Partilhar

Diferença de idade no relacionamento: é um problema?

 
Por Equipe editorial. 20 fevereiro 2020
Diferença de idade no relacionamento: é um problema?

Você está apaixonado por alguém muito mais velho ou muito mais novo do que você? A diferença de idade te impede de iniciar um relacionamento? Você já ouviu mais de uma vez que casais com uma grande diferença de idade não funcionam? Em Psicologia-Online explicamos se a diferença de idade em um relacionamento é realmente um problema ou não.

A diferença de idade no amor tem importância?

Sempre ouvimos dizer que o amor não tem idade, que o que importa é que o sentimento seja forte e que o amor é capaz de tudo. Estas são declarações muito românticas, mas será que é sempre assim? Na vida quotidiana nem tudo é tão ideal como pensamos. Na verdade, a diferença de idade é importante na medida em que afeta a relação.

A diferença de idade no relacionamento tem desvantagens?

A diferença de idade no relacionamento pode ter uma série de desvantagens. Algumas surgem mais frequentemente do que outras e são mais ou menos importantes para o futuro do relacionamento.

  • Modo de vida. A rotina e as atividades preferidas de cada parceiro podem ser muito diferentes. Este é o caso, por exemplo, quando um membro é estudante e o outro é trabalhador.
  • Relações sociais. Normalmente nos relacionamos mais com pessoas que são semelhantes em idade e com as quais temos coisas em comum. Passar tempo com pessoas no ambiente do nosso parceiro pode não se sentir muito integrado porque estamos em momentos diferentes na vida. Os tópicos de conversa, por exemplo, tendem a variar muito quando a diferença de idade é pronunciada. Assim como actividades de lazer, restaurantes frequentados, etc.
  • Sexo. A diferença de desempenho, forma e modo de pensar pode ser um problema de compreensão nesta área. A capacidade física, a libido, a importância que damos às relações sexuais...
  • Oposição das pessoas próximas. Às vezes, a família ou os amigos não apoiam o relacionamento. Isto acontece principalmente de pais ou filhos (se houver) de um dos parceiros. A dificuldade de integração na nova família implica um conflito que, por vezes, termina com a separação do casal.
  • Objetivos de vida. Quer se trate de uma mudança de endereço em busca de uma oportunidade de trabalho ou da decisão de ter filhos, se os objetivos forem muito diferentes, a relação do casal está fadada ao fracasso.
  • Maturidade. O grau de maturidade para as experiências de vida e aprendizagem do membro mais velho do casal pode ser muito diferente do nível apresentado pelo membro mais novo. Isso pode ser um problema, tanto no tipo de problemas que aparecem na relação, como na resolução de conflitos. Isso nem sempre acontece pois, apesar da diferença de idade, a maturidade de ambos os membros pode ser semelhante.

Existe uma diferença de idade recomendada entre casais?

Alguns estudos indicam que a diferença de idade apropriada é de 5 anos. É possível que esta faixa etária reduza a aparência das dificuldades que mencionamos no ponto anterior, mas isso não é certo, uma vez que estes fatores são influenciados pela idade, mas não determinados.

Existem casais com uma diferença de mais de 10 anos que têm ou tiveram uma relação maravilhosa. Outros da mesma idade cuja relação foi desastrosa. A questão é, mais do que a idade, ter valores semelhantes e estabelecer as bases de uma relação saudável.

Por outro lado, o mesmo número de anos pode levar a mais ou menos desigualdade, dependendo da idade. Por exemplo, em ambos os casos, sendo a diferença de 15 anos, perceberíamos que seria maior entre uma pessoa de 20 e uma pessoa de 35, do que entre uma pessoa de 40 e uma pessoa de 55.

Além disso, a idade que mais importa nestes casos é a "idade mental", e não a cronológica.

Diferença de idade no relacionamento de 20 anos

Acreditamos que casais com uma diferença de idade muito pronunciada só se encontram entre celebridades, mas se olharmos de perto, temos a certeza de que à nossa volta existem alguns casais com diferenças de 10 ou 20 anos.

Quando a diferença de idade entre os membros do casal é de 20 anos, obviamente há mais possibilidades de dificuldades, porque a desigualdade é mais pronunciada. Contudo, insistimos que não é algo que tem de acontecer sempre e, com uma boa compreensão, pode ser resolvido. É importante saber que, embora essas diferenças possam existir devido à diferença de idade, isso não te impede de ter uma relação saudável e benéfica. Para isso, é aconselhável aprender a resolver os conflitos de forma assertiva.

Por exemplo, a oposição da família é algo que pode surgir no início mas, normalmente, se a relação continua e os nossos seres queridos nos vêem felizes, eles vão aceitar e até apoiar o relacionamento. No que diz respeito ao estilo de vida ou às relações sociais, à medida que o tempo passa pode haver uma adaptação satisfatória para ambos os membros. Não esqueçamos que, embora seja importante conviver com o ambiente do casal, no final, a pessoa com quem vivemos e passamos mais tempo é o nosso parceiro ou parceira. O que prevalece nestes casos é que os valores e objetivos de ambos sejam semelhantes e, naturalmente, que exista amor e respeito.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Diferença de idade no relacionamento: é um problema?, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Bibliografia
  • Beck, A. T. (2011). Con el amor no basta. Madrid: Paidós.

Escrever comentário sobre Diferença de idade no relacionamento: é um problema?

O que lhe pareceu o artigo?

Diferença de idade no relacionamento: é um problema?
Diferença de idade no relacionamento: é um problema?

Voltar ao topo da página