Partilhar

Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções

 
Por Equipe editorial. 8 outubro 2019
Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções

As redes sociais constituem uma nova forma de interação, uma nova porta que gera diferentes possibilidades no campo das relações pessoais e profissionais. As causas da popularidade das redes sociais se devem a muitos fatores e é inegável que hoje em dia representam um dos pilares da comunicação.

Contudo, em alguns casos, o uso excessivo das redes sociais acarreta um risco significativo, como quando as pessoas reduzem seu universo ao filtro constante das redes sociais, movendo os vínculos presenciais para um segundo plano. O vício em redes sociais faz parte de um novo tipo de doença: os vícios comportamentais, uma realidade que causa muito sofrimento para quem a sofre. Uma nova realidade que precisa de tratamento completo e de novas formações profissionais como mestrados e pós-graduações em vícios comportamentais. Por este motivo, em Psicologia-Online, abordamos as causas, consequências e soluções para o vício em redes sociais.

Sintomas de vício em redes sociais

Podemos pensar de forma imediata que o principal sintoma de vício em redes sociais é passar muito tempo conectado no computador ou dispositivos móveis. Contudo, tenha em conta que algumas profissões exigem uma conexão diária e que esses trabalhadores nem sempre apresentam o vício comportamental. O tempo passado em redes sociais é considerado um problema quando afeta a vida e o estado emocional da pessoa.

Ainda assim, os sintomas do vício em redes sociais mais comuns são:

  • Obsessão com estar conectado independetemente do contexto e da atividade realizada;
  • Uso excessivo das redes sociais em momentos inapropriados como conduzir ou em reuniões laborais;
  • Alterações de humor quando se acessam;
  • Atualização regular do estado e do perfil nas redes;
  • Comportamento agressivo ou netgativo na impossibilidade de se conectar;
  • Ter mais relacionamentos virtuais que reais;
  • Perder horas de sono, trabalho ou descontração para estar conectado;
  • Tentar eliminar ou reduzir esse comportamento sem sucesso.

5 causas do vício em redes sociais

Começamos este artigo sobre as causas, consequências e soluções para o vício em redes sociais falando dos motivos mais comuns que levam a esta situação. As principais causas do vício em redes sociais são as seguintes:

  1. Normalização do uso das redes sociais. Um dos fatores que influencia no desenvolvimento da dependência do Instagram, por exemplo, é a naturalidade com a qual tantas pessoas compartilham fotos, comentam e interagem com os outros. Uma experiência positiva e criativa que deixa de ser assim no momento que a pessoa já não desfruta disso, mas sente que sua vontade fica submetida pela necessidade constante de interação.
  2. Solidão. A Internet é uma janela de relacionamento social para todo mundo. Contudo, aqueles que estão vivendo um período de solidão são mais vulneráveis ao risco de dependência, pois observam neste veículo de comunicação um substituto para estes vazios e carências emocionais.
  3. Alimento do ego. Algumas galerias de imagens do Instagram projetam um universo no qual a vaidade é uma constante a partir de imagens protagonizadas pela pessoa que mostra sorrisos infinitos e um estilo de vida de sonho. Porém, além disso, este desejo de mostrar uma imagem de perfeição também recebe um feedback em forma de "like". Um tipo de linguagem que oferece uma interação imediata e diferente das relações presenciais. É um risco confundir o número de seguidores com o valor da autoestima.
  4. Falta de limites. A adolescência é um dos períodos nos quais os jovens são mais vulneráveis perante a falta de discernimento dos possíveis riscos das redes sociais. A falta de conhecimento sobre o uso positivo das redes sociais pode aumentar a confusão; Este é um dos motivos pelos quais os pais também têm a responsabilidade de aprender sobre as redes sociais para conhecer o potencial delas e da tecnologia, a fim de fazer um bom uso das mesmas, já que o próprio exemplo dos pais também influencia os filhos.
  5. Dificuldades pessoais. Diferentes fatores como, por exemplo, barreiras nas habilidades sociais, podem fazer com que uma pessoa se sinta mais confortável ao se relacionar através da Internet. O risco disso é que o paciente desenvolve estresse e ansiedade quando tem que encarar situações presenciais que saem da sua zona de conforto.
Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções - 5 causas do vício em redes sociais

Consequências do vício em redes sociais

Qual a influência das redes sociais no comportamento das pessoas? Essas são algumas das consequências do problema:

  • Dificuldades para manter a concentração. Embora uma pessoa esteja fisicamente presente em um lugar, sua mente pode estar em outro totalmente diferente. Quem sofre do vício em redes sociais consulta de forma compulsiva qualquer detalhe, deixando em segundo plano a realidade direta do dia a dia.
  • Alteração dos hábitos de sono e descanso. A tendência de viver grudado a uma tela altera o ritmo de vida em fatores tão essenciais quanto estes. Por exemplo, o costume de consultar o celular pela noite atrasa o horário do sono ou interrompe o descanso noturno.
  • Distorção da realidade. A pessoa se comporta como se o celular fosse uma extensão do seu ser tão importante quanto uma parte do seu próprio corpo. Por exemplo, gera-se uma perda de intimidade. A pessoa chega à conclusão que um momento é mais feliz se for compartilhado com os outros.
  • Falta de cuidado com a privacidade. Como consequência desta perda da esfera da intimidade, aqueles que sofrem de vício em Internet perdem o controle das informações que compartilham de si mesmos, ou seja, não percebem a quantidade de dados sobre sua vida que fornecem a outras pessoas. Pessoas que, em muitos casos, nem sequer conhecem pessoalmente.
  • Vazio interior. As redes sociais estão marcadas pela interação constante, mas também pela natureza efêmera desta forma de expressão. Uma foto compartilhada no Facebook há algumas semanas, agora é totalmente obsoleta. Por este motivo, este excesso de atividade que fica no plano da superficialidade, deixa para trás uma imensa sensação de vazio frente à alta demanda emocional de reconhecimento alheio.

Como se livrar do vício das redes sociais

O que leva uma pessoa a se afastar das redes sociais? O primeiro passo é tomar consciência do problema. Seja sincero consigo mesmo(a) para observar esta limitação, compreendendo como este vício está afetando não apenas sua vida pessoal, mas também seu meio acadêmico ou profissional.

Além disso, é conveniente pedir ajuda psicológica de um especialista no tema para fazer terapia. O especialista realizará um diagnóstico da situação inicial para, a partir deste momento, especificar um tratamento individualizado que aumente a resiliência do afetado frente a estes estímulos que geram algum tipo de mal-estar. Em alguns momentos, pode ser recomendada uma desintoxicação digital para que a pessoa se enfoque na vida real e se desconecte de dispositivos como o celular, o computador ou o tablet.

Se você não se sente preparado para pedir ajuda a um especialista da psicologia, pode tentar gerenciar o problema com algumas sugestões que indicamos abaixo:

  • Praticar esportes e passar mais tempo ao ar livre.
  • Passar mais tempo com amigos e familiares.
  • Desligar as notificações e alertas das redes sociais.
  • Procurar programas e atividades distintas, como ler mais.
Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções - Como se livrar do vício das redes sociais

Vícios comportamentais

O vício em Internet é algo muito frequente entre os jovens e adultos que se acostumaram a usar o meio online, mas fazem isso de um modo obsessivo. Contudo, não é o único vício sem substância que existe, recentemente, se começaram a estudar diversas atitudes relacionadas com os vícios, mas que não envolvem o consumo de nenhum tóxico externo, estes comportamentos são conhecidas como vícios comportamentais.

Atualmente, são considerados alguns dos transtornos mentais mais abundantes na sociedade ocidental, podemos dividir estes vícios de acordo com o estímulo que causa a dependência:

  • Vício em jogo ou ludopatia
  • Vício em trabalho
  • Vício em sexo
  • Compras compulsivas
  • Vício em comida
  • Vício em redes sociais e Internet

Para poder abordar estes comportamentos, é necessário poder estudar sua origem, manutenção e as diversas forma de tratá-la. A partir deste propósito, nascem as formações específicas para profissionais da psicologia, cursos e pós-graduações em vícios comportamentais, cujo objetivo é esclarecer um pouco mais este fenômeno de surgimento recente.

Como prevenir o vício em redes sociais

Além do tratamento específico que pode ser considerado como uma solução, é conveniente tomar medidas de prevenção. A chave está em ir gerenciando seu vício em redes sociais:

  1. Priorize sempre suas relações e conversas presenciais. Este é um dos principais pontos para não tornar um meio como as redes sociais em algo ruim para si.
  2. Desfrute o aumento de intimidade a partir da liberdade. Ou seja, quando desfrutar de uma paisagem, não fotografe este instante para publicar em suas redes sociais. É melhor observar os detalhes desse dia para guardá-los e senti-los na memória das suas retinas. Isto significa que nunca pode tirar uma foto? Não, significa que deve encontrar um equilíbrio na vida tirando fotos quando realmente tiverem algum sentido.
  3. Desligue o celular três horas por dia ou deixe-o em um cômodo diferente quando estiver em casa. É recomendável que treine ideias práticas e concretas para aproveitar das redes sociais com medida. Para isso, você também pode estabelecer um horário de uso e definir um momento do dia que o olhará uma última vez.
  4. Lembre-se como era sua vida antes da chegada das redes sociais. Basicamente, era exatamente como agora. Se precisa lembrar daquele tempo, assista filmes antigos que te mostrem um estilo de vida anterior ao tecnológico.
  5. Formação educativa. É recomendável que nos centros acadêmicos sejam marcadas conversas sobre este tema com professores, pais e alunos. Conversas que tratem tudo o que engloba o vício em redes sociais: causas, consequências e soluções.
Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções - Como prevenir o vício em redes sociais

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções, recomendamos que entre na nossa categoria de Dependências.

Escrever comentário sobre Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções

O que lhe pareceu o artigo?

Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções
1 de 4
Vício em redes sociais: causas, consequências e soluções

Voltar ao topo da página