Sentimentos

Como lidar com a rejeição amorosa

 
Ana Díaz Azorín
Por Ana Díaz Azorín. 24 janeiro 2023
Como lidar com a rejeição amorosa

Todas as pessoas que já amaram e perderam um amor sabem o quanto é sofrida uma decepção amorosa e o quão difícil é seguir em frente. Talvez a sua rejeição amorosa tenha acontecido há pouco tempo e você sente que seu coração precisa de "cuidados intensivos". Talvez a rejeição tenha acontecido há meses, ou mesmo anos, mas as cicatrizes são tão profundas que fazem você ter medo de voltar a se apaixonar. Você não está só em sua dor. Muitas pessoas já passaram por isso antes e encontraram um caminho para a recuperação e para o amor outra vez.

Mesmo que isso não signifique que seja algo simples. Obviamente, é quase impossível que uma rejeição amorosa não doa, mas pelo menos existem algumas estratégias que podem ajudar para que o processo seja um pouco mais fácil e te ajude a estar mais preparado/a para tomar decisões melhores. Neste artigo de Psicologia-Online iremos trazer 10 conselhos sobre como lidar com uma rejeição amorosa.

Também lhe pode interessar: Como lidar com a rejeição
Índice
  1. Aceite seus sentimentos
  2. Permita-se sentir a dor
  3. Não idealize a pessoa
  4. Não insista em pedir explicações
  5. Apoie-se em pessoas queridas
  6. Evite o contato
  7. Combata a ruminação
  8. Viva novas experiências
  9. Desenvolva uma nova habilidade
  10. Não perca a esperança
Ver mais >>

1. Aceite seus sentimentos

Há um motivo pelo qual a maioria das culturas têm rituais de luto que envolvem a comunidade como um todo. Quando estamos passando por um processo de luto, como a morte de um familiar, precisamos de empatia, compaixão e abraços.

A rejeição é uma forma de luto, no entanto, não consideramos a rejeição igualmente merecedora da mesma preocupação e respeito que outras formas de luto. Uma das principais razões pela qual a sociedade banaliza a rejeição é que não a entendemos completamente até o ponto de o nosso corpo e, especialmente nossa mente, serem afetados quando sofremos uma rejeição amorosa.

O que fazer quando sofremos uma rejeição amorosa? Entender exatamente o que está acontecendo conosco é um passo fundamental para poder se curar e seguir em frente. É normal sentir tristeza, raiva ou dor depois de sofrer uma rejeição amorosa. Aceite esses sentimentos ao invés de reprimi-los ou negá-los, já que isso pode fazer com que você se sinta pior com o passar do tempo.

2. Permita-se sentir a dor

É natural você sentir dor depois de passar por uma rejeição amorosa. Permita-se sentir o mal-estar emocional ao invés de evitá-lo, reprimi-lo, ignorá-lo ou negá-lo. Aceitar a dor que você está sentindo pode te ajudar a processá-la e, eventualmente, a superá-la.

Como lidar com a rejeição? Existem várias maneiras de expressar a dor de forma saudável. Isso pode incluir falar com um terapeuta, um amigo próximo ou um membro próximo da família sobre como você se sente. O que também pode ajudar é escrever sobre seus sentimentos em um diário ou praticar atividades relaxantes, como a meditação ou uma atividade física. Lembre-se que é normal sentir dor emocional e que não há motivo para sentir vergonha em pedir ajuda se você estiver precisando.

3. Não idealize a pessoa

Às vezes tendemos a idealizar a pessoa pela qual temos sentimentos, o que pode fazer com que fique mais difícil seguir em frente. Quando idealizamos um ex, tendemos a lembrar somente dos aspectos positivos da relação e a ignorar os aspectos negativos. Isso pode dificultar sua recuperação e fazer com que seja mais difícil seguir em frente e construir uma vida feliz sem essa pessoa.

Se você pensava que seu ex era perfeito, mas que terminou com você do nada, você poderia considerar que ele tenha baixa capacidade para manter uma relação ou compromisso estável com você. Isso fará ele menos desejável, o que deixa um pouco mais fácil lidar com a rejeição amorosa.

É difícil lidar com uma rejeição amorosa quando você coloca a pessoa em um pedestal e pensa que "perdeu a pessoa perfeita". Esqueça essa ideia. Ninguém pode ser a pessoa "perfeita" se não quer ter uma relação com você. Uma relação é formada pelo interesse mútuo de duas pessoas, não apenas de uma.

Se a pessoa pela qual você está sofrendo não tem interesse em manter uma relação com você, isso já é motivo suficiente para você se dar conta de que não está perdendo nada. Se uma pessoa não tem interesse e não quer tentar nada com você, não há nada o que perder para início de conversa.

Como lidar com a rejeição amorosa - 3. Não idealize a pessoa

4. Não insista em pedir explicações

Muitas pessoas precisam ter uma compreensão clara do motivo do término e tentam extrair uma resposta mais clara ou mais honesta da pessoa que quebrou seu coração. No entanto, você deve levar em consideração que essa pessoa não irá te proporcionar uma resposta que possa acalmar seu mal-estar. Nenhuma explicação vai ser satisfatória o suficiente.

Além disso, é possível que, ao procurar uma resposta mais completa, isso te faça emocionalmente vulnerável e abra a porta para você se sentir machucado/a. Ao invés disso, aceite a resposta que já foi dada ou encontre sua própria explicação do motivo por terem te rejeitado. Nós mesmos/as podemos oferecer a explicação que se adeque melhor aos fatos.

Diante da dúvida do que fazer quando te rejeitam, considere a personalidade e os comportamentos passados da pessoa pela qual você está apaixonado/a, leve em consideração o contexto da rejeição amorosa e a história recente e, o mais importante, deixe intactos o seu orgulho, dignidade e autoestima. Se temos que preencher os espaços em branco nós mesmos/as, também podemos fazer de uma forma que faça nos sentir melhor.

5. Apoie-se em pessoas queridas

Se você quer saber como lidar com a rejeição amorosa, falar com um amigo ou um membro da família que possa oferecer apoio emocional pode ser muito útil. Compartilhar seus sentimentos com alguém que te escute pode ajudar a liberar a tensão e a você se sentir mais conectado/a. Você não precisa sofrer em silêncio, porque seus familiares e amigos próximos podem te apoiar quando você está sofrendo.

A rede de apoio é muito importante depois de uma rejeição amorosa, porque as pessoas queridas que fazem parte dela podem oferecer suporte emocional e um ouvido compreensivo durante esse momento difícil. Os amigos podem te ajudar a processar seus sentimentos e a você se sentir menos só durante um término.

As pessoas queridas também podem oferecer conselhos e apoio prático, como te oferecer um lugar para ficar quando você precisa de um tempo para se distanciar da situação. Os amigos podem te ajudar a lembrar que existem pessoas que te amam e que estão dispostas a te ajudar a superar a rejeição amorosa.

6. Evite o contato

Ao cortar todo o contato, você dá tempo para seu coração e sua mente poderem se curar e seguir em frente. Evitar o contato com essa pessoa também pode ajudar a prevenir que aconteçam discussões ou situações dolorosas que podem dificultar ainda mais sua recuperação.

Se você sofreu uma rejeição amorosa, também é importante que você leve em conta o uso que faz das redes sociais depois de uma rejeição amorosa. Considere deletar ou deixar de seguir essa pessoa. Entrar recorrentemente nas redes sociais da pessoa pela qual você está sofrendo pode ser prejudicial para você e para ela.

Quando você entra e confere as publicações recentes, comentários ou stories do Instagram, você tenderá a focar no que essa pessoa está fazendo ou com quem está, sem levar em conta as suas próprias necessidades e sentimentos. Neste artigo você pode conferir mais informação sobre o tema saúde mental nas redes sociais.

Isso pode aumentar seu sofrimento emocional e fazer com que seja mais difícil seguir em frente depois de uma rejeição amorosa. Também pode ser prejudicial para a pessoa, já que ela pode se sentir assediada ou vigiada. Ao invés de você conferir suas redes sociais, é importante que você se concentre em si mesmo/a e em seu próprio bem-estar emocional e físico.

Como lidar com a rejeição amorosa - 6. Evite o contato

7. Combata a ruminação

A ruminação implica em focar repetitivamente em pensamentos e lembranças negativas. A chave para você se libertar dela é combatê-la encorajando formas de pensar livres de preconceitos. Dessas técnicas, a mais potente e que tem mais sucesso chama-se mindfulness e é uma das melhores formas de superar a rejeição amorosa.

O mindfulness implica em se concentrar em nossos estados internos e nas experiências do presente. Cada vez que sua atenção se dirige a um pensamento que te gere um elevado mal-estar, por exemplo, "não posso acreditar que me rejeitaram", simplesmente perceba esse pensamento sem julgá-lo ("pensei nessa pessoa") e leve sua consciência de volta para o presente.

Tem sido provado que dirigir a atenção para nossa experiência do presente ao invés de refletir sobre o passado ou se preocupar com o futuro tem importantes benefícios psicológicos, como reduzir o estresse, a distração e os pensamentos obsessivos. Descubra como diminuir os pensamentos ruminantes.

8. Viva novas experiências

Parte dos motivos das rejeições amorosas podem ser tão dolorosos que é possível sentir que toda a nossa volta nos lembra essa pessoa especial, já que estar em casa e pensar em como você e seu/sua ex costumavam passar o tempo ali, ou ir ao trabalho e pensar em como seu/sua ex costumava se encontrar com você para almoçar nas redondezas. Às vezes pode parecer que tudo em nossa vida nos lembra essa pessoa.

Uma forma de mudar isso e superar a rejeição amorosa é criar propositalmente novas experiências para ajudar que as lembranças antigas sumam. As novas experiências também podem abrir outras possibilidades, seja viajar para um lugar novo, ter uma aula de algo que você sempre quis experimentar, ou inclusive encontrar um romance realmente emocionante. Encontre formas de ter novas experiências positivas que não tenham relação com a pessoa pela qual você está sofrendo.

9. Desenvolva uma nova habilidade

A chave para superar uma rejeição amorosa não é apenas se distrair. Mesmo que não possamos negar a importância de sair e realizar atividades, você deve levar em conta que, mesmo que você encha seu dia de novas atividades e pessoas, terão momentos nos quais você não pode evitar pensar na pessoa que te machucou e causou essa dor emocional.

É certo você se distrair, mas não é a única receita para superar uma rejeição amorosa. Distrair-se traz momentos de alívio pontuais, mas ao longo do tempo, se tem mais resultados e maior impacto tendo progresso em um ou vários âmbitos importantes da sua vida. Pense nos aspectos importantes para você nos quais você poderia trabalhar e/ou melhorar, que farão você se sentir realizado/a. Por exemplo, aprender um novo idioma, tocar um instrumento, melhorar seu rendimento no trabalho etc.

Avançar e progredir em uma habilidade não eliminará toda a dor emocional associada à rejeição amorosa, mas te dará uma sensação de conquista, satisfação e confiança em si próprio/a que aliviará o sofrimento emocional. São as coisas importantes que te farão progredir e fazer você se sentir vivo/a. Quando nos sentimos vivos, podemos nos abrir para novas possibilidades de novo.

Como lidar com a rejeição amorosa - 9. Desenvolva uma nova habilidade

10. Não perca a esperança

Às vezes podemos ficar obcecados com o passado como uma forma de evitar que nos sintamos apaixonados de novo, porque, de certa forma, temos medo de voltar a sofrer. É normal se sentir desanimado/a e perder a esperança no amor depois de uma rejeição amorosa ou de uma relação que não deu certo. No entanto, é importante lembrar que o amor é uma força poderosa e que sempre há esperança de encontrar alguém com quem compartilhar uma relação saudável e feliz.

Uma forma de não perder a esperança no amor é focar em si mesmo/a e em seu próprio bem-estar emocional e físico. Praticar o autocuidado e fazer coisas que façam você se sentir bem pode te ajudar a manter a esperança no amor apesar de todas as dificuldades.

Lembre-se que você não perdeu a pessoa "perfeita". A pessoa que combina com você é a que está disposta a se esforçar e não desistir na primeira dificuldade. Quando você aceita essa realidade, mesmo que pareça dolorosa, você começará a ser mais livre. Você pode começar a construir o amor onde ele seja recíproco. Também é importante aprender que é possível ser feliz sozinho/a.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como lidar com a rejeição amorosa, recomendamos que entre na nossa categoria de Sentimentos.

Bibliografia
  • Ponce Valdivia, F. A., & Pinto, B. (2020). Enfoque Estructural Y Terapia Centrada En El Problema Aplicada A La Ruptura Amorosa. Ajayu Órgano de Difusión Científica del Departamento de Psicología UCBSP, 18(1), 244-270.
  • Winch, G. (2018). How to fix a broken heart. Simon and Schuster.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 4
Como lidar com a rejeição amorosa