Partilhar

Teste Bender: para que serve, interpretação e como fazê-lo

Por Marta Menéndez, Psicóloga. 6 março 2019
Teste Bender: para que serve, interpretação e como fazê-lo

O teste Bender é um instrumento psicotécnico de avaliação psicológica que se usa para avaliar o funcionamento visomotor e a percepção visual, tanto em crianças como em adultos. As pontuações do teste são usadas para identificar possíveis danos orgânicos cerebrais e o grau de maturação do sistema nervoso. Por esse motivo, o objetivo desse teste é avaliar a maturidade visual, a integração visomotora, o estilo de resposta, a reação à frustração, a habilidade para corrigir erros, habilidades de planificação e organização, assim como a motivação.

O teste de Bender consiste na cópia de uma série de figuras e, por isso, requer habilidades motoras finas, a habilidade de discriminar entre estímulos visuais, a capacidade para integrar habilidades visuais com motoras e a habilidade de mudar a atenção do desenho original para a cópia. Nesse artigo de Psicologia-Online, te explicamos o que é o teste Bender, para que serve, interpretação e como fazê-lo.

Também lhe pode interessar: Teste de Wartegg: o que é e interpretação

Teste gestáltico visomotor de Bender: o que é

O teste de Bender Gestalt é uma prova de lápis e papel administrada de forma individual que é usada no diagnóstico de uma lesão cerebral.

Existem nove figuras geométricas desenhadas a preto que são apresentadas à pessoa avaliada, uma por uma. Logo, se pede que a pessoa copie a figura para uma folha de papel em branco. O avaliado pode apagar, mas não pode usar nenhuma ajuda mecânica (como réguas). A popularidade desta prova entre os médicos se deve muito provavelmente ao pouco tempo que demora para administrar e pontuar. O tempo médio para completar a prova é de 5 a 10 minutos.

Existem algumas variações na administração deste teste:

  • Um método requer que a pessoa avaliada veja cada cartão por 5 segundos, depois do qual se retira a imagem. Em seguida, se pede que a pessoa desenhe a figura de memória.
  • Outro método consiste em que o avaliado desenhe as figuras seguindo o procedimento standard. Depois, a pessoa recebe uma folha de papel em branco para que desenhe tantas figuras como possa recordar. Por último, a prova é administrada a um grupo, ao invés de um só indivíduo.

Estas variações do teste Bender são posteriores à prova original.

Figuras do teste Bender: que medem

Como mencionado anteriormente, o objetivo deste teste psicológico de Bender é avaliar a maturidade visual, a integração visomotora, o estilo de resposta, a reação à frustração, a habilidade para corrigir erros, habilidades de planificação e organização, além da motivação. O objetivo de uma avaliação com o teste Bender é detectar certas características significativas que, quando se repetem ou vão aparecendo durante a avaliação, nos levam à síntese diagnóstica.

Alguns dos elementos significativos a observar são:

  • Distribuição das figuras na folha de execução
  • Uso do espaço
  • Localização da primeira figura
  • Localização relativa das figuras: organização, espaço relativo, previsão do espaço necessário
  • Tamanho das figuras (macro ou micro-grafismos; tamanho constante ou variável; tamanho relativo das partes)
  • Unidade ou fragmentação dos modelos (a figura é tratada como um todo ou como uma série de elementos independentes?)
  • Linhas: suaves/muita pressão/repassadas/quebradas/apagadas/mudando/constantes
  • Elementos: substituição (linhas por pontos; pontos por outro elemento; pontos por círculos), omissão de elementos (fileiras, partes de figuras)
  • Adição de elementos (pontos, ângulos...)
  • Rotação (de toda a figura ou apenas de uma parte)
  • Perseveração(repetição do modelo ou de parte dele)

Teste Bender: Interpretação

Finalmente, nesse artigo sobre o teste Bender: para que serve, interpretação e como fazê-lo, te oferecemos as chaves para analisar as figuras.

Não é necessário usar um sistema de pontuação para interpretar o rendimento do teste de Bender. No entanto, existem vários sistemas de pontuação fiáveis e válidos disponíveis. Muitos dos sistemas de pontuação disponíveis centram-se nas dificuldades específicas experienciadas pela pessoa avaliada. Estas dificuldades podem indicar habilidades motoras visuais deficientes que incluem:

  • Dificuldade angular: isto inclui aumentar, diminui, distorcer ou omitir um ângulo de uma figura.
  • Rabiscos estranhos: isto implica adicionar componentes peculiares ao desenho que não possuem relação com a figura original de Bender.
  • Dificuldade em fechar: isto ocorre quando a pessoa avaliada tem dificuldade para fechar espaços abertos numa figura ou para conectar várias partes da figura. Isso tem como resultado um buraco na figura copiada.
  • Coesão: implica desenhar uma parte de uma figura maior ou menor que a mostrada na figura original e fora de proporção com o resto da figura. Este erro também pode ocorrer quando o avaliado desenha uma figura ou parte de uma figura significativamente fora de proporção com outras figuras que foram desenhadas.
  • Colisão: implica amontoar os desenhos ou permitir que o extremo de um desenho se sobreponha ou toque outra parte de outro desenho.
  • Contaminação: ocorre quando uma figura anterior, ou parte de uma figura, influencia a pessoa avaliada para completar adequadamente a figura atual. Por exemplo, o avaliado pode combinar duas figuras diferentes.
  • Fragmentação: implica destruir parte da figura ao não completá-la ou rompê-la de forma a que se perca o desenho original por completo.
  • Impotência: ocorre quando o avaliado desenha uma figura incorretamente e parece reconhecer o erro, então, ele faz várias tentativas falhadas para melhorar o desenho.
  • Qualidade da linha irregular ou falta de coordenação motora: isto implica desenhar linhas ásperas, particularmente quando o avaliado mostra um movimento de tremor durante o desenho da figura.
  • Extensão da linha: implica adicionar ou ampliar uma parte da figura copiada que não estava na original.
  • Omissão: ocorre quando não se conectam as partes de uma figura de forma correta ou a reprodução exclusiva de partes da figura.
  • Dificuldade de sobreposição: isto inclui problemas para desenhar partes das figuras que se sobrepõem, simplificar o desenho no ponto em que se sobrepõe, esboçar ou volver a desenhar as partes que se sobrepõem ou distorcer a figura no ponto em que se sobrepõe.
  • Perseverança: inclui aumentar, prolongar ou continuar o número de unidades de uma figura.
  • Retrocesso: implica substituir o desenho original por figuras mais primitivas.
  • Rotação: implica a rotação de uma figura ou parte de uma figura em 45º ou mais.
  • Rabiscando: implica desenhar linhas primitivas que não possuem relação com a figura original do teste Bender.
  • Simplificação: implica substituir uma parte do desenho por um mais simplificado. Este erro não é devido à maturidade.
  • Sobreposição de desenho: implica desenhar uma ou mais figuras sobre as outras.
  • Sobre-esforço de trabalho: implica reforçar, aumentar a pressão ou trabalhar em excesso uma ou várias de uma figura ou parte dela.

Além de tudo isso, a observação do comportamento do avaliado enquanto desenha as figuras também pode proporcionar ao examinador uma avaliação informal e dados que podem complementar a avaliação formal do funcionamento visual e perceptivo.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Teste Bender: para que serve, interpretação e como fazê-lo, recomendamos que entre na nossa categoria de Testes psicotécnicos e de agilidade mental.

Bibliografia
  • Moetesum, Momina & Siddiqi, Imran & Masroor, Uzma & Djeddi, Chawki. (2015). Automated Scoring of Bender Gestalt Test Using Image Analysis Techniques. ICDAR 2015

Escrever comentário sobre Teste Bender: para que serve, interpretação e como fazê-lo

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Marcos Sousa
podem me enviar o manual bender?

Teste Bender: para que serve, interpretação e como fazê-lo
Teste Bender: para que serve, interpretação e como fazê-lo

Voltar ao topo da página