menu
Partilhar

Como terminar um relacionamento

Por Marissa Glover, Psicóloga. Atualizado: 28 janeiro 2020
Como terminar um relacionamento

Em muitas situações, um dos aspectos mais difíceis quando se decide acabar um relacionamento amoroso é precisamente dizer à outra pessoa, principalmente quando por uma ou várias razões pessoais, você não deseja mais estar do lado da pessoa que pensou que poderia estar por toda sua vida.

Não é uma situação complicada apenas para a pessoa que vai ser deixada, mas também para aquela que tomou a decisão de terminar, pois tem que pensar de que maneira comunicar essa decisão. Na maioria dos casos, o que se pretende é terminar da forma mais saudável e amigável possível. Por isso, na hora que você decidir comunicar para seu(a) companheiro(a), é necessário tomar algumas medidas para fazer da forma mais adequada e transmitir a mensagem da maneira mais clara e sincera.

Nesse artigo de Psicologia-Online sobre como terminar um relacionamento, vamos dar uma série de conselhos sobre aspectos importantes para se ter em conta na hora de conversar com a pessoa de quem você quer se separar e também te ensinar o jeito mais adequado de fazê-lo.

Também lhe pode interessar: Quando terminar um relacionamento?

Como terminar uma relação: por onde começar

Antes de conversar com o(a) seu(a) companheiro(a), você deve ter em conta as seguintes questões:

Não tome uma decisão impulsiva

Para tomar uma decisão, principalmente quando for uma situação importante, não se deve fazer quando estiver muito feliz ou muito bravo, já que quando você se deixa levar pelas emoções intensas que vêm e vão, o mais provável é que a decisão que você tome não seja a correta ou não seja aquilo que você realmente quer. Por isso, se você está em um desses momentos de chateação com seu(a) companheiro(a), é recomendável que espere até que você fique mais tranquilo para que possa pensar com mais clareza e entender o que realmente quer.

Não espere chegar o "momento perfeito"

Se você pretende dizer ao seu(a) companheiro(a) que quer terminar, com certeza não existe o momento ideal para isso. Uma vez que você tenha tomado a decisão de terminar uma relação, tenha refletido previamente sobre isso e tenha chegado a uma conclusão de que para você é o melhor, você deve colocar em prática e conversar com a outra pessoa. Adiar essa conversa só vai piorar as coisas, já que a outra pessoa vai continuar achando que a relação segue sem problemas e não é saudável continuar com alguém que não te ama mais.

Acaba uma etapa, mas começa outra

Se você tem dúvidas do que virá depois, tem medo de não tomar a decisão correta ou pensa que deixar essa pessoa pode ser muito sofrido para você, tenha em conta que isso não é o fim. Em determinados momentos, é necessário terminar relações, já que por uma ou várias razões vocês não são mais compatíveis, mesmo que em algum momento tenham sido.

É normal sentir-se triste por um tempo pois essa pessoa fazia parte da sua vida, da sua rotina, porque sente carinho por ela, entre muitas outras coisas que envolvem uma relação amorosa. No entanto, se você se permitir ficar triste e enfrentar a situação, depois de um tempo vai poder superar (mesmo que no momento pense que não). No artigo a seguir, também te ensinamos a "como superar o fim do relacionamento".

Não se sinta culpado

Se você decidiu terminar uma relação amorosa, não caia no erro de se sentir culpado por isso. Lembre-se que os motivos que fizeram você tomar essa decisão são fortes, pois trata-se do seu bem estar e, para estar bem com outra pessoa, é preciso estar bem consigo mesmo. Por isso, é melhor terminar com a pessoa e não seguir enganado-se e também a outra pessoa.

Como terminar um relacionamento numa boa

Alguns conselhos para te ajudar a comunicar ao seu(a) parceiro(a) que você quer terminar, são os seguintes:

Planeje o lugar e momento que dará a notícia

Você deve pensar no momento mais adequado para conversar com ele(a). Se não existe nenhum tipo de violência ou agressividade na relação e é uma pessoa com a qual você consegue conversar de maneira pacífica e respeitosa, encontre um lugar no qual vocês possam estar sozinhos. Assim, no momento em que a pessoa souber, não terá nenhuma interrupção nem outras pessoas e vocês podem conversar de forma privada.

Mantenha uma atitude sincera e firme

Quando você for conversar com a pessoa, mantenha uma postura segura, sem titubear já que, se você está tomando essa decisão é porque está convencido de que é o melhor, mesmo que depois você possa estar enganado, nesse momento é o melhor para você. Se o(a) seu(a) companheiro(a) notar que você está inseguro e ele(a) quiser continuar a relação, pode ser que consiga te convencer do contrário, e isso pode fazer com que se arrependa e continue em uma relação que não queria estar.

Por outro lado, converse com sinceridade para que a pessoa entenda as razões pelas quais está terminando, que são racionais e que para você são suficientes para colocar fim a um relacionamento. Deve demonstrar que está agindo de acordo com aquilo que sente. Fale olhando nos olhos, converse de foma tranquila, segura e convencido do que quer.

Demonstre empatia com a outra pessoa

Em muitas ocasiões, uma notícia como essa, ainda mais quando a pessoa não espera, pode causar um grande impacto e dor na pessoa que foi deixada. Não é preciso ser frio e distante com a pessoa, o melhor é mostrar respeito e compreensão pois assim, perceberá que você sente muito (no caso de ser realmente assim) de que as coisas tenham terminado. Porém, não caia em chantagens (se houver) nem se deixe levar pela dor da outra pessoa e então, mudar sua opinião para "não fazer mal".

Ouça com atenção

Além de conversar e expôr o que pensa e sente para seu(a) parceira(a), você também deve ouvir atentamente, embora em muitas ocasiões você já imagine o que a pessoa vai dizer, Mais do que ouvir, você deve escutar com atenção. Quando se ouve algo com atenção, é mais fácil compreender a outra pessoa e ela vai saber que está sendo compreendida. Por isso, não dê nada por certo e escute o que a outra pessoa tem a dizer.

Não faça comentários que deem esperança

Se você não tem certeza da sua decisão, evite fazer comentários que façam com que a pessoa pense que você pode mudar de opinião, apenas para não magoar. Tenha em conta que fará sofrer muito mais dando falsas esperanças do que falando a verdade.

Terminar um relacionamento passo a passo

Se você não sabe de que forma estruturar a mensagem que quer transmitir ao seu(a) companheiro(a), tome como base esses 5 passos:

  1. Exponha os fatos: descreva da maneira mais detalhada e objetiva o que está acontecendo. Por exemplo: durantes os últimos meses você chegou tarde em casa e não me avisa, sai mais com outras pessoas do que comigo, sempre está ocupado para mim e etc. Já conversamos antes e você me diz sempre que as coisas vão mudar mas até agora nada mudou.
  2. Apresente sua versão: deixe a pessoa entender a sua interpretação dos fatos. Por exemplo: tudo isso me fez pensar que você não se preocupa comigo como eu me preocupo com você.
  3. Demonstre seus sentimentos: explique como você se sente com essa situação. Por exemplo: fiquei triste com essa situação e me senti sozinho(a) durante esse tempo. Não me senti valorizado(a) e respeitado(a) por você e cada vez me sinto pior nessa relação.
  4. Comunique sua decisão: exponha sua parte de forma amável e fale sua decisão de terminar. Por exemplo: eu gostaria de estar em uma relação que os dois quisessem estar mais tempo juntos, por isso, tomei a decisão de acabar com esse relacionamento.
  5. Agradeça a pessoa: essa parte é opcional, porém, é recomendável se você pretende terminar o relacionamento da forma mais amigável possível. Agradeça mesmo que seja pelo tempo que passaram juntos e pelas experiencias que ficaram.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como terminar um relacionamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
4 comentários
A sua avaliação:
Reginaldo
Estou casado a 25 anos e a 8 meses conheci outra pessoa, ficamos juntos, saimos juntos e faziamos muitas coisas juntos, quase todos os dias, a noite eu ia pra casa dela, saía pra jantar... minha esposa trabalha a noite e depois que eu fiz uma cirurgia no ombro fiquei sozinho na casa de praia, quem me levava na fisio era essa outra pessoa, minha esposa ia duas vezes por semana, me via e depois retornava para casa da mãe dela, sempre moramos com minha sogra e eu sempre quiz alugar algo pra nós mas ela falava do valor do aluguel. sempre pensou nela e na minha filha, comprava tudo que queria e eu so gastava com a obra da casa de praia, estou a anos sem poder comprar algo pessoal e ela sempre sem dinheiro e com dividas, nunca deixei faltar nada.
Minha esposa descobriu e até ficamos separados, ela entrou em panico, chorava muito e sofreu horrores, se afastou do serviço esta tendo acompanhamento piscologico, voltei com ela, aluguei uma casa e estamos juntos, eu, minha e ela, a outra pessoa sempre falou que "aconteça o que acontecer iria me ajudar, o que ela tem não é dela e sim nosso", ela está sofrendo tambem, se apoixonou, e ainda envia mensagem dizendo que a paixão virou um grande amor. penso nessa pessoa direto e não sei o que fazer. pesa muito o tempo que estamos juntos, mas sinto que a liberdade que tive falou mais alto.
A sua avaliação:
Andreia Cristiane Breda Vanelli
Meu marido só vê meus pontos negativos, escuto todos os dia reclamações tanto de mim de casa e até de parente , vizinho , de tudo. Ele é o correto em tudo " o rei " ninguém pode dizer ao contrário dele. Já falei pra ele se tratar, mas não vai e ainda ri e fala que não precisa. Isso tá acontecendo faz 3anos desde que nossa filha nasceu. Não sei mais a que fazer, muito sofrimento. Alguém poderia me ajudar não quero me separar dele eu o amo.
fln
olha nem só de amor vive uma relação, se eu fosse você sinceramente eu terminaria, você o ama isso é evidente e justamente por isso vocês estão juntos mas pense que nem tudo esta perdido e você deve se por sempre em primeiro lugar aproveita e termine enquanto você ainda tem um sentimento bom por ele não espere um trauma maior ou acabar o amor, tente terminar de boa e com até uma certa amizade.
Francisco
Bom dia Andreia, espero que se encontre de boa saúde.

Pode fazer o favor de me dizer que pontos positivos tem o seu marido? antes e depois da vossa Filha nascer.

Pode também fazer o favor de me dizer as suas respostas ao seu marido quando você quer uma coisa do jeito que você quer e da forma como você quer e isso não acontece?

Pode também fazer o favor de me dizer que tipo de tratamento ele precisa e o porquê dele precisar desse tratamento.

Consegue me confirmar que você o elogia todos os dias e só vê os pontos positivos dele? você nunca reclama de nada nem de ninguém?

Antes o seu marido era um Plebeu e era assim que gostava dele, mas depois da vossa Filha nascer ele ficou o Rei na sua opinião e sendo ele o Rei já não gosta? Era porque antes era você a rainha e ele o plebeu ou o motivo é outro?

Por último, mas não menos importante, você garante que é exatamente a "mesma pessoa", com a mesma paciência, com as mesmas atitudes, com a mesma forma de pensar antes e depois de ter nascido a vossa Filha? você não mudou em nada o seu comportamento? tem as mesmas vontades? Tudo está igual em você mas o seu marido é que estraga tudo e logo a partir do momento em que nasce a vossa Filha?

Desculpe qualquer pergunta que ache mais bruta, só queria perceber a sua parte e o que a levou a escrever o comentário que escreveu.

Obrigado pela atenção

Cumprimentos
A sua avaliação:
Hiummy-Chan UWU
vou mostra pra minha mãe UWU
A sua avaliação:
Elza
Se ele ameaça acaba com quem vc tiver o que faço.
Administrador Psicoblog PT
Oi Elza. Procure ajuda, conte a sua situação a outras pessoas para que elas possam te ajudar em tudo o que você precisa e, se for pertinente, denuncie a pessoa que está exercendo violência de gênero.

Para denunciar casos de violência de gênero no Brasil, você pode ir a uma delegacia ou órgãos especializados e pedir amparo e proteção. O canal "Ligue 180" é uma central de atendimento gratuito e confidencial que funciona 24 horas por dia. Você pode discar 180 no telefone ou enviar um e-mail para ligue180@spm.gov.br.

O canal também pode ser usado por parentes, vizinhos, amigos ou desconhecidos. Casos de ameaça e violència psicológica também podem ser denunciados.
Como terminar um relacionamento
Como terminar um relacionamento

Voltar ao topo da página