menu
Partilhar

Orbiting: o que é, sinais e como agir

 
Por Andrea Fernández García. 9 março 2022
Orbiting: o que é, sinais e como agir

Quando parecia que você estava entendendo o que é ghosting e o que é stalkear alguém, surge outro termo novo chamado orbiting. Parece que as relações, desde que apareceram as redes sociais, cada vez mais ficam complicadas e continuam aparecendo constantemente termos e comportamentos novos que em outros tempos não eram usados.

Mas as redes já fazem tanto parte de nosso dia a dia, até o ponto de provocarem mudanças na forma com que nos relacionamos e conhecemos novas pessoas. Antes, quando você deixava de gostar de alguém que estava conhecendo durante um tempo, simplesmente falava isso e/ou deixavam de se ver. Mas agora, com as redes, este contato pode continuar existindo, mesmo quando se sabe que a relação não vai para frente. Por isso, neste artigo de Psicologia-Online te explicamos o termo orbiting. Falaremos sobre o que é, sinais e como agir quando a situação acontece. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Sinais que o casamento acabou

O que é orbiting

Orbiting é um comportamento que se dá quando um relacionamento entre duas pessoas termina, deixa de haver interação explícita, ou seja, deixam de se ver e de se falar, mas continuam existindo interações pelas redes sociais. Ficar olhando stories do Instagram, curtir publicações, compartilhar o conteúdo postado com seus amigos e até mesmo comentar publicações, mas sem de fato falar diretamente com a pessoa.

A prática de orbiting é uma evolução do ghosting, cuja prática aparece de forma quase idêntica, mas se caracteriza porque, além do corte da comunicação, como ocorre no ghosting, continua existindo vínculo através de plataformas on-line.

Resumindo, orbiting é quando te fazem ghosting na vida real, mas interagem on-line. O contato de uma relação romântica ou de amizade termina sem explicações e se ignora qualquer comunicação, exceto as que são feitas on-line.

Orbiting: o que é, sinais e como agir - O que é orbiting

Como identificar orbiting

O fim da comunicação pode ser tanto inesperado como gradual e, permanente ou então relativo a um período de tempo específico (como poderia ser durante as férias). Encontramos diferentes motivações que podem levar uma pessoa a praticar o orbiting, entre elas encontramos que é uma forma fácil de cortar a comunicação sem que implique um grande esforço.

Alguns dos principais sinais que podem nos servir para identificar o orbiting poderiam ser:

  • Diminuem os encontros presenciais.
  • Aumenta a comunicação através de redes, por mensagens em vez de comunicação direta.
  • A outra pessoa se mantém distante, não há feedback da parte dela, mas ela curte suas postagens.

Como agir diante do orbiting

De forma geral, o orbiting se caracteriza por diferentes estados, especificamente três, que, segundo Williams (2009), seriam:

  1. Reflexivo. Este estágio ocorre imediatamente depois da detecção, e produz uma resposta rápida caracterizada por dor social, uma reavaliação das necessidades psicológicas básicas e emoções negativas.
  2. Refletivo. Este segundo estágio ocorre após a reflexão das pessoas, depois que puderam pensar sobre isso e integrar a situação a sua experiência. Neste estado as pessoas começam a recuperar da resposta inicial.
  3. Resignação. Caracterizado por sentimentos de alienação e, em alguns casos, depressão.

Portanto, após receber comportamentos de orbiting, e durante e/ou depois destes estágios, podem aparecer reações caracterizadas por:

  • Surpresa e confusão.
  • Raiva, tristeza e culpa.
  • Tentativas de reparar a relação.
  • Aceitação.

O que fazer em caso de orbiting

Alguns autores como Freedman et al. (2019) mantêm que as fortes crenças no destino por parte das vítimas de orbiting fariam o papel de fator protetor para aceitar o corte de comunicação e a interação nas redes, visto que atribuem o fato ao destino.

Se sofremos orbiting, será importante agir, por um lado, com autocuidados pessoais para poder integrar a experiência em nossa história vital de uma maneira sadia e sem que nos afete excessivamente, podendo sair "mais fortes" da experiência.

Por outro lado, se sentimos que vai nos ajudar, podemos comunicar à outra pessoa como essa situação nos faz sentir e, até mesmo, se nos incomoda muito a interação pelas redes sociais, eliminar e/ou bloquear para evitar esse mal-estar e emoções negativas que está nos provocando.

Como evitar o orbiting

Para evitar futuras situações de orbiting em outras relações, podemos colocar as cartas na mesa, como uma condição da relação (de qual tipo for), o fato de falar quando quisermos terminá-la por qualquer motivo à outra pessoa sem travas.

Muitas vezes ocorrem situações que nos incomodam por falta de comunicação desde o início. Por isso é importante apresentar nossas condições quando começamos relacionamentos.

Se você gostou deste artigo sobre o que é orbiting, sinais para identificar e como agir, te recomendamos ler nossos posts sobre Ghosting: o que é, causas e tipos e Breadcrumbing: o que é, sinais para identificar e como agir.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Orbiting: o que é, sinais e como agir, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Bibliografia

Pancani, L., Mazzoni, D., Aureli, N., & Riva, P. (2021). Ghosting and orbiting: An analysis of victims’ experiences. Journal of Social and Personal Relationships, 38(7), 1987–2007.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Orbiting: o que é, sinais e como agir
1 de 2
Orbiting: o que é, sinais e como agir

Voltar ao topo da página