menu
Partilhar

Desagregação do pensamento: o que é, como se manifesta e exemplos

 
Por Gianluca Francia, Psicólogo. 12 novembro 2021
Desagregação do pensamento: o que é, como se manifesta e exemplos

O pensamento é considerado uma das funções cognitivas mais complexas da mente, essa atividade psíquica que permite a avaliação da realidade e da formação de julgamentos, com a função de colocar em ordem os dados informativos, através de processos de associação, correlação, integração, abstração e simbolização. Por meio do pensamento formamos ideias, conceitos, imaginações, desejos, críticas, julgamentos, e é possível distinguir os dois tipos de transtornos do pensamento: os formais e os relativos aos conteúdos do pensamento.

A desagregação do pensamento entra na primeira categoria dos transtornos formais, representados precisamente por alterações na explicação do pensamento e, nesse artigo de Psicologia-Online, trataremos do tema para compreender o que é desagregação do pensamento, como se manifesta e exemplos.

O que é o pensamento

Tratar de transtornos do pensamento implica necessariamente em, primeiramente, tentar definir o que se entende por "pensamento". Tarefa difícil, porque o pensamento parece se definir como uma atividade onipresente no ser humano, como se fosse uma espécie a priori da experiência, que a ordena e a faz ser compreensível.

Tanto que é assim que costumamos dizer que "não se pode deixar de pensar", e talvez isso não seja realmente certo, por mais difícil que parece à primeira vista imaginar um "não-pensamento". Então poderíamos dizer que o pensamento é a análise, o julgamento, o relacionar das coisas, é chegar a conclusões e soluções, o saber, mas também o imaginar, o fantasiar para responder a necessidades emocionais internas e não somente para resolver problemas. De fato, junto a um pensamento lógico-racional, temos um pensamento imaginativo-fantasia e um pensamento intuitivo. Conheça aqui os tipos de pensamento segundo a psicologia.

O que é a desagregação do pensamento

Vejamos a definição de desagregação do pensamento. Trata-se de um transtorno de pensamento, que consiste na incapacidade para manter uma ideia norteadora constante, o que se traduz em incoerência e improdutividade do pensamento. É caracterizada pela perda de controle na forma de perceber as impressões, pelo que se colocam certos detalhes em primeiro plano, com a consequente fragmentação do campo da experiência devida à eliminação de orientações superiores.

Existe, então, uma perda da ideia norteadora como consequência do rompimento das associações normais, fluindo os pensamentos sem conexão lógica. A pessoa desliza entre um tema e outro, podendo não ter relação aparente entre eles, podem aparecer fragmentos sem aparente relação de uns com outros, ou uma deformação sintática que contém apenas uma mescla de palavras ou sílabas, ou uma falta de coerência apesar de existir uma construção gramatical aceitável.

O pensamento não se vê influenciado pelos estímulos externos e adquire um matiz autônomo, e o resultado final é que o conteúdo se torna absurdo, incompreensível. Se ocorre de forma especial, mas não exclusiva, na esquizofrenia.

Este transtorno do pensamento aparece em doenças mentais, como a esquizofrenia (principalmente nas esquizofrenias hebefrênicas e residuais) ou a mania, e em intoxicações por cocaína ou anfetaminas.

Desagregação do pensamento: o que é, como se manifesta e exemplos - O que é a desagregação do pensamento

Elementos da desagregação do pensamento

Fazem parte da desagregação do pensamento:

  • A fusão, ou inclusão de fatos heterogêneos, com a consequente loucura do pensamento.
  • A digressão, na qual a invasão de pensamentos secundários termina por substituir o fio principal.
  • A omissão, ou bloqueio do pensamento, em que todas as sequências do pensamento principal se eclipsam mesmo sem a intervenção dos pensamentos secundários.
  • O delírio, em que se observa um intercâmbio entre os pensamentos referentes às coisas e os pensamentos referentes ao próprio mundo interior (formam parte desse âmbito as formações delirantes com misturas e confusões de conceitos).

Como se manifesta a desagregação do pensamento

É manifestada com a redução ou perda dos vínculos associativos comuns entre as ideias individuais. É um pensamento "desconexo", "fragmentado", "estranho", em que as associações mentais sucedem umas às outras. Em casos mais graves, o fluxo de ideias pode chegar a ser totalmente incompreensível, pelo que se manifesta uma dissociação total do curso do pensamento, e, portanto, da linguagem, em fragmentos desconectados, fugazes, que se aproximam entre si de forma aparentemente aleatória. Vejamos alguns exemplos de pensamentos desagregados:

  • Fusões, ou seja, conceitos sem sentido resultantes da condensação de duas ou mais ideias diferentes.
  • Hiperinclusões, quer dizer, a inserção, durante um discurso lógico, de um conceito não apropriado ou apenas marginalmente relacionado.
  • Neologismos (criação de novas palavras).
  • Simbolismo, quando a pessoa não usa as palavras em seu sentido comum, mas com um sentido pessoal, às vezes, dificilmente compreensível pelos demais.
  • Criptologia e criptografia: como consequência do simbolismo e dos neologismos, a linguagem e a escrita podem resultar incompreensíveis, até chegar à chamada "salada de palavras".

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Desagregação do pensamento: o que é, como se manifesta e exemplos, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • FORNARO, G. (2012). Pensare e delirare. Disponível em: <http://www.psychiatryonline.it/node/1245> Acesso em: 03 de novembro de 2021.
  • GALIMBERTI, U. (2002). Diccionario de Psicología. Cerro Del Agua: Siglo Veintiuno Editores.
  • PAPAGNI, S. (2021). Disturbi del Pensiero: come riconoscerli. Disponível em: <https://sergiopapagni.it/blog/disturbi-del-pensiero-come-riconoscerli.html> Acesso em: 03 de novembro de 2021.
  • PIFARRÉ, J. (2011). Trastornos del pensamiento e del lenguaje. Recuperado de: https://www.pir.es/impugnaciones2018/pregunta77/cap45%20Trast%20PENSAMIENTO%20y%20LENGUAJE.pdf

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Desagregação do pensamento: o que é, como se manifesta e exemplos
1 de 2
Desagregação do pensamento: o que é, como se manifesta e exemplos

Voltar ao topo da página