Partilhar

Identidade de gênero: o que é e que tipos existem

 
Por Equipe editorial. 31 agosto 2020
Identidade de gênero: o que é e que tipos existem

O gênero é uma construção social. Foi construído historicamente com base no sexo com o qual nascemos: se você nasce com vagina, deve ser mulher - feminina e, se nasce com pênis, deve ser homem - masculino. A questão é que você pode estar de acordo com esta associação, se identificar com o gênero que recebeu, ou não. Se você quer saber o que é identidade de gênero, seus tipos e como é construída, continue lendo este artigo de Psicologia-Online.

Também lhe pode interessar: Tipos de feminismo que existem na atualidade

O que é a identidade de gênero

A identidade de gênero é a identificação com os componentes de gênero, ou seja, com o modelo de pessoa masculina ou feminina que cada indivíduo constrói sobre si mesmo, e faz parte da identidade pessoal.

Como a identidade de gênero é construída

A identidade de gênero é construída, primeiramente, sobre o sexo com o qual se nasce, e logo em seguida através dos processos simbólicos que dão forma ao gênero em uma cultura. Isto é, a cultura define o que está associado com o gênero masculino e o que está associado com o gênero feminino, e cada pessoa vai se identificando com estes elementos, sendo condicionada pelo sexo com o qual nasceu e a interação com a aprendizagem de papéis, estereótipos e comportamentos.

A identidade de gênero se manifesta quando, por exemplo, uma criança recusa que coloquem um vestido nela porque "é coisa de menina". Nesta linha cabe mencionar a teoria da performatividade de Judith Butler e, segundo ela, o gênero é apenas uma repetição estilizada de comportamentos e, de fato, é constituído por eles.

A identidade de gênero está historicamente construída de acordo com o que a cultura considera "masculino" ou "feminino" no momento, e estes critérios podem e vão se transformando. Além disso, a construção da identidade de gênero é ao mesmo tempo influenciada pela classe social, etnia, raça, etc. Por exemplo, a feminilidade de uma mulher é concebida de forma diferente para uma mulher de classe alta e para uma mulher pobre.

Encontre mais informação sobre o tema no artigo "o que é a ideologia de gênero".

Tipos de identidade de gênero

Como vimos, a identidade de gênero é algo construído e historicamente foi construída a partir do sexo: as mulheres "devem" se identificar com o gênero feminino e os homens com o masculino. Nestes casos, quando a identidade de gênero coincide com o sexo biológico, encontramos as pessoas cisgênero. Daqui extraímos os tipos de gênero binários clássicos:

  • Identidade de gênero feminina: o que classicamente é associado à mulher.
  • Identidade de gênero masculina: o que classicamente é associado ao homem.

Claro que isto não tem por que ser assim, e aqui é onde encontramos todo o leque de termos "trans" e outras alternativas queer que fogem do escopo dos termos clássicos, tanto binários como não binários:

  • Transgênero: identidade de gênero diferente do sexo biológico.
  • Pessoa trans: pessoa transgênero que não quer se definir por nenhum gênero específico.
  • Homem trans: pessoa transgênero que se identifica como homem.
  • Mulher trans: pessoa transgênero que se identifica como mulher.
  • Transfeminino: pessoa transgênero que recebeu o gênero masculino em seu nascimento, mas se identifica mais com os símbolos da feminilidade do que com os da masculinidade.
  • Transmasculino: pessoa transgênero que recebeu o gênero feminino em seu nascimento, mas se identifica mais com os símbolos da masculinidade do que com os da feminilidade.
  • Andrógino/ginandro: pessoa cuja identidade é uma mescla, em graus diferentes, entre mulher e homem.
  • Gênero neutro/neutrois/gender neutral: pessoa que suprime as características tradicionalmente definidas como masculinas ou femininas.
  • Agênero: pessoa que não acredita no gênero e, portanto, não se identifica com nenhum.
  • Bigênero: pessoa que se identifica com dois gêneros (ex.: masculino e neutros).
  • Poligênero/multigênero: pessoa com mais de duas identidades de gênero.
  • Gênero fluido/genderfluid: pessoa cujo gênero flutua entre vários (dois ou mais).
  • Pangênero: identidade que reconhece todas as identidades.
  • Intergênero: gênero atribuído às pessoas intersexuais, que se situam entre dois gêneros, geralmente os binários.

O que é um transtorno de identidade de gênero

"Transtorno de identidade de gênero" é como se designava antigamente a disforia de gênero no DSM-IV e como continua sendo designada no CID-10. No entanto, a etiqueta de "transtorno" para as pessoas que não estão de acordo com o gênero que a elas foi atribuído, ficou desatualizada.

O DSM-V apenas considera a "disforia de gênero", concentrando-se na disforia como problema clínico, e não na identidade por si só. Além disso, no CID-11, que será publicada em 2022 pela OMS, também deixará de ser considerado um transtorno, e passará a se chamar "incongruência de gênero", deixando, assim, de tratar as identidades trans como doença.

Consulte este artigo para conhecer os detalhes da disforia de gênero: o que é, sintomas e causas.

Diferença entre disforia de gênero e transgênero

A disforia de gênero se refere à insatisfação afetiva/cognitiva de um sujeito com o gênero atribuído. É associada a um mal-estar clinicamente significativo que pode acompanhar a incongruência entre o gênero experimentado ou expressado por uma pessoa, e o gênero atribuído, ou a uma deterioração social, escolar, profissional ou outras áreas importantes da vida.

Enquanto que o termo transgênero se refere ao amplo espectro de sujeitos que, de forma transitória ou permanente, se identifica com um gênero diferente de seu gênero de nascimento e, ao contrário da disforia de gênero, nem todas as pessoas apresentam mal-estar como consequência da incongruência.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Identidade de gênero: o que é e que tipos existem, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia social.

Bibliografia
  • American Psychiatric Association (2014). Manual Diagnóstico y Estadístico de los Trastornos Mentales. 5a edición. Editorial Médica Panamericana.
  • Butler, J. (1990). El género en disputa. El feminismo y la subversión de la identidad. Barcelona: Paidós.
  • Fuller, N. (1997). El pensamiento feminista y los estudios sobre identidad de género masculino. Hojas de Warmi, 8, 13-24.
  • García-Leiva, P. (2005). Identidad de género: modelos explicativos. Escritos de psicología, 7, 71-8.
  • Lamas, M. (1999). Usos, dificultades y posibilidades de la categoría género. Papeles de población, 5(21), 147-178.

Escrever comentário sobre Identidade de gênero: o que é e que tipos existem

O que lhe pareceu o artigo?

Identidade de gênero: o que é e que tipos existem
Identidade de gênero: o que é e que tipos existem

Voltar ao topo da página