menu
Partilhar

Quanto tempo dura um relacionamento extraconjugal?

 
Por Equipe editorial. 21 abril 2021
Quanto tempo dura um relacionamento extraconjugal?

Do ponto de vista biológico, os seres humanos são polígamos, em parte por um instinto de sobrevivência de impedir a extinção da espécie. De fato, a monogamia seria um traço evolutivo. Por outro lado, a história deixou em evidência que a poligamia existiu desde o princípio dos tempos. É regida por normas diferentes de acordo com a civilização, não limitando-se ao favorecimento de um gênero ou outro.

No entanto, tendo evoluído e desenvolvido o neocórtex, as pessoas agora contam com a capacidade de gerir conceitos abstratos como a ética, a moral, o compromisso, entre outros. Isso muda as regras do jogo e seria uma oportunidade de demonstrar essa evolução através da prática de conceitos como a monogamia. Nesse artigo de Psicologia-Online, falaremos sobre as chaves para entender quanto dura uma relação extraconjugal.

Por que as pessoas têm amantes?

As causas de se ter um/a amante, da mesma forma que as consequências, variam dependendo de cada pessoa e de cada casal. Geralmente, acredita-se que é por falta de amor, de fidelidade, descuidos de um dos membros do casal ou por ser um estilo de vida. Mesmo que possa existir um pouco de cada um, a ciência estudou o comportamento humano quanto ao amor e, mesmo que possa ou não haver amor entre um casal de amantes, a atração e a paixão se fazem presentes nas relações de tipo romântico fora do matrimônio.

Neste processo as capacidades lógicas ficam enviesadas, portanto, ter plena consciência da falta no princípio de uma relação monogâmica é complicado. Daniel Goleman aponta que os seres humanos têm "duas mentes", uma emocional e outra racional, o que ajudaria a compreender um indivíduo que parece não perceber que está agindo conforme suas emoções, sem prestar atenção ao raciocínio lógico.

Por outro lado, a doutora Esther Perel propõe que o assunto da infidelidade ou de procurar um/a amante, define-se melhor por um conflito intrínseco. Assim, a causa pela qual se recorre à infidelidade não teria a ver com o/a parceiro/a que se tem ou tinha a intenção de ferir, mas com motivos particulares e pessoais de quem busca um/a terceiro/a. Entre as razões que impulsionam o indivíduo estão o desejo por se redescobrir, fazer uma reavaliação de quem é ou como se percebe a si mesmo/a. Descubra o perfil psicológico de quem trai.

Consequências de um relacionamento extraconjugal

Quanto às consequências de ter um/a amante, são muito variadas, já que afeta moral, emocional e socialmente em diferentes graus. Mesmo que o fato de ter um/a amante não necessariamente vai terminar com a relação formal, sempre que o/a parceiro/a decida se envolver com isso, coloca em risco a mesma.

Além disso, à parte das repercussões no entorno social, poder ser que se experimente um conflito interno moral e ético. Geralmente, independentemente do contexto, as pessoas tendem a avaliar este tipo de situações e julgá-las com dureza. Neste artigo, respondemos a seguinte questão: Sou casado/a e estou gostando de outra pessoa, o que fazer?.

Quanto tempo dura um relacionamento extraconjugal?

Quanto tempo dura uma relação extraconjugal? Não se trata de algo que a ciência tenha determinado, especialmente tratando-se de relações fora do contexto matrimonial. Mesmo assim, em linhas gerais, foi estabelecido que a etapa de paixão dura, aproximadamente, dois anos. Esta é a primeira etapa quando se fala de relações românticas. Durante o período de apaixonamento, a segregação de neurotransmissores e os fatores psicológicos e sociais interagem criando a experiência do apaixonamento.

Por um lado, para que uma pessoa estabeleça uma relação de amantes deve existir entre os/as dois/duas atração e características próprias do/a outro/a. Isto é a base da paixão, que não é amor, mas sim um período no qual não são tão óbvios os defeitos da outra pessoa e se destacam todas as suas virtudes. Em outras palavras, mesmo quando há paixão, isso não é garantia de que exista amor entre os amantes.

Quando termina um relacionamento extraconjugal?

Uma relação entre amantes pode durar tanto quanto ambas pessoas desejarem. Não existe um período determinado. Além disso, há diversidade de fatores influentes na duração de uma relação extraconjugal. Cada fator depende do caráter particular das pessoas envolvidas. Quando este tipo de relacionamento acaba, é possível que um/a sofra mais para esquecer-se do outro.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quanto tempo dura um relacionamento extraconjugal?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sentimentos.

Bibliografia
  • García, M. (2006). El enamoramiento como necesidad. Ciencia UANL. Vol. 9. (001). 5-9.
  • Goleman, D. (2001). La inteligencia emocional. México. Editorial Vergara
  • Perel, Esther. (2015). Repensando la infidelidad... una charla para quien haya amado alguna vez. Recuperado de: https://www.ted.com/talks/esther_perel_rethinking_infidelity_a_talk_for_anyone_who_has_ever_loved?language=es

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Quanto tempo dura um relacionamento extraconjugal?
Quanto tempo dura um relacionamento extraconjugal?

Voltar ao topo da página