menu
Partilhar

Como agir diante de uma recaída de depressão

 
Por Alejandro Garcia Mingrone. 30 janeiro 2023
Como agir diante de uma recaída de depressão

As emoções podem gerar uma infinidade de sensações. Quando estamos passando por um período difícil e por frustrações que vivenciamos durante a vida, podemos sentir mal-estares, tanto físicos quanto mentais, que influenciam em nossos comportamentos e pensamentos como a depressão. Diante desse transtorno, é importante levarmos em consideração que não podemos deixar de lado o contexto do nosso dia a dia, pois ele afeta diretamente a nossa saúde mental.

Diante das dificuldades que implica uma doença como a depressão, a qual é comum ter recaídas, é importante saber como agir nestes casos. Neste artigo de Psicologia-Online, iremos abordar sobre como agir diante de uma recaída de depressão.

Também lhe pode interessar: Fases da depressão

1. Faça terapia

O fato de recorrer a um profissional de saúde mental pode te fornecer ferramentas para sair de uma recaída de depressão. Diante disso, você pode falar sobre o que você sente sem medo de ser julgado/a, enquanto o terapeuta elabora estratégias para te ajudar a superar essa recaída.

2. Escreva

Quando você sofrer uma recaída da depressão, você pode ter a sensação de que sua vida não tem nenhum sentido. Além disso, surge a ideia de que não existe motivo algum para você seguir vivendo, o que pode resultar em ações autodestrutivas. Por este motivo, é fundamental colocar em palavras o que você sente para não conviver com a problemática e tentar enxergá-la a partir de outra perspectiva.

3. Vá a uma consulta psiquiátrica

Em casos que suscitem uma considerável gravidade, visitar um psiquiatra pode trazer uma ajuda extremamente valiosa. Em alguns casos, o uso de medicamentos antidepressivos pode ampliar determinadas conexões neurais, vinculadas ao processamento emocional de estímulos exteriores. No entanto, é imprescindível que a ingestão de medicação psiquiátrica seja supervisionada por um profissional de saúde mental.

Se você quiser entender melhor como esses medicamentos funcionam, neste artigo falamos sobre qual é o melhor remédio para depressão.

Como agir diante de uma recaída de depressão - 3. Vá a uma consulta psiquiátrica

4. Recorra a sua rede de apoio

Como se recuperar de uma recaída da depressão? Em momentos de frustração e incerteza, o apoio emocional de pessoas próximas é fundamental. Tanto a família como amigos podem fornecer a empatia e o apoio que você precisa. Dessa forma, você perceberá que não está sozinho/a, visto que pode contar com outros seres humanos que te compreendam, o que te fornece alívio e confiança.

5. Consuma alimentos saudáveis

Quando uma pessoa se sente vulnerável diante de uma situação difícil, a alimentação costuma se desregular. Neste sentido, se você sofre por uma recaída de depressão, pode te dar vontade de cometer excessos ou, ao contrário, pode ser que perca o apetite durante um longo período.

Neste sentido, para sair de uma recaída de depressão é aconselhável a ingestão de alimentos saudáveis que siga uma dieta balanceada de nutrientes para que o sistema nervoso central possa elevar os níveis de serotonina, o hormônio vinculado à felicidade. Neste outro artigo te damos informações sobre a serotonina baixa, seus sintomas e remédios naturais para aumentá-la.

6. Pratique atividade física

Em linhas gerais, o esporte traz benefícios tanto para o corpo como para a mente. Diante de uma recaída de depressão, uma das melhores recomendações é que você realize alguma atividade física que goste. Dessa forma, você reduzirá o impacto da depressão, devido ao fato de que o movimento pode ser um fator que diminua a intensidade dos pensamentos.

Como agir diante de uma recaída de depressão - 6. Pratique atividade física

7. Recorra à arte

Apesar de parecer algo sem um sentido muito claro, realizar atividades com fins artísticos ajuda a combater as recaídas de depressão. A arte é uma forma de expressar as emoções, visto que permite colocar para fora aquelas sensações internas que provocam o mal-estar. Sendo assim, qualquer forma artística provoca um relaxamento corporal e mental.

8. Pratique o mindfulness

O mindfulness é uma prática que é realizada para centrar a atenção no momento presente e retirar a importância de outros pensamentos.

Se você sofre uma recaída de depressão, é comum ter ideias que prejudiquem seu ânimo. Além disso, foi comprovado que o mindfulness reduz os níveis de estresse e ansiedade, já que relaxa o Sistema Nervoso Central e favorece a sensação de calmaria na mente.

9. Compreenda o momento como um estado passageiro

As pessoas com depressão que sofrem recaídas têm a tendência de acreditar que estes estados perdurarão por muito tempo. Isso traz vários sentimentos intensos de mal-estar e angústia que podem se instalar de forma definitiva. Por este motivo, para sair de uma recaída de depressão, é importante compreender o momento como um estado passageiro que não será permanente. Isso te permitirá mudar o foco da situação.

Como agir diante de uma recaída de depressão - 9. Compreenda o momento como um estado passageiro

10. Fale com pessoas de sua confiança

O fato de conversar com alguém sobre suas emoções profundas permite que você se conecte consigo mesmo/a. Quando isso acontece, é possível mudar o ponto de vista das situações que acontecem em seu dia a dia. Ainda assim, para prevenir uma recaída de depressão é importante mudar sua tendência de enxergar a situação a partir de uma perspectiva negativa.

11. Troque a culpa por responsabilidade

A culpa e a responsabilidade não são o mesmo. A culpa é o sentimento que aparece quando uma pessoa acredita que fez algo ruim, enquanto que a responsabilidade é o fato de se envolver com algo que aconteceu. As pessoas que sofrem recaídas de depressão pensam que são culpadas pelo o que as acontece, o que resulta em uma angústia que não resolve a situação.

Em troca, a responsabilidade possibilita pensar em outras alternativas para resolver conflitos. Dessa forma, para evitar uma recaída de depressão, não se sinta culpado e seja responsável para enfrentar o que vier. Neste artigo você verá como lidar com o sentimento de culpa.

12. Tenha amor-próprio

Alguém que sofra algum transtorno depressivo pode negar características pessoais que fazem parte de si. Isso produz um mal-estar permanente que impede aproveitar as situações diárias da vida. Por este motivo, trabalhar na melhoria da autoestima e aumentar o amor-próprio te permitirá se valorizar mais e alcançar os objetivos que definiu para si.

Como agir diante de uma recaída de depressão - 12. Tenha amor-próprio

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como agir diante de uma recaída de depressão, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • Flores Gutiérrez, E. O., Terán Camarena, V. A., González Olvera, J. J. (2015). Síntomas residuales de la depresión: terapias coadyuvantes. Revista Salud Mental, 38 (1), 67-75.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Como agir diante de uma recaída de depressão
1 de 5
Como agir diante de uma recaída de depressão

Voltar ao topo da página