menu
Partilhar

Tipos de relacionamento

 
Por Equipe editorial. 17 janeiro 2023
Tipos de relacionamento

Nem todos os relacionamentos são iguais. De fato, no amor nem tudo é branco e preto e somente o fato de sentir amor e ter um/a parceiro/a pode ser uma passo muito importante na vida de uma pessoa. Em primeiro lugar, o amor e o apoio mútuo em uma relação podem proporcionar uma sensação de bem-estar e felicidade.

Por outro lado, o casal também pode ser uma rede de apoio emocional para enfrentar os desafios da vida de uma maneira mais positiva. No entanto, como mencionamos anteriormente, nem todos os relacionamentos são iguais ou funcionam da mesma forma. Neste artigo de Psicologia-Online te explicaremos quais são os tipos de relacionamento, te oferecendo toda a informação de que precisa para saber qual é seu tipo de relação.

Também lhe pode interessar: Como ser uma pessoa fria no relacionamento

A teoria de Sternberg sobre o amor

Antes de explicar as características de cada tipo de relacionamento, é necessário identificar três elementos essenciais que, segundo o psicólogo Robert Sternberg, são os que regem os diferentes tipos de relacionamento. Esta teoria, conhecida como a teoria triangular do amor de Sternberg, considera que o amor pode ser dividido em três componentes: a intimidade, a paixão e o compromisso.

Por sua vez, estes três componentes se combinam de diferentes formas:

  • Intimidade: é a proximidade emocional e a conexão profunda que pode se sentir com outra pessoa.
  • Paixão: sentimentos de atração e desejo pelo/a parceiro/a.
  • Compromisso: a decisão de manter uma relação a longo prazo e de trabalhar nela para mantê-la saudável e feliz.

A teoria de Sternberg sugere que a combinação destes três componentes pode dar lugar a diferentes tipos de amor. Por exemplo, o amor romântico, o amor platônico e o amor familiar, entre outros, os quais podem influenciar nos diferentes tipos de relação de casal que explicaremos a seguir.

1. Paixão ou capricho

Em primeiro lugar, na fase da paixão ou capricho se tem um tipo de relação na qual só está presente a paixão. Isto é, é uma emoção intensa e positiva que se tem quando estamos atraídos/as ou fascinados/as por outra pessoa. De forma geral, geralmente é acompanhada de sentimentos de euforia, felicidade e excitação, assim como de um desejo de estar próximo da pessoa que nos atrai.

A paixão pode ser uma experiência muito gratificante, embora em alguns casos também pode se mostrar intensa demais e difícil de controlar. Por este motivo, mesmo em certos casos podendo ser o primeiro passo no desenvolvimento de uma relação amorosa, nem sempre conduz a uma relação estável e duradoura.

2. Casais românticos

De acordo com a teoria de Sternberg, nos casais românticos estão presentes a paixão e a intimidade, mas com ausência de compromisso. Este tipo de relação de casal se caracteriza por uma conexão emocional muito profunda na qual os pares se apoiam e se compreendem, mas na qual predomina a atração física.

Portanto, geralmente são relações espontâneas sem um compromisso ou a intenção de estabelecer uma relação sólida e duradoura.

Tipos de relacionamento - 2. Casais românticos

3. Relações vazias

Por outro lado, nas relações vazias existe um compromisso com o/a parceiro, mas carecem de intimidade e paixão. Em alguns casos, este tipo de relacionamento pode ser insatisfatório e pouco gratificante para as pessoas envolvidas, o que pode conduzir à ruptura da relação.

4. Relações fátuas

Este tipo de relacionamento também é conhecido como amor fátuo. São aquelas relações de casal nas quais existe paixão e compromisso, mas não intimidade, portanto os envolvidos não desenvolvem um laço afetivo permanente e duradouro. Por sua vez, são relações com um profundo senso de excitação e de atração física, mas nas quais a comunicação entre ambas as partes é praticamente inexistente.

Por outro lado, neste tipo de relacionamentos de casal quase sempre está presente um apego emocional ou insegurança por parte de um dos membros do casal.

Se você quiser conhecer os outros tipos de amor, veja o nosso outro artigo.

5. Casais sociais

Este é outro dos tipos de casal nos quais não existe paixão, mas, sim, intimidade e compromisso. De forma geral, os membros do casal se mantêm juntos pelo costume ou pelo carinho, mas já não prevalece a atração física entre ambos.

Os casais sociais geralmente são vistos como casais perfeitos pelo resto das pessoas. Entretanto, dentro de casa a realidade é que já não mantêm nenhum tipo de paixão nem vida sexual.

Tipos de relacionamento - 5. Casais sociais

6. Casais lutadores

Este tipo de relação é muito particular, já que acontecem quando os membros do casal discutem com muita frequência, mas não se afastam um do outro. De fato, se apoiam e se compenetram muito bem porque se entendem muito bem no âmbito sexual, ou porque algum dos membros do casal sente apego emocional pela outra pessoa.

Veja em nosso outro artigo como praticar o desapego emocional.

7. O amor consumado

O amor consumado é próprio das relações que possuem bem equilibrados seus três componentes: a paixão, a intimidade e o compromisso. Tratam-se de casais felizes que se apoiam e se cuidam entre si. Além disso, as pessoas que possuem este tipo de relacionamento sentem uma grande atração sexual e querem estar juntos/as pelo resto de suas vidas.

Tipos de relacionamento - 7. O amor consumado

8. Os melhores amigos

Se você se encontra em uma relação na qual compartilha muitos detalhes da vida cotidiana e com relações sexuais muito sadias, é possível que seu tipo de relação seja de melhores amigos. De forma geral, se trata de relações que começam como uma amizade, mas que ao se identificar e compenetrar tão bem, com o tempo terminam em uma relação amorosa.

9. Casais que têm coisas em comum

Os casais que possuem hobbies em comum e que compartilham gostos similares geralmente são casais muito felizes e que desfrutam mutuamente da companhia um do outro. Além disso, sempre tratam de planejar atividades para fazer com seu/sua companheiro/a e passam muito bem o tempo juntos/as.

Tipos de relacionamento - 9. Casais que têm coisas em comum

10. Casais com relação aberta

Este tipo de casal sai do convencional porque não praticam a monogamia. São aqueles relacionamentos nos quais os membros do casal estão de acordo em manter relações sexuais ou românticas com outras pessoas fora da relação.

Esta escolha consciente e mútua pode ser uma forma de manter a relação saudável e satisfatória para ambas as partes. No entanto, os casais em uma relação aberta também podem enfrentar problemas com a gestão dos ciúmes e as emoções difíceis que podem surgir quando algum dos membros da relação mantém um vínculo romântico ou afetivo com outras pessoas.

11. Relação à distância

Os casais com uma relação à distância são aqueles em que os membros não vivem na mesma cidade, região ou país. Isto pode ser um desafio para a relação ao não poderem se ver e desfrutar da companhia mútua de maneira tão frequente como os casais que vivem na mesma cidade.

No entanto, este tipo de relações também pode apresentar algumas vantagens, como, por exemplo, a oportunidade de conhecer novas pessoas e lugares e a capacidade de ter espaço pessoal e tempo para si mesmo/a. Geralmente dependem muito da comunicação e da tecnologia para se manter em contato e seguir com a relação.

12. Casais loucamente apaixonados

Por último, os casais loucamente apaixonados apresentam uma conexão emocional profunda e uma atração física intensa. As pessoas neste tipo de relação experimentam a paixão com muita intensidade e podem se sentir eufóricas e felizes quando estão juntas. Além disso, são muito apaixonadas e expressivas em seu afeto, o que pode se manifestar em beijos e abraços e em um desejo constante de se ver.

Apesar de que estes casais podem ser muito felizes e satisfeitos, também podem enfrentar certos desafios e consequências, como a falta de espaço pessoal e o desgaste emocional que a intensidade das emoções que surge neste tipo de relação pode provocar.

Tipos de relacionamento - 12. Casais loucamente apaixonados

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de relacionamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Sentimentos.

Bibliografia
  • Sternberg, R. J. (1988) The Triangle of Love: Intimacy, Passion, Commitment, Basic Books (ISBN 0465087469)...la:triangulus amoris.
  • Sternberg, RJ y Grajek, S. (1984). La naturaleza del amor. Revista de Personalidad y Psicología Social , 47 , 312–329.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Tipos de relacionamento
1 de 6
Tipos de relacionamento

Voltar ao topo da página