menu
Partilhar

Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço?

Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço?

Por muito estranho que pareça, existem casos nos quais uma mãe não é capaz de dar o amor que o seu filho ou filha necessita. Essa falta de afeto resulta em filhos com problemas de apego e pouca estabilidade mental. Quando somos pequenos, não somos capazes de distinguir exatamente este problema mas, com o passar dos anos, podemos chegar a sentir que a nossa mãe não nos ama.

O momento no qual nos consciencializamos de que a nossa mãe não sente o afeto que desejamos pode ser muito duro. Em alguns casos, esta é apenas uma sensação subjetiva e temporal após uma briga ou um distanciamento mas, em outros, pode mesmo se ruma realidade que precisamos enfrentar da melhor forma possível. Se, na sua cabeça, você não consegue abandonar o pensamento "Minha mãe não gosta de mim", continue lendo esse artigo de Psicologia-Online.

Também lhe pode interessar: Por que a minha mãe me odeia

Por que a minha mãe não gosta de mim: causas

Como comentado anteriormente, é possível sentir que a nossa mãe não gosta de nós porque discutimos com ela ou nos afastamos por determinados motivos. É até possível que você tenha acabado de se independentizar recentemente e a sua mãe esteja tentando superar o síndrome de ninho vazio e, por isso, não fale tanto com você.

Também é normal sentir que a sua mãe não gosta de você na adolescência. É nessa época da vida que surgem muitos atritos entre a família e se torna complicado manter um relacionamento livre de discussões. Quando somos adolescentes, é normal que nos sintomas incompreendidos pelas nossas famílias e, por isso, podemos chegar a pensar que não gostam de nós.

No entanto, não devemos descartar por completo a possibilidade de que o sentimento "minha mãe não me ama" seja real. Esta percepção de desapego pode provocar um sentimento de insatisfação em nós mesmos, baixa autoestima e um forte vazio emocional. Existem mães que não desenvolvem um laço estreito de apego com os seus filhos ou filhas e eles notam, existem mães com condutas tóxicas, manipuladoras, mães competitivas...

Para poder deixar atrás a dor de pensar que a sua mãe não gosta de você, é necessário assimilar que existem comportamentos desse tipo em certas figuras familiares. Negá-lo apenas bloqueia as nossas emoções e acaba por ser contraproducente a longo prazo. Uma vez que aceitamos que a nossa mãe não gosta de nós como esperamos, podemos desenvolver as nossas próprias fortalezas e ser capazes, com tempo, de seguir em frente.

Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço? - Por que a minha mãe não gosta de mim: causas

Como saber se a minha mãe não gosta de mim

Para poder saber se os pensamentos que você tem são apenas sensações ou se realmente a sua mãe não gosta de você, é necessário aprender a identificar uma mãe tóxica. Embora as mães tóxicas possam ter comportamentos diferentes, normalmente apresentam várias das características seguintes:

  • Critica tudo o que você faz ou diz
  • Julga as suas opiniões e não lhes atribui o valor que merecem
  • Poucas vezes está contente com a sua companhia e tem uma atitude desagradável
  • Você sente que ela está competindo com você constantemente, tentando mostrar mais sucessos ou mais felicidade na vida dela
  • Tenta te manipular para que você se sinta mal com tudo o que você faz
  • Diz abertamente que não gosta de você
  • Compara o vosso físico e sempre tenta ganhar nesse sentido
  • Critica o seu estilo de vida e a pessoa que você ama
  • Sempre se coloca na posição de vítima e te culpabiliza por todo o mal

Mães tóxicas

Caso, efetivamente, a sua mãe não sinta afeto por você, é possível que estejamos perante um caso de síndrome da progenitora tóxica. Estes casos se caracterizam por mães com baixo ou nenhum interesse em exercer o papel maternal. É possível que este síndrome se desenvolva em mulheres que não querem realmente ser mães mas, por motivos alheios, não puderam interromper a gravidez.

É verdade que, para muitas pessoas, ser mãe é um presente e algo que agradecem eternamente. Contudo, a maternidade implica grandes pressões e expectativas sociais às quais algumas mulheres não podem chegar. O papel social de mãe condiciona muito uma vida e pode provocar um desgaste severo no laço afetivo entre os filhos e a progenitora.

Consequências de síndrome da progenitora tóxica

Como é fácil prever, as consequências de um vínculo tóxico entre mãe e filho podem ser muito desagradáveis. Para os filhos e filhas, implica uma sensação de desapego que, possivelmente, arrastarão para o resto das suas vidas. É provável que não abandonem o pensamento "minha mãe não me ama" facilmente, ideia que pode provocar muitas inseguranças na hora de formar novas relações pessoais. Além disso, esses filhos costumam crescer com problemas de autoestima e até comportamentos autodestrutivos indiretos e transtornos de personalidade.

Quanto à mãe tóxica, esta se encontra em uma situação confusa. Por um lado, não tem interesse em proporcionar cuidados e carinho aos seus filhos ou filhas e prefere organizar a sua vida à volta dela mesma. Por outro lado, pode chegar a sentir que o seu ambiente rejeita enormemente o seu estilo de vida e, como consequência, se sente forçada a cuidar dos seus filhos de qualquer forma.

Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço? - Mães tóxicas

Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço?

Uma vez esteja claro que a sua mãe não gosta de você, é o momento de agir em consequência. É fácil falar mas entendemos que esse é um processo complicado. Para superar esse problema, é necessária muita força de vontade e pensamentos que alimentem a sua autoestima constantemente. Você deve ser forte na adversidade e aceitar que, no caminho da vida, a sua mãe não te vai acompanhar, pelo menos não do jeito que você precisa.

Em seguida, apresentamos alguns passos simples baseados na terapia psicológica para saber o que fazer se você sente que a sua mãe não gosta de você:

  1. Assumir o desapego: como comentado nos pontos anteriores, não aceitar a realidade bloqueia por completo a gestão desse conflito. Assumir que o laço afetivo é praticamente nulo é um passo necessário para selar a ferida.
  2. Evitar os conflitos: assim que você for capaz de manter uma distância cordial com a sua mãe, é possível que ela procure a mesma dinâmica de discussões que mantinham antes. Nesse caso, teremos que aprender a resolver um conflito de forma assertiva.
  3. Ter uma vida independente dela: se você continua vivendo com a sua mãe, terá de desenvolver espaços e momentos de individualidade nos quais a sua mãe não intervém, já que formar uma independência correta pode ajudar a subir a sua autoestima e as capacidades de resiliência. Se você vive sozinho ou sozinha, esse passo é muito mais fácil pois apenas é necessário evitar o contato excessivo com ela.
  4. Não culpe a sua mãe: a culpa é um sentimento que apenas provoca peso e, com o peso, não podemos fazer nada. Portanto, mesmo que seja muito doloroso para você, tente não julgar os sentimentos da sua mãe. É impossível saber exatamente o que aconteceu com a sua mãe para que ela seja incapaz de desenvolver um vínculo de afeto em relação a você.

Viver sentindo que a sua mãe não te ama não é uma tarefa simples, é por isso que recomendamos seguir este processo de superação lentamente e sem pressas, seguindo cada passo e cada conselho ao seu ritmo. Pode passar muito tempo até que você seja realmente capaz de seguir em frente, independentemente da que deve ser a nossa figura materna. No entanto, não devemos frustrar-nos perante esse caminho, tudo chegará, incluindo a estabilidade mental depois dessa fase difícil.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço?, recomendamos que entre na nossa categoria de Conflitos familiares.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
131 comentários
A sua avaliação:
Débora
Estou surpresa, como um artigo e capaz de descrever exatamente o que vivi e vivo em relação a minha mãe, muito obrigada por dar dicas de alguns passos para superar!!
A sua avaliação:
Kelle
Minha mãe não ama seus filhos, eu e meu irmão não recebemos o amor, cuidado, carinho e respeito que uma mãe deveria doar aos seus filhos. Em 2015 ela se casou com um homem inútil, bêbado, arrogante, burro e desempregado que não faz o menor esforço para ser uma boa pessoa, além disso ele não ama a minha mãe. Mas apesar disso minha mãe segue amando esse homem incondicionalmente, ele já disse e fez várias coisas que a magoaram, no entanto, ela prefere continuar acreditando que ela a ama e a respeita parece que ela sente prazer em ser desprezada e tratada como empregada. Eu e meu irmão sempre tentamos abrir os olhos dela, mas os errados somos nós que queremos acabar com o casamento dela, na cabeça dela é esse o nosso plano. Quando eu e meu irmão éramos crianças ela era casada com meu pai que também era um traste de marido e fez mal a ela e a nossa família, mas ela preferia amar o meu pai do que amar o meu irmão(filho de outro homem). Como é de se imaginar, meu irmão cresceu sendo uma pessoa fria e indiferente à minha mãe e a muitas pessoas, ele não é uma má pessoa, mas minha mãe fez ele colocar uma pedra de gelo no lugar do coração. E a partir de 2015 eu conheci esse lado cruel dela, na época eu não entendia muito bem porque ainda era muito nova (tinha uns 11/12 anos) hoje em dia tenho 17 e em junho faço 18 anos, apesar da minha pouca idade eu tenho consciência de que minha mãe não faz questão de dar amor aos filhos, nunca tivemos voz e nem vez com ela. Crescemos em um lar violento e confuso que nos deixou feridas dolorosas, meu irmão sente uma raiva absurda dela e eu compreendo porque também sinto essa raiva apesar dessa não ser minha intenção, porque evito ao máximo nutrir sentimentos ruins por alguém ainda mais sendo ela, mas a dor de saber que minha mãe prefere um macho do que os filhos me faz guardar muitas mágoas e me faz perder a fé no amor e nas pessoas, a única pessoa que ainda amo é o meu irmão e mais ninguém. Tenho uma insegurança muito grande em relação a tudo e sempre sinto que estou atrapalhando as pessoas, mesmo não sendo verdade, outra coisa é que tenho um medo tremendo de ser abandonada pelos poucos amigos que tenho e isso faz eu me afastar deles quando eu me sinto triste, porque não quero falar besteiras para eles e acabar com nossa amizade. Enfim, espero tirar forças de onde não tenho para conseguir superar esse vazio.
A sua avaliação:
kaylanne
Minha mãe não me ama e nem ama o meu irmão, ela só ama o marido dela que é um bêbado, desempregado, mentiroso, preguiçoso e inútil. Aqui em casa eu e meu irmão não temos voz e nem vez, ela aceita tudo do marido dela e só sabe criticar eu e meu irmão. É muito doloroso quando você descobre que a pessoa que deveria te amar não faz questão de ter por perto e não te ama, é difícil acreditar no amor e nas pessoas quando desde de criança você não recebe o amor que uma criança deve receber.
A sua avaliação:
Miqueias
Minha mãe me trata q nem um mendigo e ela não gosta de mim hj eu falei q não estava com fome e ela bateu na minha perna e até deixou a marca
A sua avaliação:
Leticia vieira Monteiro
Minha mãe não me ama né trata que nem uma empregada será que vca podem me ajudar
A sua avaliação:
Patricia
Boa tardeindentifiquei completamente com este texto, apesar de Hoje já estar com 40 anos e devido a problemas de saúde minha está morar na minha casa, e mantém as mesmas atitudes comigo quando estava na adolescência e infância todos eram melhores que até mesmo quando alguém me quer mal esta sempre a favor dos outros sempre fui uma pessoa correta até hoje e isso que se passa. Gostei do vosso texto
A sua avaliação:
Luciana Kilmister
Oque fazer qdo sua própria mãe em qualquer discussão lhe deseja a morte? Já são várias vezes que ela em qualquer discussão diz com a boca cheia "Eu te odeio. Porque vc não morre? "
Raquel
Conversa com ela,pergunta pra ela pq ela tem este tipo de desejo. Não ofenda ela e nem brigue com ela apenas converse sem se alterar sobre o q vc sente a respeito. Se ela não quiser conversar vida q segue,se afasta dela. Ta bom?
Luciana Kilmister
É verdade. Apesar de ser extremamente doído ouvir isso da própria mãe , é melhor evitar atrito e seguir em frente. Mas , tem dias que isso me deixa absurdamente deprimida. Obrigada por me dar atenção.
A sua avaliação:
Micaelly
Gente estou muito mal eu não sou feliz., monha mãe na verdade é minha tia ela é irmã do meu pai me criou desde os 3 meses de nascida.... Meu Deus eu me pergunto a Deus o que eu faço pra sofrer tanto, nem minha propria mãe biológica mim quis quando eu era bb. Gente eu estou passando por uma luta profunda aqui dentro de casa por mais que eu faça tudo ela sempre acaba alguma coisa de errado pra mim expulsar de casa ela não me quer mais aqui na casa dela, só me esculhamba, Aaah e seu pai ? Meu pai me odeia profundamente ele inventou umas histórias aí e falou que não me queria mais como filha que não era pra mim ir atrás dele não acho que ele fez isso pra não pagar pensão quando eu era dimenor. Sabe eu só queria sumir, sumir pra sempre
Equipe editorial (Editor/a de Psicologia-Online)
Oi, Micaelly. O melhor caminho é consultar um psicólogo ou psicóloga que possa te acompanhar e ajudar a administrar todos esses sentimentos em relação à sua história. O CVV (Centro de Valorização da Vida) também pode te orientar. Basta ligar gratuitamente para 188.
Um abraço!
MICHAELA
Eu li seu comentário, TENHO 30 ANOS

E para te consolar eu posso falar que o maior amor que você tem é o de DEUS e JESUS. Não mendigue amor e atenção da sua mãe isso eu só aprendi aos 30 anos que é a idade que tenho hoje, seja forte, forte mesmo peça para DEUS força, quando vc tiver chorando pede para JESUS ser seu colo, todas as vezes que chorava eu via JESUS me consolando no colo dele, por que não dava para pedir ajuda da minha mãe, graças a DEUS me libertei da convivência dela recentemente, e só para resumir minha história de vida...

Não tentem se MATAR eu tentei e sobrevivi, se tenho algo a agradecer a minha mãe é que ela percebeu que eu estava dormindo na parte da tarde e achou estranho pq nunca durmo a tarde e pediu socorro...na época eu tinha 14 anos. Se eu tivesse morrido nada seria diferente ela continuaria sendo a mesma pessoa, ao invés de querer morrer eu aprendi a querer ser uma vitoriosa todos os dias por ter sobrevivido a ela e ao sofrimento. seja NOBRE, SEJA FORTE, E A RECOMPENSA DEUS VAI TE DAR.

Somos em 8 filhos, sete meninas é um menino, eu digo e afirmo que o único filho que minha mãe realmente ama é o menino, pq ele foi o único que ela realmente desejou...ela foi diagnosticada com depressão pos parto do caçula e após alguns anos veio o diagnóstico de esquizofrenia, mas a doença só traz um pouco de indiferença sentimental o resto é da personalidade e caráter dela, brigas e discussões eu tive com ela durante 19 anos, desde os meus 11 anos, pq ela disse que não cuidaria mais de mim e dos meus irmãos, éramos todos crianças, e eu cuidei dos meus irmão mais novos e de toda a casa sozinha enquanto minha mãe passava o dia todo dormindo, minha irma mais velha tinha acabado de casar pq estava gravida e minha outra irmã mais velha é deficiente (com problemas de desenvolvimento mental por problemas no parto) e para ela sendo uma pessoa doente foi ainda pior por que minha mãe rejeitou ela e quem cuidou dela até os 6 anos foi minha avó após ela falecer minha irma teve que ser cuidada por ela, mas era um tratamento diferenciado já que aos olhos da minha mãe a doença dela podia ser transmitida para outros filhos. Com o passar dos anos meus irmaos cresceram 2 delas foram embora quando fizeram 18 anos eu mesmo sendo maior fiquei para cuidar dos meus irmãos pequenos e da minha irmã doente, hoje eu cuido da minha irma doente trouxe ela para morar comigo por que a convivencia dela com minha mãe não era boa. Onde estava meu pai? Trabalhando, mas também bebendo vai fazer 4 anos que ele se suicidou, tirou sua vida pq não aguentou o sofrimento de estar sozinho para cuidar de uma familia enorme e de uma mulher que não tinha nenhum pouco de preocupação em ajudar em nada, depois que casei ele ficou sozinho, mesmo casada eu ajudava financeiramente, há 4 anos depois que meu pai morreu mesmo casada voltei para cuidar da minha mãe e dos irmãos e só encontrei desprezo e rejeição por parte de mãe e irmãos fora a falta de respeito, sacrifiquei meu casamento e meus sonhos para ajudar eles e hoje estou brigada com toda a familia, terminei de pagar a casa dela mês passado e aguentei novamente o sofrimento por quase 4 anos até terminar de pagar a casa para ela, fui embora mês passado e estou recomeçando minha vida ao lado do meu marido, minha irmã e meus dois filhinos tenho 2 cachorinhos um menino e uma menina são meus filhos de 4 patas (estou tentando, mas ainda não consegui engravidar) amo meus cachorros e minha irma como filhos de verdade.

O que eu posso dizer? Hoje não quero ter mais convivência com minha mae e por isso meus irmaos ficaram contra mim, minha mae me pediu perdao, mas eu disse que quem tem que perdoar ela é DEUS, para mim perdoar e apagar o que ela me fez é muito dificil, minha mãe não me batia, não me supervisionava, não me aconselhava, não conversava, não fazia cafune, não dava amor, não dava carinho, não chamava atenção e eu meus irmãos precisamos muito disso, até para
A sua avaliação:
Yasmim
Oi! Me chamo Yasmim e tenho 14 anos, tudo que está aí na postagem eu passo com a minha mãe. Ela não me entende e eu tbm estou errada pq acabo respondendo ela e a gente briga. Eu não sei pq ela é assim cmg. Sou uma aluna exemplar e ajudo ela em casa. No fundo eu não consigo ter raiva dela pq é minha mãe, mas já tive vontade de acabar com tudo isso. Muito obrigado, essa postagem me ajudou muito!!
Ana padilh
Tmb minha mãe da toda atenção para minha irmã nem meda chance fala que meu pai me mima só por que meu pai sabe se um pai fala me chama de desgraça Omilhaçao
A sua avaliação:
Anônimo
O que eu faço se ela me quer ver com dinheiro pra bancar ela mas não me quer ver feliz?
Isabella
Consiga dinheiro e não de pra ela
A sua avaliação:
Joyce kelly
Oie tenho 14 anos tenho Ansiedade mia
depressão foi embora mas que volta de novo an só uma pessoa bem fria não sinto vdd das pessoa e nem amor quando tive não sei muito bem acho q uns 7 fui abusada do msm lugar fui abusada de novo an sofri muito Bully na escola mia mãe sempre me xinga por todo o nome mia irmã mas velha sempre me batia e ela falava nd tmb ela me batia crenci com mas ódio dela ela me beija da abraço mas da hora lembro das coisas ruim q ela fez sempre me julgar por tudo e sempre da briga eu penso em me contar mas ódio crenci em mim não gosto muito da mia vó só uma pessoa q eu gosto e mia tia choro muito não sei oq fazer....
A sua avaliação:
Rayssinha
Estou chegando ao meu limite, não estou aguentando mais conviver com minha família. A todo momento me criticam por tudo, falam que sou isso e aquilo, que sou uma pessoa ruim, egoísta e por ai vai... Em todo minha vida, eu só ouvir um "fiquei com orgulho de você" UMA VEZ. Durante 20 anos eu só escutei críticas e mais críticas dos "perfeitos" que se dizem minha família. Nunca me apoiaram em nada. Quando falo dos meus sonhos, falam que tenho espírito de grandeza. Pesso ajuda pra conseguir algo que vai benefíciar a todos, e eles falam que é coisa de rico. Mas toda vez que precisam de algo vem logo falar aqui com a odiota que tá disposta a ajudar, mesmo levando patada o tempo todo... Vivem me subestimando em tudo... Sério, não dá. Não aguento mais viver assim. A família era pra ser meu refúgio, mas pelo visto é minha própria inimiga.
Eu era uma pessoa tão feliz, tão alegre, vivia rindo pra todo lado e me tornei uma pessoa triste, que vive pensando em besteira.
aleatorio
oiii tenho 13 anos ksksks emobora nao tenha muita experincia de vida te comprrendo, e pelo o q diz meus pais sao piores. Bom akka eu nn sei o q eu posso fazer pra te ajudar :-: ainda nao encontrei nem uma soluçao.. Infelismente nao tem como mudar a opiniao de seus pais, o bom e q vc ja e adulta e ja pode ir morar longe deles, e realmente a mlr coisa e se afastar, sei q sao seus pais e nao e pra vc virar as costas pra eles nossa mano sou pessima aconselhando ne akkakaka, olha tu ignora eu ta, mas vou falar, nao liga mas pra opiniao dles sei q e dificil mas vc tem q ser feliz e se voce ficar tentando ser a filha q eles sonham vc nunca vai conseguir nem ser feliz
A sua avaliação:
Lua
Olá, tenho 27 anos e não sou feliz. Minha mãe me fez muito mal e não consigo esquecer tudo que eu passei. Eu apanhava muito dela, já cheguei a ir para escola de olho roxo... Ela gostava de comprar as mesmas roupas que eu e depois falava para todas as pessoas que eu era feia e gorda... Na adolescência me chama de puta e vadia... Quando estava grávida ela ficava me dizendo que grávidas deveriam morrer no parto por abrirem as pernas... Me desculpem...mas me sinto infeliz com tudo e gostaria de indicações para seguir em frente
A sua avaliação:
Shapira
Eu me chamo Shapira e tenho 12 anos de idade,minha mãe não preta atenção em mim e nem gosta de mim,pois,faz alguns anos que o meu primo veio ficar aqui com a gente!Mas ele não mora com migo ele só vem passar a parte da tarde com a gente!Mas desde então ele rouba toda a tenção que é minha!Toda mundo brincar e ri com ele,mas eles esquecem que eu existo (como se eu não existisse).EU QUERIA MORRER MORRER!
Manoela
Eu também 😭☹️
A sua avaliação:
Anna
Eu vim aqui, não porque eu acho q minha mãe me odeia, pelo contrario, eu sei q ela me ama. Mas eu só tenho 10 anos, e... realmente, nessa quarentena, tenho entrado em constante depressão. eu n consigo fazer as coisas direito, eu quero fazer as coisa direito, mas n da.... só consigo chorar, chorar, chorar. e meus pais ficam bravos comigo pq eu só consigo chorar. as vezes acho q ngm me entende, ngm me ama e só consigo ficar agarrada com meu bicho de pelucia e chorar.
Shapira
Eu sei como é isso Anna!Também já passei por isso.
A sua avaliação:
MICHELLE NERY DO NASCIMENTO
Passo por essa sensação. Piorou depois que me separei do meu esposo e vim morar com ela com filho de tres anos. Dói demais ver as atividades que ela não me ama e nem ama meu filho😢. Fico com minhas noites mal dormidas pensando... Porque Deus???? Muita tristeza mas tenho que ter força pq tenho um pequeno que depende dos meus cuidados
A sua avaliação:
Maria
Bom ,tenho 13 anos ,sinto que minha mãe não gosta de mim ,me crítica em tudo que eu faço, visto ,etc .. além disso sinto que minha irmã mais nova me odeia ,ela me ignora ,faz pirraça ,acabei de lavar a casa inteira sequei e tal aí ela joga qboa na casa pelo qual sou alérgica de 3 grau ,entrei no meu quarto fechei a porta ,me sinto inutel ,mudamos recentemente pra uma cidade longe de toda minha família não vejo eles ao um bom tempo e não tenho ninguém pra desabafar me sinto odeada por todos ...
A sua avaliação:
Vanessa
A minha mãe me critica em tudo o que eu faço , quando a gente se da bem e ao quando ela quer que eu faça as coisas pra ela , é mesmo assim ela fala que eu não faço nada ,é que quando faço e tudo errado e que ela tem que fazer de novo.Os meus irmãos(a) me olham mas não faço nada,as vezes eu choro sozinha em silêncio e falo o que ela faz comigo para o meu namorado que é depressivo .Eu sinto que ela odeia a mim e a minha irmã de apenas 11 anos e é apenas nos duas que ela trata mau ,o nosso pai tenta nos dar todo carinho e atenção.Eu não sinto mais vontade de viver ,eu tento ficar bem comigo mesmo mas e muito difícil quando se e criticada o tenpo todo.
nick
por mais q ela seja sua mãe nao quer dizer q vc é obrigada a gostar dela. vc nao está sozinha e se vc for menor de idade, vc começa a fazer um estágio e ganhar seu próprio dinheiro, assim vc fica independente e nao precisa dar satisfaçao e nem depender de nada q venha dela entao ela nao pode julgar de vc uma coisa q ela nem faz parte mt menos ajuda. vc pode sim se afastar dela prq isso nao é saudavel pra vc, ela só é sua mae prq te pariu. se vc nao quiser manter contato cm ela, nao tenha, isso nao é saudavel e só te atrapalha amg
A sua avaliação:
Diana
Bom o caso aqui não e exatamente eu, no caso e minha irmã mais velha onde nossa mãe deseja coisas horríveis para ela, fala que não gosta dela e já disse até em matar ela, minha irmã e uma pessoa de um personalidade um pouco difícil, mas e uma boa pessoa, e eu fico doida por ouvir ela fala essas coisas com minha irmã, pois ser humano nenhum merece passar por isso. No meu caso eu guardo um rancor e da nossa mãe por ser assim e por eu ter estudado 5 anos e ela não ter ido na minha formatura onde eu lutei tanto para concluir minha faculdade, mas hoje vive dependendo do meu dinheiro e fazendo uns absurdos desse com minha irmã e depois da de vitima, literalmente uma pessoa desequilibrada, eu ja desistir de tentar viver uma vida de família com minha mãe, eu e minha irmã somos casadas cada uma tem sua casa porem eu moro mais longe e minha irmã do lado da casa de nossa mãe onde é uma pessoa totalmente desequilibrada. Estou desabafando aqui porque não aguento mais essa situação, vamos cansando de pessoas assim e tomando uma raiva com uma tristeza profunda no coração. Creio que só Deus pode vir fazer uma mudança porque sinceramente e algo muito difícil de se lidar.
Daiane
Olha eu vivo por muitos anos oque sua irmã vive minha mae sempre me desejo o pior possível sempre deixo isso muito claro já falo que ia me matar e enterrar no fundo do quintal quando eu era pequena com meus 7 a 8 anos de idade por varia vezes me batia sem razões me olhava feio o dia todo mas as vezes fazia coisas que parecia que gostava de mim mas pouco tempo de pois tava me odiando mas no meu caso tinha uma irmã dois anos mais nova que também me odeia fala mal de mim para qualquer um e ajuda minha mae me maltratar tem dois filhos hoje tenho 26 anos casada elas amam meus filhos mas o nosso relacionamento continua o mesmo tive problemas a dois anos atrás com uma pessoa a qual me ameaçou de morte e a mae dessa pessoa avisou a minha sobre isso e a resposta da minha mae foi clara para a mae dessa pessoa pode matala assim fico livre dela isso me doeu muito e vem doendo bastante meu pai que sempre me defendeu dela quando estava presente pois ele sempre trabalha muito de uns 4 anos pra cá não me trata mais como antes ela sempre vem invenenando ele contra mim um dia ele me falo filha vai embora para longe se não sua mae vai fazer da sua vida um inferno hj moro na cidade vizinha a relação mudou um pouco mas ainda sei que ela não gosta de mim se ligo para ela se diz sempre ocupada e desluga... Sim ainda tento mante contato e minha mae não posso odiala ou abandonala mas ela veio so 4 vezes na minha casa pelo fato do meu pai pedir se não nem vinha mas esse ano meu pai ta se distanciando bastante de mim mal fala comigo quando LIGO para ele nunca faço nada certo não cuido dos meus filhos direito sendo que meus filhos são tudo para mim faço tudo por eles mas e sempre assim nada do que eu faça ta bom para eles
A sua avaliação:
Ingridi
Meu nome é Ingridi, tenho 15 anos e estou prestes a desmoronar.
Eu vivo com meus pais e meus irmãos e sinto que minha mãe não me ama, eu sempre faço tudo que ela manda e ajudo ela, mas nunca ganho nem um "obrigada". Eu sempre sofri bullying na escola e ela nunca fez algo a respeito, mas agr eu tenho amigas e ela sempre reclama delas, fala mal delas e tudo isso sem nem conhecê-las e eu me sinto super mal por isso, é como se ela quisesse que eu ficasse sozinha novamente.
Eu nunca posso sair de casa, no máximo pra acompanhar meu irmão no mercado da esquina e isso se ele me deixar ir junto, então não conheço muitas pessoas e nem o bairro direito.
Eu também faço tudo aqui em casa pra ela poder ficar sentada no sofá jogando e ela sempre diz para o meu pai (que trabalha muito e raramente está em casa, quando está passa o tempo livre dormindo) que eu não faço nada e me chinga de coisas horríveis. Todos os dias ela me lembra que eu nasci de enxerida e que devia ter abortado e eu não posso fazer nada além de concordar com ela. Uma das irmãs mais velhas que são gêmeas diz que ela já esteve no meu lugar, ela também ajudava minha mãe e em troca ganhava um tapa ou algo pior. Eu me sinto pior ainda por ela tratar a mim e aos meus irmãos de maneira diferentes. Vivo pensando em me matar e até já tentei algumas vezes.
Eu tenho um namorado, estamos juntos a dois meses e eu não falei nada dele pros meus pais, ele mora perto de mim e mesmo assim temos um namoro online. Mesmo de longe ele sempre me ajuda e não suportaria o peso de estar viva se não fosse por ele.
Eu só queria que alguém me dissesse o que fazer, mas não tenho muito com quem conversar então aqui estou eu.
Obrigada por ler até aqui, desculpe por tomar seu tempo.
Daiane
Oii meu nome e Daiane e tbm passei por isso durante anos tente falar com suas irmas para elas te darem apoio te ajudar a passar por esse momento explica a ela oque você sente pq infelizmente e a única que você pode contar

Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço?
1 de 3
Minha mãe não gosta de mim: o que eu faço?

Voltar ao topo da página