Partilhar

Como desenvolver a inteligência emocional

 
Por Nerea Babarro Rodríguez, Psicóloga. 19 novembro 2019
Como desenvolver a inteligência emocional

A inteligência emocional vai muito além da inteligência acadêmica e do desempenho escolar. Além disso, nem sempre a inteligência acadêmica e a inteligência emocional precisam andar de mãos dadas. Contudo, como podemos promover a inteligência emocional? É uma capacidade inata ou pode ser desenvolvida? Para saber mais sobre essa inteligência, não hesite em continuar lendo este artigo de Psicologia-Online: como desenvolver a inteligência emocional em 12 passos. Você encontrará técnicas, estratégias e atividades para desenvolver a inteligência emocional. Vamos lá?

O que é inteligência emocional

O psicólogo que desenvolveu o significado de inteligência emocional foi Daniel Goleman. A inteligência emocional é um conceito que dá uma nova visão à inteligência popular que sempre foi vinculada ao desempenho acadêmico, levando em conta os aspectos intelectuais das pessoas. Especificamente, a definição de inteligência emocional refere-se ao gerenciamento de todos aqueles aspectos relacionados com o mundo emocional e social, ou seja, aqueles aspectos aos quais as pessoas recorrem para compreender o dia a dia da vida.

Assim, do ponto da inteligência emocional, entende-se que não apenas existem as habilidades acadêmicas como as únicas habilidades importantes para alcançar o máximo bem-estar profissional, pessoal, acadêmico e social. No entanto, a partir da inteligência emocional, considera-se que existem outras habilidades mais importantes para poder alcançar tal bem-estar. Portanto, o coeficiente intelectual compreende um papel secundário quando se fala de inteligência emocional.

Em suma, a inteligência emocional é aquela capacidade ou habilidade que as pessoas têm para poder gerenciar e/ou entender as próprias emoções e as dos outros. Portanto, acaba sendo uma capacidade que nos permite melhorar em termos de qualidade de vida e de manter melhores relações sociais. Vendo os benefícios da inteligência emocional, você pode se perguntar como desenvolver a inteligência emocional. A seguir, responderemos essa pergunta.

Como desenvolver a inteligência emocional em 12 passos

A inteligência emocional não é algo inato, algo que você tem ou carece desde que nasceu. É uma habilidade que todos dispomos, mas que não é demonstrada se não for treinada ou praticada para desenvolvê-la. Para desenvolver a inteligência emocional, é necessário praticá-la, você pode fazer exercícios de inteligência emocional por si mesmo ou pode participar de workshops ou cursos de inteligência emocional.

A seguir, mostramos 12 passos que permitem desenvolver a inteligência emocional:

  1. Conheça a si mesmo: pode ser útil para poder se beneficiar de uma autoconsciência que permite conhecer as próprias forças e fraquezas.
  2. Gerencie os próprios estados de humor: com a ajuda do autoconhecimento podemos gerenciar com maior facilidade os diferentes estados de humor pelos quais passamos. O fato de saber diferenciá-los permite uma maior facilidade para reconhecer em qual momento devemos nos autorregular.
  3. Empatia: manter relações interpessoais mais respeitosas, nos aproximando dos outros sem julgá-los. Aceitar as pessoas como são. Tudo isso permite uma maior fluidez nas relações interpessoais, maior grau de maturidade das pessoas e maior bem-estar.
  4. Detecte emoções: do mesmo modo que devemos conhecer nossas próprias emoções, também devemos conhecer as emoções que estão ocultas por trás dos atos de outras pessoas.
  5. Não se julgue: não devemos nos julgar por nos sentir de uma determinada maneira ou de outra.
  6. Comunicação não verbal: é importante levar em conta a mensagem que é transmitida pelo corpo, isso também ajuda a compreender as emoções e os sentimentos expressados por si mesmo e pelas outras pessoas.
  7. Controle os pensamentos: para poder controlar nosso comportamento, antes devemos aprender a controlar nossos pensamentos. Pois os pensamentos geralmente nos fazem agir de maneira inesperada.
  8. Evidencie as emoções: identificar as emoções que sentimos em cada momento, de maneira específica, pode ajudar a compreender como nos sentimos em determinados momentos.
  9. Diário: manter um diário de emoções é uma boa técnica para evidenciar, deixando por escrito, como nos sentimos durante o dia. Não se trata de explicar as atividades que foram realizadas, mas como nos sentimos em cada uma dessas atividades e em cada troca social.
  10. Por quê?: é importante indagar o motivo de cada ação ou reação, tanto próprias como dos outros. Em muitas ocasiões, nos fixamos apenas na reação e tendemos a julgar a reação por ser desmedida, mas por que uma pessoa reagiu assim? O que tem por trás dessa situação para agir de determinada maneira? É uma boa forma de compreender as pessoas e não julgá-las por seus atos.
  11. Assertividade: uma vez que somos capazes de identificar nossas emoções e sentimentos, seria ótimo poder expressá-los de forma assertiva, entendendo a assertividade como aquela capacidade que nos permite agir sem causar efeitos negativos ou adversos.
  12. Motivação: a motivação e o otimismo são essenciais para alcançar nossos objetivos, se queremos treinar e desenvolver nossa inteligência emocional, é fundamental fortalecer nossa motivação.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como desenvolver a inteligência emocional, recomendamos que entre na nossa categoria de Emoções.

Bibliografia
  • Extremera, N., y Fernández, P. (2004). El papel de la inteligencia emocional en el alumnado: evidencias empíricas. Revista electrónica de investigación educativa, 6(2).

Escrever comentário sobre Como desenvolver a inteligência emocional

O que lhe pareceu o artigo?

Como desenvolver a inteligência emocional
Como desenvolver a inteligência emocional

Voltar ao topo da página