Partilhar

19 tipos de decisão: características e exemplos

 
Por Equipe editorial. Atualizado: 20 abril 2020
19 tipos de decisão: características e exemplos

Enfrentamos continuamente situações ou problemas novos. Alguns deles são triviais, enquanto outros são cruciais. As pessoas diferem muito em sua capacidade de lidar com esses problemas. A resolução de problemas constitui um modo útil de enfrentar múltiplos desafios situacionais.

O processo de solução de problemas é composto de duas partes: a elaboração de soluções e a tomada de decisões, sendo a segunda a que mais focaremos em Psicologia-Online. No entanto, não podemos evitar de fazer uma pequena anotação sobre a primeira. A seguir, explicaremos 19 tipos de decisão, suas características e exemplos.

Também lhe pode interessar: Como tomar uma decisão difícil

A solução de problemas

D’Zurilla e Goldfried definem a técnica de solução de problemas como um processo comportamental, manifesto ou cognitivo, que diante da situação problemática:

  1. Disponibiliza uma variedade de alternativas de respostas potencialmente eficazes.
  2. Aumenta a probabilidade de encontrar a resposta mais eficaz entre as diversas alternativas possíveis.

Ambos psicólogos desenvolvem a técnica de resolução de problemas, na qual distinguem cinco fases distintas.

  • Orientação do problema. Refere-se à atitude que o sujeito apresenta ao enfrentar uma situação.
  • Formulação ou definição do problema. O objetivo consiste em avaliar o problema e identificar um objetivo realista.
  • Geração de alternativas. Gerar o maior número de alternativas para que seja mais provável encontrar soluções eficazes.
  • Tomada de decisão. Será explicado de forma mais aprofundada mais adiante.
  • Colocar em prática e verificação dos resultados. Colocar em prática a decisão escolhida, assim como avaliar se o resultado obtido era o desejado.

Em que consiste a tomada de decisão

O objetivo dessa fase é escolher aquela alternativa ou, em alguns casos, alternativas mais adequadas para à situação que nos foi apresentada. Para isso, a pessoa envolvida deve:

  • Avaliar as consequências positivas e negativas de cada alternativa escolhida a curto, médio e longo prazo.
  • Estimar o grau de probabilidade de ocorrência das consequências de cada alternativa.
  • Descartar as alternativas menos adequadas ou inviáveis, continuamos com as mais viáveis para alcançar os objetivos e são avaliadas mais cuidadosamente. Finalmente, são escolhidas aquelas que são mais apropriadas.

Para tomar essa decisão, o sujeito deve levar em consideração uma série de critérios úteis que facilitarão sua escolha:

  • Resolução do conflito.
  • Bem-estar emocional.
  • Relação tempo/esforço.
  • Bem-estar geral pessoal e social.

A pessoa deve escolher a alternativa que maximize as consequências positivas e minimize as negativas.

19 tipos de decisão

Dentro das decisões, vamos encontrar diferentes classificações, no entanto, no nosso ponto de vista, muitas delas estão interconectadas. Portanto, obrigatoriamente, ao tomar uma decisão de um tipo, ela terá características de outro tipo de decisão.

Globalmente, classificaremos as decisões em

1. Decisão programada: são aquelas decisões rotineiras, as quais estão estabelecidas em nosso cronograma, portanto já sabemos com antecedência que precisamos tomá-las. São consideradas automáticas e de efeito imediato. Como exemplo destas na vida diária, seria o tomar café pela manhã ou escovar os dentes depois do café da manhã.

2. Decisão não programada: tratam-se de decisões espontâneas que aparecem como consequência da interação diária com o ambiente. Não sabemos que precisamos tomá-las até que surjam. Por exemplo, com o caso do Coronavírus, os países precisam tomar decisões completamente novas, pois não havia antecedentes de situações parecidas.

Tipos de tomada de decisão de acordo com o nível

3. Decisão estratégica: geralmente precisam ser tomadas em âmbitos empresariais muito específicos, pois seus objetivos geralmente são melhorar o nível da organização. Por exemplo, se uma empresa deseja se fundir com outra, terá que tomar este tipo de decisão e verificar se a fusão será benéfica ou não.

4. Decisão tática: são decisões rotineiras que são repetidas com frequência. As encontramos em âmbitos empresariais, como escrever um e-mail para outra empresa ou transferir funcionários de uma área para outra.

5. Decisão operacional: destinam-se a melhorar, mudar ou reajustar procedimentos e métodos cotidianos dos diferentes âmbitos de nossa vida. Por exemplo, se percebemos que, ao levantar às oito chegamos atrasados, então reajustamos nossa decisão e nos levantamos um quarto de hora antes.

Classificação das decisões de acordo com a probabilidade

6. Decisão de certeza: são decisões tomadas com uma boa dose de confiança, pois sabemos com antecedência quais podem ser os resultados previsíveis.

7. Decisão de risco: existe uma grande probabilidade de que o resultado seja muito sério ou catastrófico se escolhido incorretamente. Por exemplo, se tomamos a decisão de mudar de faixa, mesmo vendo um carro se aproximando em alta velocidade pela frente.

8. Decisão de incerteza: não existe nenhuma probabilidade de prever os resultados, os quais são totalmente desconhecidos. Essas são as que mais impõem a pessoa que as toma, pois age com medo. Muitas das pessoas que investem na bolsa de valores estão nesse grupo, pois não sabem ao certo o que vai acontecer.

Tipos de decisão de acordo com o tempo

9. Decisão de curto prazo: estes tipos de decisões estão ligados a muitos âmbitos de nossa vida diária. Envolvem pouco risco, pois geralmente são muito rotineiras, por exemplo, pegar o carro ou ir andando para o trabalho pela manhã. A resolução será imediata e praticamente somos conscientes do resultado.

10. Decisão de longo prazo: exigem certo planejamento, pois tem a ver com o futuro. Lembre-se que esse tipo de decisões não se refere às possíveis decisões futuras, mas aos resultados futuros da atual decisão. Um exemplo de tomada de decisão a longo prazo seria escolher em qual carreira queremos entrar.

Classificação de acordo com o tipo de pensamento empregado

11. Decisão racional: para tomar este tipo de decisões, utilizamos nossa inteligência analítica, pois o que fazemos é elaborar uma lista mental de prós e contras sobre a decisão que devemos pesar. Usaríamos esse tipo de decisão se quiséssemos comprar uma casa e tivéssemos que escolher fazê-lo em uma vila ou em uma cidade.

12. Decisão emocional: caminha de mãos dadas com as decisões racionais, pois em quase todas elas não podemos evitar que nossa intuição e predileção nos afetem, mesmo que inconscientemente. Isso é uma consequência de que os seres humanos tomam decisões influenciados por nossas próprias motivações e desejos. Continuando com o exemplo de compra da casa, não podemos evitar que nossa predileção, como estar perto da família, que mora na vila, nos influencie na hora de decidir.

Tipos de decisão de acordo com o âmbito da vida

13. Decisão trabalhista: são aquelas relacionadas com cargo de trabalho. Podem variar desde a decisão de ficar ou não dentro de uma empresa, até a decisão de aceitar um aumento.

14. Decisão financeira: tratam-se de decisões de um âmbito mais específico em que a pessoa deve decidir sobre temas de investimentos, equipes, financiamentos. Por exemplo, uma equipe procura financiamento e propõe a uma empresa que os financie em troca de publicidade, a pessoa encarregada disso tem que escolher se o financiamento deles terá um impacto positivo ou, pelo contrário, perderão economicamente.

15. Decisão amorosa: são consideradas as mais difíceis de tomar, pois geralmente têm a ver com a decisão de compartilhar toda nossa vida com outra pessoa.

16. Decisão difícil: com este tipo de decisões, não nos referimos à dificuldade da decisão como tal, mas às possíveis consequências que tal decisão pode nos trazer. Geralmente são aquelas decisões nas quais o tema a escolher tem grande valor e importância para nós, pois geralmente nos afeta diretamente. Por exemplo, seria o caso de aceitar ou não uma transferência para outro país como resultado de nosso trabalho.

17. Decisão familiar: nelas todos os membros de nossa família estão envolvidos, de modo que terão certa dificuldade ao tomá-las. Nestas decisões, as opiniões de outras pessoas devem ser levadas em consideração, o que aumenta a dificuldade. Novamente, poderíamos dar o exemplo de mudar de país pelo trabalho, mas deve-se acrescentar que a pessoa que precisa se mudar tem um cônjuge e filhos.

18. Decisão estudantil: trata-se de todas aquelas decisões as quais temos que tomar ao longo de nossa vida acadêmica, seja de qual ramo de estudos queremos continuar até o fato de querer continuar estudando.

19. Decisão pessoal: são aquelas que estão intimamente ligadas à pessoa que as toma, pois têm grande importância em sua vida. Poderíamos dar como exemplo a necessidade de aceitar um tratamento médico ou submeter-se à uma operação.

Como você pode ver, embora apareçam 19 tipos de decisão, muitas delas estão interconectadas, pois se tomarmos como exemplo a carreira que queremos escolher como opção. Trata-se de uma:

  • Decisão estudantil
  • Decisão tanto racional como emocional
  • Decisão a longo prazo
  • Decisão de incerteza
19 tipos de decisão: características e exemplos - 19 tipos de decisão
Imagem: Slideshare

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a 19 tipos de decisão: características e exemplos, recomendamos que entre na nossa categoria de Crescimento pessoal e autoajuda.

Bibliografia
  • Chand, S. «Decision types: 6 types of decisions every organization needs to take» en Your Article Library. Recuperado de Your Article Library: yourarticlelibrary.com
  • D'zurilla, T. J., & Goldfried, M. R. (1971). Problem solving and behavior modification. Journal of abnormal psychology, 78(1), 107.
  • Nezu, A. M., Nezu, C. M., & D’ZURILLA, T. J. (2014). Terapia de solución de problemas. Manual de tratamiento. Desclée de Brouwer. España.
  • Nieto, J. Técnicas de Investigación. Universidad Jaume I (2015)

Escrever comentário sobre 19 tipos de decisão: características e exemplos

O que lhe pareceu o artigo?

19 tipos de decisão: características e exemplos
Imagem: Slideshare
1 de 2
19 tipos de decisão: características e exemplos

Voltar ao topo da página