Partilhar

Complexo de Édipo e Electra: diferenças e sintomas

 
Por Marissa Glover, Psicóloga. 20 outubro 2020
Complexo de Édipo e Electra: diferenças e sintomas

A partir das já conhecidas lendas históricas da Grécia antiga sobre os famosos personagens Electra e Édipo, surgem os nomes que a psicanálise atribui a 2 dos complexos mais complicados e interessantes que acontecem na infância. Os complexos de Édipo e Electra surgem no inconsciente da criança por volta de 3 ou 4 anos de idade, e descrevem os sentimentos de amor e ternura que são desenvolvidos com os pais do sexo oposto, assim como os sentimentos de rivalidade direcionado ao pai do mesmo sexo.

Os meninos geralmente tendem a imitar seu pai e as meninas sua mãe, dessa maneira, pretendem adotar sua forma de agir e dentro desta imitação, também entra a sedução e o desejo de conquistar o outro pai. Mas, esses complexos se referem ao que exatamente? Como se manifestam? Qual é a diferença entre um e outro? Neste artigo de Psicologia-Online, falaremos do complexo de Édipo e Electra, suas diferenças e sintomas em adultos.

Complexo de Édipo em adultos

O complexo de Édipo é um conceito criado pelo pai da psicanálise, Sigmund Freud, e tem sua origem na lenda da Grécia antiga que fala sobre Édipo, que é filho do rei de Tebas. Esta obra nos conta como Édipo acaba matando seu próprio pai com a finalidade de ocupar o posto de rei, e no final se casa com sua mãe, a rainha Yocasta.

O complexo de Édipo segundo Sigmund Freud

A partir deste clássico, Freud desenvolveu este complexo e nos diz que durante a fase do desenvolvimento psicossexual da infância que, como mencionei anteriormente, acontece por volta dos 3 a 4 anos, os meninos começam a se sentir atraídos por sua mãe, e tentam obter toda a sua atenção, falam que possuem a intenção de ficar com ela para sempre, entre outras coisas, como se tratasse de uma paixão.

Por este motivo, é muito comum que os meninos nesta faixa etária comecem a dizer para suas mães coisas como, por exemplo: "quando eu for grande, quero me casar com você", "ninguém te ama mais do que eu", "você é minha", também podem dar presentes, desenhos, etc. e fazer comentários desafiadores ao pai, como por exemplo, falando para o pai que ele, o menino, é o namorado da sua mãe e não o pai, que a mãe só pertence a ele, entre outras coisas. Dessa forma desenvolve uma espécie de rivalidade e hostilidade direcionada ao pai, já que o vê como uma ameaça.

Em poucas palavras, o menino pretende ter toda a atenção de sua mãe e deixar seu pai de lado, é por isso que pode começar a ter alguns comportamentos hostis com ele, se irritando, fazendo birra, separando o pai quando está perto da mãe, etc., demonstrando seus ciúmes e sua necessidade de exclusividade.

Complexo de Édipo e Electra: diferenças e sintomas - Complexo de Édipo em adultos

Complexo de Electra em mulheres

O complexo de Electra, é um conceito criado por Carl G. Jung a partir do complexo de Édipo, criado por Sigmund Freud, e o utilizou para explicar o que acontecia com as meninas durante seu desenvolvimento psicomotor, compreendido entre as mesmas idades, entre os 3 e 4 anos.

O complexo de Electra segundo a mitologia

Segundo a mitologia grega, Electra, uma das filhas de Agamenon, que era o rei de Micenas, vinga a morte de seu pai junto com seu irmão, matando a sua mãe, já que ela, junto com o amante, foi cúmplice para matar seu marido Agamenon. Electra, ao testemunhar a cumplicidade de sua mãe com o amante na morte de seu pai, começa a experimentar ódio e rancor por sua mãe, o que a levou a tomar esta atitude drástica.

Sintomas do complexo de Electra não resolvido

Da mesma forma que ocorre com o complexo de Édipo nos meninos, ocorre com as meninas, mas sua rival é sua mãe e o objeto de desejo é seu pai. As meninas nessas idades podem assumir certos tipos de comportamento, como se irritar constantemente com sua mãe, ter acessos de raiva quando seu pai e sua mãe demonstram afeto um pelo outro, ter ciúme do pai, demonstrar uma imensa alegria ao ver seu pai chegar pela porta da casa, querer passar todo o tempo com pai e dizer coisas como: "você é meu namorado", "vou me casar com você", "não tem ninguém que eu ame mais do que você", entre outras coisas.

Complexo de Édipo e Electra: diferenças e sintomas - Complexo de Electra em mulheres

Complexo de Édipo e Electra: diferenças e sintomas

O fato de gerar sentimentos de amor por um, e sentimentos de hostilidade pelo outro, é porque nesta etapa a criança começa a se identificar com o pai do mesmo sexo, e por este mesmo motivo experimenta sentimentos de rivalidade por ele. Agora que você conhece com profundidade o complexo de Édipo e Electra, vamos compartilhar algumas diferenças.

Basicamente, as diferenças que existem entre o complexo de Édipo e o complexo de Electra são as seguintes:

Cada complexo tem um criador diferente

  • O complexo de Édipo foi criado pelo pai da psicanálise, Sigmund Freud.
  • O complexo de Electra foi criado por Carl Gustav Jung.

Mudança no objeto erótico

  • O complexo de Édipo faz referência ao desejo sexual inconsciente que o menino sente por sua mãe na fase do desenvolvimento psicossexual. O menino quer obter toda a atenção de sua mãe, desprezando o pai, por quem sente ciúmes e hostilidade, já que o percebe como um rival, por este também ter o amor de sua mãe.
  • O complexo de Electra faz referência ao desejo sexual inconsciente que a menina sente por seu pai. Isto é, a menina sente uma grande admiração por seu pai, a quem percebe como um super herói, e se sente protegida e amada, e assim deseja permanecer sempre com ele. Da mesma forma que acontece com o menino, a menina também experimenta ciúmes e hostilidade pela mãe, já que ao se identificar com ela, sente que ela é sua rival e tem medo de que ela tire o amor de seu pai.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Complexo de Édipo e Electra: diferenças e sintomas, recomendamos que entre na nossa categoria de Personalidade.

Bibliografia
  • Complejo de Edipo y de Electra. (s.f.). Disponível em: <https://es.scribd.com/document/322664623/Complejo-de-Edipo-y-de-Electra/>. Acesso em 15 de dezembro de 2018.
  • Serna, J. M. S. (2017). Complejo de Edipo. Disponível em: <https://www.webconsultas.com/mente-y-emociones/familia-y-pareja/complejo-de-edipo-12852/>. Acesso em 15 de dezembro de 2018.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Complexo de Édipo e Electra: diferenças e sintomas
1 de 3
Complexo de Édipo e Electra: diferenças e sintomas

Voltar ao topo da página