Partilhar

Como identificar uma pessoa bipolar

 
Por Equipe editorial. 4 junho 2019
Como identificar uma pessoa bipolar

Você alguma vez se perguntou ou suspeitou que alguém do seu círculo ou uma pessoa próxima pode ser bipolar? O transtorno bipolar é uma doença mental grave na qual as pessoas que padecem da mesma apresentam mudanças incomuns no estado de humor. Em alguns momentos, se encontram felizes, com muita energia e eufóricas (episódio maníaco) e, em outros, se sentem profundamente tristes, pouco ativas e desesperadas (episódio depressivo). Os sintomas de bipolaridade são tão extremos que podem afetar as relações dos afetados com as outras pessoas, assim como a realização das atividades diárias. No seguinte artigo de Psicologia-Online, explicamos detalhadamente quais são todos os sintomas e sinais que explicam como identificar uma pessoa bipolar.

O que é uma pessoa bipolar

O transtorno bipolar é uma doença mental na qual a pessoa afetada apresenta episódios de mania e depressão. Provoca alterações drásticas e severas no estado de humor, nos quais se incluem altos emocionais (mania ou hipomania), nos quais a pessoa se sente eufórica, irritável e com muita energia, e baixos emocionais (depressão), nos quais sente uma profunda tristeza e perde o interesse em realizar as atividades que antes eram agradáveis. Estas alterações bruscas do estado de humor têm uma série de consequências para a pessoa e podem prejudicá-la nos diferentes aspetos da sua vida, afetando, entre outras coisas, a sua energia, atividade diária, hábitos de sono, relações pessoais, comportamento e conduta, capacidade para pensar com clareza, etc.

Embora se desconheçam as causas exatas do transtorno bipolar, os especialistas concluíram que a maioria das pessoas que apresentam esta doença mental respondem a algum dos seguintes fatores:

  • Fatores genéticos: a doença é observada com mais frequência em pessoas que possuem um familiar direto que a apresenta.
  • Diferenças biológicas: se observou que as pessoas com bipolaridade têm câmbios físicos no cérebro, um desequilíbrio bioquímico que pode ser causado por uma produção irregular de hormônios ou por problemas com alguns neurotransmissores.

Além dos anteriores, existe uma série de fatores de risco que podem aumentar as probabilidades de que uma pessoa apresente bipolaridade, como o abuso de álcool ou drogas, episódios de muito estresse, sofrer traumas psicológicos, etc.

Podemos distinguir entre diferentes tipos de transtorno bipolar: o transtorno bipolar I, o transtorno bipolar II e o transtorno ciclotímico.

Como identificar uma pessoa bipolar - O que é uma pessoa bipolar

Como identificar uma pessoa bipolar: 7 sinais

Se você suspeita que uma pessoa do seu ambiente ou alguém próximo pode sofrer desse transtorno, em seguia te mostramos alguns dos sinais que podem ajudar a identificar uma pessoa bipolar, tendo em conta os comportamentos e condutas que as pessoas bipolares podem adotar no seu cotidiano:

Euforia e boa disposição

Na fase maníaca, as pessoas bipolares podem sentir-se cheias de energia, exuberantes, criativas e até eufóricas. Alguns pacientes experienciam uma rutura total com a realidade, no entanto, outros apresentam a chamada hipomania, um estado no qual o ânimo se eleva muitíssimo e a pessoa tem muita energia, mas sem chegar a perder a noção e o contato com a realidade.

Depressão

Os episódios de mania são alternados com episódios de depressão. Nessa fase do transtorno bipolar, a pessoa sente uma tristeza profunda e intensa, fadiga, angústia, culpa, vazio existencial e pode até chegar a ter pensamentos suicidas.

Muita irritabilidade

Uma pessoa bipolar que apresenta sintomas maníacos e depressivos ao mesmo tempo, manifestam uma irritabilidade extrema. Esta irritabilidade chega a ser, em algumas ocasiões, tão forte que interfere nas relações com as outras pessoas na vida do paciente. O afetado se irrita sem entender porquê e não é capaz de controlar o seu comportamento.

Incapacidade para terminar as tarefas

Uma pessoa bipolar pode ser muito produtiva e estar cheia de ideias novas e projetos durante a fase maníaca. Costuma começar estes projetos mas, logo, nunca chega a terminá-los ou concluí-los totalmente.

Verborreia e pensamentos acelerados

Outro dos sinais e sintomas que também podem ajudar a saber se uma pessoa é bipolar é a fala apressada e os pensamentos acelerados. Isso ocorre durante a fase maníaca e a pessoa bipolar pode ter dificuldades para acompanhar uma conversa, falar sem parar, interrompendo o outro constantemente, ter muitos pensamentos, saltar de um tema para outro sem que exista conexão entre eles, etc.

Impulsividade e temeridade

Durante a fase maníaca do transtorno bipolar, o afetado pode agir de forma impulsiva e irresponsável. Além disso, costuma apresentar atitudes temerárias e perigosas, quer seja no âmbito laboral, social ou sexual, mostrando-se interessado numa série de atividades que normalmente não realizaria.

Problemas no trabalho

Os sintomas do transtorno bipolar podem interferir nas suas capacidades intelectuais e nas relações sociais, o que pode acarretar uma série de problemas no âmbito laboral. É frequente sentir dificuldade para se concentrar e para desempenhar corretamente ou concluir as suas atividades profissionais. A irritabilidade e o ego inflado próprios dos episódios maníacos podem fazer com que a pessoa tenha conflitos no trabalho.

Sintomas de bipolaridade segundo o DSM-V

Identificar uma pessoa bipolar e diagnosticar o transtorno bipolar não é algo fácil devido a uma grande complexidade e variedade de estados emocionais que qualquer pessoa experiencia ao longo do seu dia. Segundo o DSM-V, Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais, para saber se uma pessoa é bipolar, devem ser considerados os seguintes parâmetros:

Diagnóstico do episódio maníaco

Presença de 3 ou mais dos seguintes sintomas num período mínimo de uma semana e durante a maior parte do dia:

  • Aumento da autoestima.
  • Sentimentos de grandeza.
  • Poca necessidade de dormir.
  • Muito falador.
  • Dificuldade para manter uma conversa com normalidade.
  • Pensamentos acelerados.
  • Se distrai facilmente.
  • Aumento da atividade destinada a um objetivo.
  • Realização de atividades com consequências negativas como, por exemplo, compras excessivas, jogos de apostas, gastar grandes quantias de dinheiro, etc.

Dita alteração do estado de humor implica uma deterioração muito significativa do desempenho social ou laboral do paciente e requer hospitalização para evitar que se machuque a ele mesmo ou outras pessoas.

Diagnóstico do episódio hipomaníaco

Presença de 3 ou mais dos sintomas mencionados anteriormente no "Diagnóstico do episódio maníaco" num período mínimo de 4 dias consecutivos e durante a maior parte do dia.

Ao contrário do episódio maníaco, nesse caso, esta alteração do estado de humor não provoca alterações significativas no desempenho social ou laboral da pessoa e não requer hospitalização. As mudanças do estado de humor costumam ser observadas por outras pessoas.

Diagnóstico do episódio de depressão

Presença de, pelo menos, 5 ou mais dos sintomas seguintes durante um período de 2 semanas e sem que esses sintomas se devam a outras condições ou doenças:

  • Estado depressivo: tristeza, sensação de vazio, desespero.
  • Perda de interesse em atividades que antes eram agradáveis.
  • Aumento ou perda de peso que não está relacionado com dietas.
  • Insônia.
  • Hipersônia.
  • Agitação ou atraso psicomotor.
  • Cansaço ou perda de energia.
  • Sentir-se inútil.
  • Dificuldade para tomar decisões.
  • Dificultad para se concentrar.
  • Pensamentos suicidas.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como identificar uma pessoa bipolar, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Escrever comentário sobre Como identificar uma pessoa bipolar

O que lhe pareceu o artigo?

Como identificar uma pessoa bipolar
1 de 2
Como identificar uma pessoa bipolar

Voltar ao topo da página