Partilhar

Origem da psicologia: resumo e autores

 
Por Claudia Pradas Gallardo. Atualizado: 18 outubro 2019
Origem da psicologia: resumo e autores

Toda ciência tem sua origem e sua história e é importante conhecê-la para compreender melhor seu estudo. No caso do nascimento da psicologia, seus primeiros passos remontam à era clássica, onde algumas correntes filosóficas já diziam que o ser humano tinha uma capacidade de sentir, expressar e comunicar que podia ser diferenciada de nossas funções fisiológicas.

Atualmente, a psicologia sofreu diversas mudanças e tem sido analisada desde diversos prismas. É por isso que em Psicologia-Online decidimos falar sobre a origem da psicologia: resumo e autores. Neste artigo você não encontrará apenas fatos históricos, mas também revelaremos quem foi considerado como o primeiro psicólogo da história.

Também lhe pode interessar: Ramos da psicologia e suas definições

Quando surgiu a psicologia?

Antes de começar a definir a origem da psicologia, sua história e autores, é importante comentar que este artigo se focará na disciplina e história ocidental, posto que outras culturas, como a dos países orientais, possuem correntes de pensamento diferentes. Não devemos esquecer que o ponto de vista definido a seguir coexistiu com outras ideias e outros fatos históricos.

Como qualquer campo do conhecimento, sua origem é muito difusa e não podemos estabelecer uma origem exata da psicologia em todas as partes do mundo. Existem algumas evidências que a palavra "psicologia" aparece pela primeira vez no século XVIII, introduzida pelo filósofo alemão Christian Wolff.

Este pensador definiu a psicologia como "a ciência que estuda a alma". Não é de se estranhar que tenha sido definida assim, pois grande mentes, como Descartes, separaram o corpo da parte pensante do ser humano, delimitando assim dois espaços interdependentes conhecidos como "o corpo" e "a alma".

Origem da psicologia: resumo e autores - Quando surgiu a psicologia?

História da psicologia: breve resumo

O ser humano sempre se perguntou de onde nascem suas ideias e sentimentos. Como comentamos no início do artigo, antes da origem da psicologia já haviam sido realizados diferentes pressupostos filosóficos, médicos e biológicos a respeito das dúvidas que nossa mente suscitava.

Origem da psicologia como ciência

No começo, foi definida como um estudo subjetivo sem bases científicas, caracterizado pela análise a partir da observação e projeção. Contudo, no século XIX, Wilhem Wundt decidiu fundar o primeiro laboratório de psicologia experimental no mundo.

A psicologia experimental colocava sobre a mesa uma afirmação revolucionária: estudar a mente humana requer experimentos e bases científicas. Nesse momento é onde podemos observar dois princípios muito contrários entre si dentro da disciplina da psicologia:

  • A mente humana só pode ser estudada através da análise subjetiva e a projeção dos pensamentos.
  • A psicologia deve ser uma ciência puramente experimental e empírica.

A partir deste momento, os estudos psicológicos foram tomando caminhos muito extremos, mas complementares entre si: desde Freud afirmando que existe uma grande parte submersa de nossa mente onde reprimimos lembranças, pensamentos e sentimentos até a teoria comportamental de Skinner, onde foi postulado que podemos fazer uma análise psicológica completa a partir da observação do comportamento.

Hoje em dia, ambas suposições foram se diversificando e vemos a influência destas teorias em todos os ramos da psicologia. Sabemos que é extremamente importante que a psicologia se estabeleça como uma ciência, contudo, não se trata de uma disciplina exata e perfeitamente previsível.

Alguns dos ramos da psicologia que podemos estudar atualmente são:

  • Psicologia clínica
  • Psicologia do desenvolvimento
  • Neuro-psicologia
  • Psicologia cognitiva
  • Psicanálise ou psicologia dinâmica...
Origem da psicologia: resumo e autores - História da psicologia: breve resumo

Wilhem Wundt e a psicologia atual

Como já fomos adiantando ao longo deste artigo sobre a origem da psicologia, Wilhem Wundt é considerado como o primeiro psicólogo experimental de todos os tempos.

É verdade que, como falamos ao longo deste artigo, outras disciplinas haviam tentando estudar o comportamento humano e suas emoções, no entanto, somente no ano de 1879 que se estabeleceram as primeiras bases reais para poder estudar corretamente a psicologia que podemos observar hoje em dia.

Wilhem Wundt também tentou fazer um estudo do que hoje em dia consideramos "psicologia social", posto que diferenciava as atitudes da sociedade do comportamento experimental individual. É importante comentar que alguns especialistas afirmam que Gustav Fechner abriu o caminho para Wundt, já que buscava uma equação para quantificar a relação entre um estímulo físico e a sensação associada.

A psicologia no século XX: autores mais importantes

Já estabelecidas as bases da psicologia moderna nos séculos XVIII e XIX, no século passado começaram a surgir vários autores que ofereceram pontos de vista muito importantes e interessantes. Alguns dos autores mais importantes do século XX são:

  • Sigmund Freud: pai da psicanálise, lançou as bases da psicoterapia atual postulando a necessidade de estabelecer um diálogo íntimo com o paciente.
  • B.F Skinner: psicólogo comportamental, contribuiu com a teoria do behaviorismo, a ideia do condicionamento operante.
  • Carl Rogers: uma das figuras mais importantes da psicologia humanista.
  • Abraham Maslow: teorizou sobre a motivação e a hierarquia das necessidades (criando a famosa pirâmide de Maslow).
  • Hans Eyesenk: um dos psicólogos mais importantes na segunda metade do século XX, dedicou grande parte da sua vida a estudar as diferentes características da personalidade.

Estes são alguns dos psicólogos que trouxeram as teorias que hoje em dia continuamos utilizando na psicologia. Felizmente, esta disciplina está em contínuo crescimento e atualmente muitas pessoas dedicam seus conhecimentos e estudos a proporcionar teorias e práticas terapêuticas à psicologia.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Origem da psicologia: resumo e autores, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Escrever comentário sobre Origem da psicologia: resumo e autores

O que lhe pareceu o artigo?

Origem da psicologia: resumo e autores
1 de 3
Origem da psicologia: resumo e autores

Voltar ao topo da página