menu
Partilhar

Mirtazapina: para que serve, contraindações e efeitos colaterais

 
Por Vivian Lupo. 25 outubro 2021
Mirtazapina: para que serve, contraindações e efeitos colaterais

A mirtazapina é uma medicação usada para o tratamento da depressão. Você ouviu falar desse medicamento? Conhece seus efeitos colaterais? Tem dúvidas se a mirtazapina realmente serve para dormir ou influencia no aumento de peso? Neste artigo de Psicologia-Online, vamos ver o que é mirtazapina, para que serve, suas contraindicações e seus efeitos colaterais.

O que é mirtazapina?

A mirtazapina é um medicamento antidepressivo tetracíclico. Os antidepressivos tetracíclicos impedem a recaptação da serotonina e da noradrenalina, resultando em um aumento de seus níveis no cérebro e com isso aliviar os sintomas da depressão, isto é, sua ação melhora o estado de humor do indivíduo.

Quanto tempo demora para a mirtazapina fazer efeito? Estudos indicam que um indivíduo que iniciar o tratamento com a mirtazapina pode obter uma melhora em duas semanas. E uma melhora mais evidente no prazo de quatro semanas. Mas de forma geral, essa medicação terá um efeito significativo em um uso de seis meses.

Mirtazapina: para que serve, contraindações e efeitos colaterais - O que é mirtazapina?

Mirtazapina: para que serve?

A mirtazapina é indicada para o tratamento da depressão, transtorno depressivo maior, crise de ansiedade, ansiedade generalizada e estresse pós-traumático.

É comum que o médico indique a combinação da mirtazapina com outra medicação depressiva para potencializar seu efeito. Por outro lado, mesmo que a mirtazapina seja um antidepressivo eficaz, pesquisas apontaram que pode combater os sintomas de ansiedade.

As ações da mirtazapina no organismo são a melhora o sono e o aumento do apetite. Para pacientes em estado depressivo que apresentam insônia e perda de apetite, essa medicação pode ser a indicada.

Mirtazapina serve para dormir?

Devido a ser uma medicação com efeito sedativo, o indivíduo sente muita sonolência durante o período de uso, por isso é indicado fazer uso dessa substância pela noite. E, por ser uma medicação que causa sono, é recomendado que seja tomada na hora de ir dormir. Portanto, a mirtazapina sim serve para dormir.

No caso de ser uma mulher em período gestacional que esteja fazendo uso da mirtazapina, mesmo que não tenham sido estabelecidas relações de risco entre o uso e a gestação, é indicado que o tratamento seja interrompido com um tempo de antecedência ao parto, pois há possibilidades de que o bebê possa apresentar sintomas de abstinência ou hipertensão pulmonar persistente.

Mirtazapina e álcool

Sempre é importante mencionar que a combinação de mirtazapina com álcool é contraindicada, pois pode aumentar a ação depressora do álcool sobre o sistema nervoso. Aqui você encontrará informações sobre os efeitos das drogas no sistema nervoso.

O uso da mirtazapina geralmente é feito uma vez ao dia. Geralmente é prescrita uma dose diária de 15 mg a 30 mg. Pode ser tomada com ou sem a ingestão de alimentos.

Contraindicações da mirtazapina

Antes de começar o tratamento com essa substância, é indicado que o indivíduo conheça as restrições e conheça os riscos do uso. Mesmo assim, o profissional de saúde que a prescreva estará fazendo o acompanhamento do caso e poderá auxiliar a pessoa durante o tratamento. É importante levar em conta:

  • Medicações estimulantes
  • Medicações opioides
  • Produtos herbáceos
  • Medicações antidepressivas

Ou se o indivíduo sofre de:

  • Doença mental
  • Mal de Parkinson
  • Enxaqueca
  • Infecções graves

É importante que o médico saiba de todas essas condições, porque uma interação com a mirtazapina pode resultar em outros problemas de saúde.

Também é importante dizer ao médico se alguma vez o indivíduo tenha tido:

  • Baixa contagem de glóbulos brancos
  • Glaucoma
  • Doença de fígado ou rins
  • Baixo nível de sódio no sangue
  • Uma convulsão
  • Depressão
  • Pensamentos ou ações de suicídio
  • Transtorno bipolar (depressão maníaca) no indivíduo ou em um membro de sua família
  • Problemas cardíacos ou acidente cerebrovascular
  • Colesterol ou triglicerídeos elevados
  • A síndrome do QT longo (no indivíduo ou um membro de sua família)
  • Pressão arterial baixa

Em todos esses casos, a mirtazapina é contraindicada.

Mirtazapina: para que serve, contraindações e efeitos colaterais - Contraindicações da mirtazapina

Efeitos colaterais da mirtazapina

A mirtazapina pode gerar efeitos colaterais, entre eles:

  • Sonolência (sono)
  • Tonturas
  • Ansiedade
  • Confusão
  • Aumento de peso e do apetite
  • Secura na boca
  • Constipação
  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Fadiga
  • Dor nas costas
  • Letargia
  • Tremores

Há outros efeitos, mais graves, no caso de aparecerem, deve-se contatar imediatamente o médico ou ir à emergência.

  • Sintomas similares aos da gripe, febre, calafrios, dor de garganta, feridas na boca e outros sinais de infecção
  • Dor no peito
  • Ritmo cardíaco mais rápido que o normal
  • Crises convulsivas

Importante mencionar que somente um profissional de saúde habilitado pode fazer a prescrição dessa substância, bem como será o médico que fará o ajuste de doses de acordo com o indivíduo e sua necessidade.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Mirtazapina: para que serve, contraindações e efeitos colaterais, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicofármacos.

Bibliografia
  • MEDLINE PLUS. (2017). Mirtazapina. Disponível em: <https://medlineplus.gov/spanish/druginfo/meds/a697009-es.html> Acesso em: 18 de outubro de 2021.
  • García, E., Licona, D.G.. (2018). Usos potenciales de la mirtazapina en cuidados paliativos más allá de su efecto antidepresivo. Revista de la Sociedad Española del Dolor, 25(1), 37-44. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.20986/resed.2017.3575/2017> Acesso em: 18 de outubro de 2021.
  • Sánchez, G. (2021). Mirtazapina: ¿Qué es y para qué sirve? Disponível em: <https://prixz.com/salud/mirtazapina-que-es-y-para-que-sirve/> Acesso em: 18 de outubro de 2021.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Mirtazapina: para que serve, contraindações e efeitos colaterais
1 de 3
Mirtazapina: para que serve, contraindações e efeitos colaterais

Voltar ao topo da página