Partilhar

Significado das cores na psicologia

Significado das cores na psicologia

Será que a sua cor favorita pode revelar sua personalidade?

A psicologia das cores é um campo relativamente recente de estudo, sua pesquisa visa descobrir as implicações de cada chave em nossa mente e seus processos mentais correspondentes. Embora não exista ciência certa sobre este campo de estudo, recentemente algumas teorias que afirmam a existência de um efeito psicológico das cores em na tomada de decisões e na personalidade de cada indivíduo.

Esse campo de estudo está sendo utilizado em diversas áreas, como marketing, publicidade, organização de eventos e, recentemente, no estudo da personalidade humana. Se o significado das cores na psicologia desperta o seu interesse, recomendamos que você continue lendo este artigo de Psicologia-Online.

Também lhe pode interessar: 11 tipos de temperamento na psicologia

Significado das cores na psicologia: qual a relação com a personalidade?

Descobrir os detalhes da nossa maneira de ver o mundo, dos comportamentos e de sentir emoções sempre foi um dos grandes enigmas dos seres humanos. Ao longo dos anos e com os avanços nos estudos com foco na personalidade, foram surgindo recursos cujo objetivo é nos ajudar a compreender nossos padrões de comportamento e sentimentos, desde as próprias técnicas projetivas da psicanálise para ferramentas estatísticas como o 16 PF de Cattell.

A relação entre cores e personalidade pode ser entendida da seguinte maneira: cada cor ou matiz produz um efeito ou uma sensação na mente. Portanto, uma preferência por uma tonalidade específica se comportará como um tipo de personalidade com tendências a sofrer certas emoções.

Um exemplo: uma pessoa que prefere a cor vermelha provavelmente tem uma tendência a ser mais apaixonado e agressivo. Isso ocorre porque a mesma cor produz um efeito de ativação e excitação neuronal no cérebro. É importante comentar que a maneira como as cores afetam o humor é modulada pelas experiências e educação de cada pessoa. Se desde a infância se aprende a associar uma cor com um certo sentimento, é muito provável que sinta o mesmo quando ver a mesma tonalidade ao longo da vida.

Significado das cores na psicologia - Significado das cores na psicologia: qual a relação com a personalidade?

Significado das cores na psicologia

Para entender como funciona a psicologia das cores na personalidade, é muito importante saber como as cores nos afetam, assim, entenderá melhor que tipo de personalidade existem de acordo com a cor que a pessoa mais gostar.

Cores frias

Tons frios como azul, verde claro e até branco são cores que transmitem bem-estar emocional, calma e tranquilidade. Uma pessoa com preferência para usar esses tons pode ser aquela que, no seu dia a dia é pacífica, organizada e paciente.

Cores quentes

Algumas cores mais chamativas, como vermelho, laranja ou amarelo, estão relacionadas a sensações mais excitantes, com paixão, energia e alegria. Pela mesma razão, uma pessoa que gosta de usar essas cores no seu dia-a-dia certamente terá um tipo de personalidade mais extrovertido, agitado e alegre.

Cores apagadas

Por outro lado, há cores sombrias que transmitem tristeza e até nostalgia. Os tons mais próximos de preto, marrom ou cinza estão relacionados a personalidades tristes, com tendência à depressão e a viver trancados em seu mundo interior.

Deve-se notar que cada pessoa é única, preferir uma cor ou outra não determina completamente a personalidade. No entanto, isso pode ajudar a se entender um pouco mais.

Teste de personalidade: 4 cores

A psicóloga Carol Ritberger desenvolveu um teste de personalidade baseado em um princípio muito simples, existem quatro tipos de personalidade: vermelho, laranja, amarelo e verde.

De acordo com essa teoria de psicologia das cores, todos poderiam ser separados de acordo com seus estilos de liderança e estratégias de enfrentamento. Cada uma dessas quatro cores está relacionada a uma maneira diferente de ver o mundo, descobra com qual você se identifica mais.

Psicologia das cores: vermelho

A personalidade do vermelho, de acordo com a psicologia das cores, está relacionada a indivíduos que buscam realidade e sinceridade acima de tudo, são pessoas diretas, realistas, destemidas e bastante meticulosas, o que você vê é o que existe. Geralmente terceirizam tudo o que sentem e todos os planos que querem fazer, não confiam naquilo que não conseguem ver e não costumam acreditar naquilo que não é comprovadamente verdadeiro.

Psicologia das cores: laranja

Segundo o significado das cores na psicologia, pessoas com esse tipo de personalidade são gentis, engraçadas e generosas. Tendem a estar atentas para que as necessidades dos outros sejam realizadas e têm uma enorme capacidade de ouvir e entender os problemas dos outros.

Psicologia das cores: amarelo

Visionários, com espírito de liderança e motivados para alcançar seus sonhos. A personalidade que corresponde ao amarelo, de acordo com a teoria de Carol Ritberger sobre psicologia das cores, está relacionada a boas habilidades sociais e alta capacidade resolutiva. Autoconfiança, motivação e auto-estima são características dessas pessoas.

Psicologia das cores: verde

Se alguma palavra pode definir essas pessoas é intuição. Indivíduos que se definem com este tipo de personalidade são caracterizados por serem otimistas, livres e empáticos. São pessoas capazes de motivar os outros e constantemente buscam o autoconhecimento para continuar melhorando dia a dia como pessoa.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Significado das cores na psicologia, recomendamos que entre na nossa categoria de Personalidade.

Escrever comentário sobre Significado das cores na psicologia

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Safira
muito interessante

Significado das cores na psicologia
1 de 2
Significado das cores na psicologia

Voltar ao topo da página