menu
Partilhar

Consequências de um relacionamento tóxico

Consequências de um relacionamento tóxico

O que é um relacionamento tóxico? Uma relação emocionalmente tóxica acontece quando um membro do casal adota um comportamento dominante e o outro não pode fazer nada para evitar esse domínio, devido ao fato de que se encontra ou acredita se encontrar em uma situação de inferioridade ou subordinação. A parte que exerce o abuso impôs um clima hostil e de medo no relacionamento que dificulta a expressão e convivência de forma saudável com a outra pessoa. Neste artigo de Psicologia-Online, queremos te mostrar as consequências de um relacionamento tóxico.

Também lhe pode interessar: Como sair de um relacionamento tóxico

Características de uma relacionamento tóxico

Que comportamentos podemos observar em um relacionamento tóxico?

  • Falta de comunicação assertiva e empática.
  • Humilhar e ridicularizar a outra pessoa, seja em público ou em particular.
  • Atacá-la psicologicamente: atacar a sua autoestima e a sua forma de ser. Por exemplo: "Você está louca! Você é histérica, ninguém vai te aguentar como eu aguento!".
  • Violência física: golpes, impor-se fisicamente para que pessoa se sinta ameaçada.
  • Violência ambiental: depois de uma discussão, quebrar objetos da casa ou bater na mesa enquanto está discutindo.
  • Violência sexual: obrigar a exercer práticas que o/a parceiro/a não quer.
  • Comportamentos ciumentos e controladores sobre a outra pessoa: perguntar constantemente onde está, com quem vai e até mesmo isolar seu/sua parceiro/a de seu círculo social.

Neste artigo são descritos os tipos de violência.

Tudo isso são ações e comportamentos que podem acontecer em uma relação tóxica e que podem prejudicar muito a pessoa que se encontra nela. Por isso, veremos quais consequências podemos ter depois de ter estado em um relacionamento tóxico.

Consequências de um relacionamento tóxico

Uma vez que a relação tóxica acabe pode surgir:

  1. Sentimento de culpa
  2. Medo
  3. Baixa autoestima
  4. Depressão
  5. Isolamento social
  6. Vergonha
  7. Desamparo
  8. Apatia
  9. Somatizações
  10. Desesperança
  11. Ansiedade
  12. Dificuldade para se concentrar
  13. Ataques de pânico
  14. Distúrbios sexuais
  15. Desordens de tipo obsessivo-compulsiva
  16. Abuso de substâncias (psicotrópicos e OH)
  17. Transtornos alimentares
  18. Transtornos do sono

Todos esses sintomas são fonte de mal-estar para a pessoa que sofre deles e para o entorno que vê um ente querido sofrer.

É possível ter traumas depois de um relacionamento tóxico?

Ter estado em uma relacionamento tóxicp pode causar um trauma para a pessoa. As possíveis violências vividas na relação podem gerar dúvidas sobre a própria capacidade em muitos aspectos de sua vida. Podemos nos encontrar em situações como:

Autoestima prejudicada

A autoestima é uma poderosa necessidade humana. Esta é básica e faz uma contribuição essencial ao processo da vida; é indispensável para o desenvolvimento normal e sadio, além de ter um valor para a sobrevivência. Não ter uma autoestima positiva pode diminuir nossa resistência para enfrentar as adversidades da vida. Em uma relação tóxica, é uma das primeiras coisas que podem ser prejudicadas.

Mesmo assim, cabe destacar que a autoestima não é um traço estático nem estável no tempo, mas um índice dinâmico e sujeito a mudanças. Aqui você pode ver como melhorar a autoestima.

Sequestro emocional

Sensação de que não era você quem controlava suas emoções, já que a outra pessoa as controlava por você. Isto pode derivar em uma falta de confiança consigo mesmo/a, aparição de convicções de não ter valor como pessoa e altos níveis de ansiedade.

Desamparo aprendido

Em certos casos, a relação tóxica também pode ter feito a pessoa adotar uma atitude de resignação e passividade, já que no tempo transcorrido na relação aprendeu que se fizesse o que queria não conseguiria escapar daquela situação difícil. Este fenômeno é chamado: desamparo aprendido.

Tudo isso pode marcar as relações futuras, fazendo com que a pessoa adote uma atitude de temor diante de seu futuro. Para muitas pessoas essa é uma fonte de angústia, já que se tem a sensação de que não se pode sair da lembrança da relação.

Estresse pós-traumático depois de um relacionamento tóxico

Quando as sequelas da relação tóxica vão mais além, perduram no tempo e se convertem em algo cotidiano e paralisante na vida da pessoa, o mais provável é que nos encontramos diante de um transtorno de estresse pós-traumático (TEPT).

O transtorno de estresse pós-traumático é um transtorno ansioso causado por um evento extremamente estressante; como podem ser o maltrato contínuo, uma violação, tortura, etc.

Sintomas do TEPT

  • Reviver o trauma através de lembranças dolorosas "flashbacks".
  • Evitar de forma persistente estímulos associados ao trauma.
  • Diminuição da reatividade geral da pessoa, mais apatia.
  • Falta de interesse em atividades importantes.
  • Sentimento de desapego: como se a própria pessoa fosse um observador do próprio corpo ou processo mental.

Além disso, geralmente pode estar associado com altos níveis de ansiedade e depressão e dificuldades de adaptação. Os sintomas de depressão como apatia, desamparo, desesperança e sensação de culpa contribuem para dificultar mais a decisão de procurar ajuda ou de adotar medidas adequadas.

Síndrome da mulher maltratada

O também chamado TEPT complexo. Neste caso, o impacto do trauma vai mais além de uma lista de sintomas e contempla a totalidade do funcionamento psicológico da pessoa.

A exposição prolongada à violência em todas suas modalidade (física, psicológica, ambiental, sexual, verbal, econômica, etc.) em contextos de maus tratos é capaz de provocar um efeito intenso na personalidade, na identidade, nas relações e em todos os aspectos do funcionamento psicológico da mulher vítima de violência de gênero.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Consequências de um relacionamento tóxico, recomendamos que entre na nossa categoria de Terapia de casal.

Bibliografia
  • American Psychiatric Association. American Psychiatric Association. Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders. 5th ed. Arlington, VA: American Psychiatric Publishing. 2013:451-460.
  • Belloch, A., Sandín, B. y Ramos, F. (2008). Manual de psicopatología. Madrid: McGrawHill
  • Echeburúa, E. y Corral, P. (1995). Trastorno de estrés postraumático, en A. Belloch, B. Sandín y F. Ramos (eds.) Manual de Psicopatología, vol. II.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Edilaine ribeiro
Como sai em um relacionamento tóxico

Consequências de um relacionamento tóxico
Consequências de um relacionamento tóxico

Voltar ao topo da página