Partilhar

Não quero mais meu marido: o que fazer

 
Por Marissa Glover, Psicóloga. 27 agosto 2019
Não quero mais meu marido: o que fazer

Quando uma pessoa começa a ter essa dúvida, é sem dúvida um sinal de que algo está acontecendo dentro do relacionamento que faz com que ela já não se sinta tão feliz como antes. O simples fato de fazer essa questão não significa que você deixou de amar o seu marido, já que alguns casos pode tratar-se unicamente de uma confusão ou de um estado de espírito passageiro.

Nesse artigo de Psicologia-Online "Não quero mais meu marido: o que fazer", te ofereceremos informação valiosa que permitirá fazer uma reflexão mais ampla e exaustiva sobre quais são as principais razões pelas quais você pensa não querer mais o seu marido, assim como conselhos que servem como guia para saber o que fazer nessa situação.

Diferença entre amor e paixão

Você sabia que existe uma grande diferença entre amor e paixão? Muitas pessoas confundem os dois termos e acreditam que, quando a paixão acaba, quer dizer que acabou também o amor, o que não é verdade.

Então, o que significa paixão? Estar apaixonado é um processo emocional que se gera a partir da alegria e da emoção que se experiencia ao sentir-se muito atraído por uma pessoa. Quando uma pessoa está apaixonada, chega a "sentir-se nas nuvens" ou "sentir borboletas no estômago" só por ver ou até pensar nessa pessoal. Alguém apaixonado é capaz de fazer as maiores loucuras pelo outro, idealiza a pessoa deixando totalmente de ver os defeitos dela e exagerando as suas virtudes, vive com constantes altos e baixos emocionais causados por emoções fortes que a outra pessoa provoca. Na sua mente, pensamentos e ações são encaminhados a estar com a pessoa amada e sente a necessidade de lutar por isso, entre muitos outros sintomas que este estado tão agradável provoca (quando é correspondido).

O que significa amar alguém de verdade?

Não existe nada de errado em estar apaixonado, vale a pena ter essa sensação pelo menos uma vez na vida, mas devemos saber que, por ser um estado emocional, tem um tempo limite e chega ao seu fim. Quando a paixão termina, os apaixonados começam a ver realmente quem é a pessoa amada, param de exagerar as suas virtudes e começam a notar que, como todas, também possuem defeitos. Toda essa série de emoções exageradas desaparece ou diminui e é aqui que é possível estabelecer um ponto de partida até um amor mais sincero e real.

Não sei se amo mais o meu marido

Quando você ama verdadeiramente alguém, você tem consciência dos defeitos e virtudes dessa pessoa, de que nem tudo precisa ser sempre cor de rosa e de que a outra pessoa não é perfeita, assim como você também não é. Apesar disso, você escolhe continuar com essa pessoa e, com o tempo, reforça um amor que vai mais alá do desejo físico para atingir um plano mais espiritual.

Em suma, o amor não tem prazo de validade, mas a paixão sim, e é importante aprender a diferenciá-los. É possível que você pense "Não quero mais meu marido, o que fazer?" no momento em que a paixão esfria e dá lugar ao carinho e ao amor verdadeiro.

Não quero mais meu marido: o que fazer - Diferença entre amor e paixão

Como saber se ainda amo meu marido

"Não quero mais meu marido: o que fazer?" Antes de começar a planejar o que fazer quanto a isso, você deve fazer uma reflexão sobre algumas questões que possivelmente está ignorando e que ajudam a entender o que você sente realmente.

  • Você confundiu paixão com amor? Depois de ter entendido o que explicamos antes, em que consiste o amor e a paixão, você conclui algo sobre o que está acontecendo com você? Acredita que vale a pena continuar com o seu marido mesmo depois da paixão ter acabado? Faça essa pergunta a você mesma(o), assim como outras relacionadas que possam surgir.
  • Você consegue identificar em que momento deixou de querer o seu marido? Busque na sua memória e identifique a partir de que momento o amor que você sente pelo seu marido começou a diminuir, pode ser por terem problemas constantes, por ele ter deixado de ser fisicamente atraente para você, por ele ter feito coisas que você não gostou, etc.
  • O que você sente que falhou no relacionamento? Pense se existe algo importante para você que está faltando no seu relacionamento e se é possível tê-lo em algum momento.
Não quero mais meu marido: o que fazer - Como saber se ainda amo meu marido

Quero me separar mas tenho medo de me arrepender - 3 chaves

Nos relacionamentos em casal, existem vários altos e baixos que fazem com que nos sintamos mais ou menos conectados com a pessoa amada em determinados momentos. Se não nos conhecemos bem a nós mesmos e não sabemos como gestionar esses momentos, pode surgir muita confusão. Por esse motivo, é importante não agir de forma impulsiva e evitar tomar decisões precipitadamente sem ter feito antes uma reflexão sobre o que está acontecendo com você agora.

  • Seja sincero com você mesmo(a). Antes de tudo, você deve ser sincero(a) com você mesmo(a) e reconhecer o que sente verdadeiramente em relação ao seu marido. Se você não está segura(o) do que quer, faça um exercício de introspeção e uma reflexão profunda sobre o que está acontecendo e determine o que é melhor para você.
  • Fale com o seu marido. Além de ser sincero com você mesmo, é importante que também seja franca(o) com o seu marido e que ele saiba como você se sente nesse momento. Isso não só vai permitir que você faça algo em relação ao que você sente, por muito difícil que seja, mas o seu marido também vai agradecer que você tenha tido o respeito de ser sincera(o) com ele. Outra vantagem de expressar o que você sente ao seu marido é saber também o que ele sente. É possível que você descubra coisas nesse momento também.
  • Tome uma decisão. Depois de falar com o seu marido de forma sincera sobre o que você está sentindo, tome um tempo se ainda se sente confusa(o) mas use esse tempo para tomar uma decisão e entender se o seu relacionamento tem futuro. Caso você se sinta segura(o) de que não quer mais o seu marido na sua vida, terá de optar por terminar o relacionamento, pelo seu bem e pelo dele, já que só assim estará sendo coerente consigo mesma(o).

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Não quero mais meu marido: o que fazer, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Escrever comentário sobre Não quero mais meu marido: o que fazer

O que lhe pareceu o artigo?

Não quero mais meu marido: o que fazer
1 de 3
Não quero mais meu marido: o que fazer

Voltar ao topo da página