(o) mas use esse tempo para tomar uma decisão e entender se o seu relacionamento tem futuro. Caso você se sinta segura(o) de que não quer mais o seu marido na sua vida, terá de optar por terminar o relacionamento, pelo seu bem e pelo dele, já que só assim estará sendo coerente consigo mesma(o).

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Não quero mais meu marido: o que fazer, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Escrever comentário sobre Não quero mais meu marido: o que fazer

O que lhe pareceu o artigo?
7 comentários
A sua avaliação:
Ana Paula Durval Nunes
Eu não sinto mais nada pelo meu marido porque ?
A sua avaliação:
Juciana oliveira bispo
Eu nao sinto mais nada por meu marido, so que ele me ama,o que fazer?

Tenho pavor so em pensar de fazer sexo com ele,me ajuda?e nessa história ainda tenho uma filha de 3 anos
A sua avaliação:
Camila
Sou casada há 10 anos e no último mês desconfio com quase certeza que me traiu com uma garota de programa.
Nossa relação não vem bem há muitos anos, meu marido é muito indiferente comigo, não é o tipo de homem que valoriza sua esposa, nunca me diz que estou bonita coisas do tipo que gostamos de escutar e sentirmos quando somos amadas, nossa relação intima é muito frustrante pra mim pois ele não me procura nunca, sempre sou eu que tomo a iniciativa e muitas e muitas vezes ele me rejeita. Mesmo com tudo isso sempre insisto e tento entender ele e sempre propuz de procurarmos ajuda, mas ele não enxerga o problema e diz que eu que crio um problema na nossa relação.
Mas agora sinto que alguma coisa mudou dentro de mim depois que peguei as fotos no seu celular, busca na Internet por prostitutas , sinto que algo se perdeu no que sentia por ele e não sei se vou superar e voltar a olhar ele como o olhava antes.
Eu tive que falar o que descobri e o quanto estava desepcionada com ele e queria entender o porquê estava procurando prostitutas o que estava faltando na nossa relação e disse que queria me separar não tinha mais como manter uma relação assim. Nunca fui uma esposa desconfiada e insegura, não tenho costume de mexer nas coisas deles mas alguma coisa me fez olhar o celular dele.
Estamos juntos ainda tentando superar mas sinto que não esta realmente empenhado a superar e mudar suas atitudes pois é mais fácil não falar dos problemas do que buscarmos uma solução. Estou me sentindo muito triste com tudo isso e vejo que pra ele é como se nada tivesse acontecido e estamos vivendo da mesma forma que antes.
Sei que estou protelando uma decisão que tenho que tomar, e não sei por que ainda não fiz. Talvez com medo de ser julgada pela minha família ou insegurança de ter que reconstruir minha vida sozinha.
A sua avaliação:
Olivia
Sou casada há sete anos, tenho duas filhas com meu marido, mas desde a gestação da nossa segunda filha ele mudou pra mim, sinto que ele não a queria, ele me traiu e eu descobri não só com uma mulher que é noiva como com outras, e garotas de programa, agora minha filha mais nova está com um ano e oito meses, decidi me separar dele, pois sinto que estou ficando louca, perdi minha saúde mental, eu era muito vaidosa, me sentia bonita, hoje me sinto um traste velho, me sinto velha, feia e acabada, e foi ele mesmo que fez com que eu me senti se assim, eu ainda gosto dele, mas sinto que não vou mais ter paz enquanto estiver ao seu lado, por isso decidi me separar, mas agora ele está prometendo que vai mudar, que vai ser tudo diferente, falou que me ama e que quer terminar os dias da vida dele ao meu lado, antes quando eu falava em separar ele sempre concordava mas aí eu desistia, não tenho apoio de ninguém, e no momento estou sem trabalhar, por não ter com quem deixar minha filha mais nova, me sinto perdida, o desejo de sair de perto dele é mais forte do que o de ficar, e tentar de novo não sei o que fazer.
Sayuri
Amiga não sou psicóloga mas tem algo que eu sei bem,não se cresce verdadeiramente como mulher sem a passagem de pelo menos 1 cretino na nossa vida. Sei bem o que está passando porque eu já passei por isso, mas a minha dica seria de fato se separar dele, a pensão das filhas ele tem de dar de qualquer jeito inclusive a sua até a sua recolocação no mercado, procure a defensoria pra saber seus direitos, mas antes de tudo tenha vontade de levantar e sacudir a poeira e dar a volta por cima, não há nada pior no mundo do que estar ao lado de alguém que nos faz perder a dignidade, se precisar de mais dicas e encorajamento de como sair dessa comente aqui, abraços e beijos de luz.
A sua avaliação:
Mercia
Estou longe do meu marido e sinto que ja nao aamo
A sua avaliação:
Nataly
Meu marido me julga diz q tenho amante
Nao tenho nenhum
Ja trair ele com 3 homens mais foi por sexo pq ele nao me satisfaz na cama nunca mim satisfez ele tem o pito que parece palito de fosforo de tao pequeno ele e gordo mesmo assim apoiei ele 1 ano e 4 meses juntos temos um filho mais nao amo e nunca amei ele gostava muito dele mais dps que ele deu pra me julgar nao gosto nem q ele me toque m sinto mau confessei q trair ele m perdou nap voltei mais atrair ele
Mais ele nao confia em mim e e muito ciumento lembrado q ele ja era antes deu trair ele super agora e mais nao sei oque faco nao quero magoar ele .
Vanda
Magoar ele você já magoa. Se você não quer deixar ele só por isso, então você pode deixar, ele não vai sofrer tanto quanto vai sofrer se continuarem assim.
A sua avaliação:
Geane
Não estou feliz no meu relacionamento mais não sei si quero terninar!não sei oque fazer
Leticia
e uma situação difícil demais!
eu também estou vivendo um momento péssimo e quero me separar do marido,mas tenho medo por ter uma filha de e anos.
RENAN
E eu quero me separar da minha esposa, ela é muito fria e sinto que não me ama e a toda hora aponta defeitos em mim, tecendo muitas xriticas. As vezes acho ser proposital com intuito que eu vá embora... mas amo muito meu filho.

Não quero mais meu marido: o que fazer
1 de 3
Não quero mais meu marido: o que fazer

Voltar ao topo da página