menu
Partilhar

Como superar um amor não correspondido

Por Clara Torres Tornos, Jornalista e estudante de psicologia. 27 abril 2021
Como superar um amor não correspondido

Dizem que não escolhemos por quem nos apaixonamos, que o amor é algo que não pode ser controlado e que, às vezes, você gosta de alguém e não sabe muito bem o porquê. Nos casos em que as pessoas se atraem e se gostam de modo recíproco, o amor é correspondido ou, ao menos, há um interesse mútuo em se conhecerem. Infelizmente, nem sempre isso acontece.

Há vezes em que você pode ter sentimentos intensos por uma pessoa e que ela não sinta o mesmo, ou não sinta com a mesma intensidade que você. Nesses casos, nos deparamos diante de um amor não correspondido, uma situação que não é fácil de lidar. Por isso, neste artigo de Psicologia-Online, falaremos sobre o que é isso e como superar um amor não correspondido e as fases que uma pessoa passa com não a correspondência desse amor.

Também lhe pode interessar: Como esquecer um amor não correspondido

Significado do amor não correspondido

O amor não correspondido é um sentimento de amor romântico de uma pessoa para outra, mas sem ser recíproco. Nessas situações, o indivíduo experimenta o que é querer alguém que não sinta o mesmo por ele. Esse tipo de amor pode se transformar em algo obsessivo por não permitir que você abandone aquela pessoa que tanto idealizou. Isso é devido à dependência emocional que se desenvolve nessas situações pela pessoa amada. A obsessão provoca o desejo infinito de que a outra pessoa lhe ame, ainda que no fundo você saiba que não é bem assim.

Fases do amor não correspondido

O amor não correspondido não nasce da noite para o dia, tampouco desaparece assim do nada. Abaixo, veremos as fases do amor não correspondido:

  1. Idealização: neste momento você ainda não se conscientiza que a outra pessoa não tem os mesmos sentimentos. Existe a esperança de que no início da história de amor tudo ocorrerá bem, ainda que no fundo você sinta que algo não está tão bem assim. A outra pessoa é tão idealizada, que resulta na dificuldade em ver os seus defeitos.
  2. Amor unilateral: a idealização continua e a ilusão cresce, mas a relação se complica. Você percebe que tenta compartilhar qualquer aspecto da sua vida e que a outra pessoa não tem nenhum interesse em fazê-lo. Nessas situações, a resposta pode ser agarrar-se àquilo que mudará sua atitude com o tempo.
  3. Reconhecimento do amor não correspondido: você percebe que está diante de um amor não correspondido. Você apenas está tentando fazer com que o relacionamento funcione e que vá adiante. Você percebe que a outra pessoa não te ama como você a ama. Ainda assim, às vezes, o sentimento é tão forte que você acredita que a situação se resolverá. Um autoengano que, com o tempo, pode ocasionar problemas.
  4. Esquecendo o amor não correspondido: essa é a etapa mais difícil. Há a intenção de deixar essa relação que tanto lhe faz sofrer, mas o sentimento é tão forte que, às vezes, você sente que não conseguirá. Deixar para trás todas as expectativas, ilusões e memórias dessa pessoa que você tanto ama não é uma tarefa fácil. Afastar-se dessa pessoa pode lhe ajudar a superar essa etapa, mas, acima de tudo, não lute contra o que sente. Esquecer alguém que você amou requer tempo.
  5. Viver com isso: é o momento de aceitar e reconhecer o amor que teve por aquela pessoa. Não negue que a amou, mas não se apegue àquilo que não pode ser concretizado. É hora de refazer sua vida sem essa pessoa. Com o tempo, o momento de virar a página chegará, quando você aceitar a realidade e seguir em frente.

O que sentimos quando não somos correspondidos

O amor não correspondido gera dor e sofrimento. Todas as ilusões românticas que você tinha com uma pessoa vão por água abaixo e, muitas vezes, isso traz consequências para si mesmo/a. Vejamos o que sentimos quando não somos correspondidos:

  • Tristeza e decepção: os desejos de amor são muito fortes. Quando a realidade se choca contra a ilusão, a destruição desses desejos podem implicar um sentimento forte de tristeza e decepção em relação à pessoa amada.
  • Afeta a autoestima: a rejeição amorosa pode resultar em uma rejeição a si mesmo/a. Em certas ocasiões, podemos chegar a sentir que a culpa é nossa por não termos sido suficientes para que a outra pessoa nos amasse. É importante entender que a pessoa mais importante da sua vida é você e que amar a si mesmo/a está acima da opinião e do julgamento de qualquer pessoa, ainda que esteja apaixonado/a por essa pessoa. Sua opinião não define quem e nem como você é. Veja aqui como melhorar a autoestima.
  • Frustração e raiva: nascem da crença de que a situação é injusta e que você não a merece. Esses sentimentos são parte do processo de luto necessário para superar um desamor. São sentimentos completamente normais e indicam que você está indo pelo caminho certo.
  • Sentir solidão: o fato de não poder estar com quem desejamos pode gerar ansiedade e medo da solidão. A melancolia de lembrar dos momentos vividos com essa pessoa amada pode aumenta essa sensação. Neste post, falaremos como superar o medo da solidão.

Como superar um amor não correspondido

O momento mais difícil, e também o mais importante, quando experimenta um amor não correspondido, é aprender a esquecê-lo, superá-lo e seguir com sua vida. Como dizem, é mais fácil dizer e do que fazer, mas não é impossível. Se você se pergunta como superar um amor não correspondido, abaixo, daremos algumas dicas de como fazê-lo.

  • Aceite a situação: o sofrimento que um amor não correspondido produz nasce da esperança de que a situação pode mudar. É fundamental aceitar a realidade e não pensar no que você perdeu, mas sim no que você poderia ter. Por exemplo, estar com uma pessoa que te ame de verdade.
  • Deixe de idealizar a pessoa amada: se apaixonar por alguém pela percepção que temos dele/a é muito habitual, mas, na maioria das vezes, pouco real. Dar-se conta de que, como todas, essa pessoa não é perfeita e também tem defeitos. Pode ser que você tenha se apaixonada pelo que essa pessoa representa, e não pelo o que ela realmente é.
  • Distancie-se dessa pessoa: será mais fácil não pensar nela se ela não fizer parte da sua vida. Para superar um amor não correspondido, é melhor manter-se longe dessa pessoa e concentrar-se em si mesmo/a. Nesses momentos, cuidar de si é o mais importante.
  • Permita-se ficar triste: se a situação causa dor, negá-la só fará com que ela cresça. Aceite como você se sente em cada momento. Estar triste não é ruim, tampouco expressar isso. Ao contrário, aceitar como você se sente é necessário para superar o luto, não tente esconder suas emoções. Pode ser que não de imediato, mas, com o tempo, expressar o que sente fará você se sentir melhor consigo mesmo/a.
  • Foque seus pensamentos no presente: concentre seu pensamento no que faz a cada momento. Isso ajudará que sua mente lhe lembre constantemente a situação que você viveu e a dor que carrega. Praticar mindfulness ajudará a não pensar nessa pessoa.
  • Imagine um futuro sem essa pessoa: concentre-se em todas as coisas que você pode fazer agora que essa pessoa já não está mais em sua vida. Que não estar com a pessoa que ama não significa que você deva renunciar a tudo aquilo que faz ser quem você é. Que por essa pessoa não ter lhe correspondido, não signifique que no futuro todas as pessoas não lhe corresponderão. Dessa forma, não pense que está tudo perdido. Lembre-se que a única pessoa que você necessita em sua vida é você mesmo/a.
  • Invista em você mesmo/a: toda essa energia que você investiu na outra pessoa, agora, pode ser investida em você mesmo/a. Dedique seu tempo para fazer coisas que lhe agradem, seja sozinho/a ou acompanhado/a. Desfrutar daquilo que o/a apaixona fará você se sentir melhor consigo mesmo/a.
  • Cerque-se de pessoas de confiança: ainda que sinta que não tenha vontade de fazer nada, cerque-se de familiares e amigos que se preocupem com você e lhe ajudarão a apreciar a quantidade de coisas boas que existem em sua vida. Desfrutar de boa companhia não significa fugir dos seus sentimentos, mas sim entender que a vida vale a pena ser vivida com quem lhe ama de verdade.
  • Atreva-se a experimentar novas experiências: outra dica para superar um amor não correspondido é fazer coisas que nunca tenha feito com aquela pessoa para afastar seu pensamento dela. As novas experiências lhe farão experimentar emoções novas, que já não compartilha com essa pessoa. São somente suas.
  • Não se feche para o amor: embora leve tempo para superar um amor não correspondido, não evite passar tempo com pessoas que estejam interessadas em você. Isso lhe ajudará a recuperar a confiança em você mesmo/a e, ainda, viver um bom momento. Todavia, não se apresse em começar outra relação, porque você poderia causar algum dano a esse novo amor. Tentar amar alguém sem saber se superou seu amor não correspondido é fazer o mesmo que a pessoa que não lhe correspondeu fez com você.
  • Recorra a um/a profissional: em alguns casos, é difícil superar um amor não correspondido e os sentimentos que ele produz. Quando você sente que necessita de ajuda para superá-lo, não hesite em recorrer a um psicólogo/a. Um profissional pode lhe guiar e lhe ajudar a superar esse processo tão doloroso.

Neste artigo, você encontrará mais informações sobre como esquecer um amor não correspondido.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como superar um amor não correspondido, recomendamos que entre na nossa categoria de Sentimentos.

Bibliografia
  • Aragón, R. S., & Cruz, R. M. (2014). Causas y caracterización de las etapas del duelo romántico. Acta de investigación psicológica, 4(1), 1329-1343.
  • Congost, S. (2013). Cuando amar demasiado es depender. Oniro.
  • Isaac, G. G. (1986). Psicología de la Motivación. Editorial Sintesis, Madrid.
  • Villalba, F. (2014). La teoría de la imposible. Create Space

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Estanislau Oliveira
O que devo fazer para esquecer uma mulher linda que me r ejeita e que demonstra não sentir nada por mim?

Como superar um amor não correspondido
Como superar um amor não correspondido

Voltar ao topo da página