Partilhar

Como superar a dependência emocional

 
Por Equipe editorial. 11 abril 2019
Como superar a dependência emocional

Todo ser humano é social por natureza, isto é, partilhar a vida com os outros nos enriquece. No entanto, é necessário não confundir este aspecto com a dependência, ou seja, com a ideia de acreditar que está constantemente condicionado por outra pessoa porque a sua vida sem essa pessoa não teria o mesmo sentido. Você é uma pessoa autônoma. Nasce e morre em solidão. Durante o resto da sua vida encontra companheiros de viagem, mas só você vai estar do seu lado sempre.

Você partilha toda a sua vida consigo mesmo, na intimidade da sua própria alma. Por isso, tomar consciência desta individualidade ajuda a pensar que qualquer relação dependente provoca angústia porque nunca será capaz de cobrir as carências afetivas. A dependência te leva a sofrer pela ansiedade do medo do abandono. Para saber como superar a dependência emocional, continue lendo esse artigo de Psicologia-Online.

Também lhe pode interessar: Como superar o fim do relacionamento

O que é dependência emocional

Antes de explicar como deixar de ser depende emocional, é importante saber o que é dependência emocional para saber se realmente é isso que está acontecendo com você e seu relacionamento.

A dependência emocional é frequentemente descrita como um vício de uma relação específica que é caracterizada pela preocupação e dependência excessivas, tanto no plano emocional, como social e até mesmo físico, de outra pessoa.

Existe ainda um debate sobre considerar esta dependência como uma patologia ou não. Os estudos demonstram que ela pode ser vista como um transtorno aditivo, sendo que uma pessoa necessita da outra para obter um equilíbrio emocional.

Continue lendo e descubra os 7 passos para superar a dependência emocional.

Evite o pensamento negativo

Para se livrar da dependência emocional, é essencial fugir do pensamento negativo e apostar nas ideias que trazem alegria e positivismo à sua vida. Sempre que você notar que está tendo pensamentos ruins, se pensa que merece tudo o que acontece de mau com você, faça um esforço para acabar com esses pensamentos, ser positivo e aumentar as suas expectativas em relação ao futuro e a você mesmo.

Faça pausas

Só será possível romper os limites de uma ligação dependente por meio da vivência de novas experiências que permitem alargar a sua zona de conforto com sensações desconhecidas no momento. Uma pessoa dependente considera que uma viagem é mais divertida quando se desfruta em companhia mas, na verdade, esta crença pode se romper facilmente se você testar os seus próprios preconceitos.

Organize uma viagem sozinho. Escolha um destino e tome todas as decisõesde organização sem delegar a mais ninguém. Uma viagem é uma das experiências de independência mais importantes. Não precisa de viajar para destinos longe de casa para experimentar esta autonomia, você pode até escolher um horizonte próximo.

Sair com amigos também é essencial, não tem nada de errado em fazer uma pausa dos planos com o seu parceiro ou parceira e investir nas amizades saudáveis fora do relacionamento. Sair com amigos ajuda a definir a nossa identidade e equilibrar o nosso centro emocional, é uma boa técnica para você descobrir quem você realmente é.

Considere ajuda profissional

Você já considerou fazer terapia de casal com o seu parceiro? O terapeuta pode dar uma opinião imparcial da dinâmica relacional, identificar tendências codependentes e assinalar comportamentos entre você e seu parceiro(a) que vocês mesmos não podem ver. A mudança não surge sem que você mesmo mude também e as indicações de um profissional podem ser o caminho para isso.

Além da terapia de casal, você pode recorrer a uma linha de apoio para pessoas que estão passando pelo mesmo que você. A linha de Codependentes Anônimos (CODA) pode te ajudar obter relacionamentos mais saudáveis e melhorar a sua vida em todos os aspectos.

Aceite o outro

As pessoas que sofrem de dependência emocional costumam ter alguma dificuldade em não levar tudo para o lado pessoal, especialmente em relações amorosas. Aceitar a outra pessoa como ela é sem tentar mudá-la é um muito importante no processo de quem procura superar a dependência emocional.

Estabeleça limites

Você diria que tem problemas com limites? É essencial que você aprenda a distinguir onde começam as suas necessidades e onde terminam as necessidades do seu parceiro ou parceira. Não se sinta culpado ou triste se a outra pessoa não está sempre em primeiro plano e aprenda a estabelecer esse limite para você mesmo.

Aposte em planos de lazer individual

Você pode aplicar o mesmo critério da viagem a qualquer plano no qual você vincula a sua mente com a necessidade de desfrutá-lo acompanhado. Por exemplo, ir ao cinema, ao teatro ou a um concerto de música. Anime-se a romper com as margens limitantes das suas próprias crenças e comece a experimentar este tipo de lazer individualmente.

Você ficará surpreendido com tudo o que você pode descobrir de você mesmo e da satisfação de ter ultrapassado os seus próprios limites. Este tipo de exercício prático é simples mas importante, porque a dependência está focada precisamente neste ponto, ou seja, em como muitas pessoas não fazem muitas coisas porque não encontram ninguém com quem partilhá-las.

A ilusão da dependência

Por detrás da dependência e insegurança emocional existe uma dor mais profunda que é a procura de estabilidade e permanência em um ambiente em mudança. No entanto, a dependência não acaba com a solidão, ao invés ela aumenta este sentimento. Portanto, identifique qual é a causa da dependência neste momento em particular. Se você observa uma situação de ligações repetidas na que repetiu um mesmo esquema de dependência, o mais recomendável é pedir ajuda psicológica para fazer terapia.

Quantas vezes você delega nos outros responsabilidades que são próprias? Acabe com esta atitude e comece a confiar mais em você mesmo e na sua capacidade de viver a vida na sua agradável companhia.

Viver é aprender!

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como superar a dependência emocional, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Bibliografia
  • BUTION, Denise Catricala e WECHSLER, Amanda Muglia. Dependência emocional: uma revisão sistemática da literatura. Est. Inter. Psicol. [online]. 2016, vol.7, n.1 [citado em 2019-04-11], pp. 77-101 . Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-64072016000100006&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 2236-6407.

Escrever comentário sobre Como superar a dependência emocional

O que lhe pareceu o artigo?

Como superar a dependência emocional
Como superar a dependência emocional

Voltar ao topo da página