Partilhar

Meu namorado não gosta da minha família: soluções

 
Por Equipe editorial. Atualizado: 29 setembro 2020
Meu namorado não gosta da minha família: soluções

Quando você inicia um relacionamento, você pode pensar que nada poderia influenciar em seu amor, porque um relacionamento é uma coisa de dois. No entanto, cada um carrega uma mochila para o relacionamento que contém experiências passadas, ambiente, amigos, família… Em Psicologia-Online, queremos contar sobre o que acontece quando seu/sua namorado/a não gosta da sua família, porque pode influenciar no desenvolvimento da relação.

Também lhe pode interessar: Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço?

Meu namorado/a não gosta da minha família

Entre os problemas que podem surgir em um relacionamento amoroso, existe um caso que se repete com mais frequência do que gostaríamos: que ocorra um conflito entre um dos membros do casal e seus sogros. As circunstâncias mais frequentes são:

  • Seu namorado/a não suporta sua família porque têm poucas coisas em comum. Talvez os valores, as crenças e os comportamentos em geral sejam tão diferentes que choquem.
  • Seu cônjuge não suporta sua família porque pensa que se intrometem muito no relacionamento de vocês. Isso geralmente acontece quando os pais ou mães são super-protetores ou autoritários. De uma forma ou de outra, estão acostumados a opinar e até decidir em todas as questões relacionadas com seu filho ou filha, e isso inclui seu relacionamento amoroso.
  • Sua família não gosta do seu companheiro/a ou ele/a não parece bom o suficiente para você e isso acaba sendo notado na maneira como eles o tratam. Seu cônjuge, ao sentir-se julgado, criticado ou negligenciado, se recusa a passar um tempo com sua família. Aqui você encontrará mais informações sobre o que fazer se sua mãe não aceita seu namoro.

O que posso fazer para melhorar a relação

Se você não quer que a má relação do seu namorado/a com sua família afete o relacionamento de vocês, você pode seguir essas recomendações:

  • Fale com seu cônjuge e explique o quão importante sua família é para você e o quanto você gostaria que tivesse pelo menos uma relação cordial. Peça a ele para se colocar no seu lugar para compreender você.
  • Se o problema é como sua família trata seu cônjuge ou mesmo suas intromissões no relacionamento de vocês, é a sua vez de agir. Fale com sua família sobre como o comportamento deles está afetando você. Estabeleça limites quando eles entrarem em assuntos que só dizem respeito ao casal. Faça-os entender que seu cônjuge é importante para você, que você escolheu ter um relacionamento com ele ou ela e que significaria muito para você que o aceitassem e fizessem um esforço para ser agradáveis ou cordiais.

O que seu namorado ou namorada pode fazer para melhorar a relação

Caso seu cônjuge queira tomar medidas para melhorar o relacionamento com sua família e, assim, impedir que afete o relacionamento de vocês, ele pode tentar o seguinte:

  • Procurar hobbies comuns com alguns membros de sua família e organize um encontro em torno disso. A aproximação é mais fácil em momentos de lazer, os participantes geralmente estão mais receptivos. Quando fazemos as coisas que gostamos, estamos de bom humor e isso influencia em nossa maneira de nos comunicar e no que transmitimos.
  • Poderia conversar com sua família e explicar o quão importante você é para ele/ela. Talvez dessa maneira, sua família compreenda que ele está disposto/a a fazer o necessário para fazer você feliz e isso mudará a opinião deles em relação ao seu/sua namorado/a.

Apesar de fazer um esforço e tentar melhorar as relações com os sogros, seu companheiro/a deve ser ele mesmo ou ela mesma em qualquer caso e definir os limites que considere intransponíveis.

O que fazer se nada parece funcionar

Se, por mais que vocês tenham feito suas partes, o relacionamento não melhora ou até se torne insuportável, talvez seja recomendável que os encontros namorado/a-família sejam reduzidos ao estritamente necessário (casamentos, natal e similares). Isso não significa que você não veja sua família, você pode continuar passando um tempo com eles, mas não é necessário que seu cônjuge esteja presente sempre. Além disso, se minimizarmos o atrito, é possível que, nas poucas ocasiões nas quais se vejam, as coisas estejam mais calmas e os ressentimentos tenham diminuído ao longo do tempo.

A situação é complicada se você tiver filhos com seu cônjuge, pois eles têm direito de passar um tempo com os avós, tios, primos, etc. Nesses casos, você pode ir com seus filhos ver sua família, enquanto seu cônjuge pode fazer outros planos com a família dele, por exemplo.

Escolher entre namorado/a e família

Se você chegar ao ponto de ter que escolher entre seu cônjuge ou sua família é que as coisas não foram muito bem e a situação se complicou além da conta.

Como foi comentado na seção anterior, se o relacionamento do seu cônjuge com sua família é insustentável, você pode concordar com ele/ela que você passará um tempo com a família por conta própria. Não acho que seja necessário renunciar à sua família ou desistir de seu namorado/a.

Às vezes, temos consciência das coisas que podemos mudar e das que não podemos mudar e, no segundo caso, aceitá-las será o melhor para nós. Por mais que você faça sua parte, o pensamento e o comportamento dos outros não depende de você. Tanto seus familiares e seu cônjuge são pessoas adultas e responsáveis por suas próprias ações. Não é culpa sua que eles decidam não fazer sua parte para contribuir para um bom ambiente, para poder manter um relacionamento cordial.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Meu namorado não gosta da minha família: soluções, recomendamos que entre na nossa categoria de Conflitos familiares.

Escrever comentário sobre Meu namorado não gosta da minha família: soluções

O que lhe pareceu o artigo?

Meu namorado não gosta da minha família: soluções
Meu namorado não gosta da minha família: soluções

Voltar ao topo da página