Psicologia clínica

Síndrome das pernas inquietas: como aliviar

 
Alejandro Garcia Mingrone
Por Alejandro Garcia Mingrone. 7 novembro 2022
Síndrome das pernas inquietas: como aliviar

É provável que em alguma situação você tenha visto alguém com dificuldades para manter uma conversa porque tem a necessidade de corroborar alguma parte do corpo. Se você percebeu isso em outras pessoas, pode ser que elas tenham a síndrome da perna inquieta, a qual pode dificultar a interação em diferentes âmbitos da vida cotidiana.

Apesar das dificuldades, existem diferentes formas específicas para tratar essa síndrome de forma natural. Se te interessa saber mais sobre isso, neste artigo de Psicologia-Online, forneceremos informações sobre o que é a síndrome da pernas inquietas e como tratá-la com diferentes remédios naturais e exercícios específicos que podem ser incorporados em sua rotina sem problema algum.

Também lhe pode interessar: Causas da ansiedade noturna
Índice
  1. O que é a síndrome das pernas inquietas
  2. Realizar alongamentos corporais
  3. Ingerir alimentos que sejam fonte de ferro
  4. Tomar banhos mornos
  5. Utilizar hidratantes corporais
  6. Comprima as pernas e os pés
  7. Consumir alimentos com magnésio
  8. Estabelecer uma rotina de sono
  9. Exercícios para tratar a síndrome das pernas inquietas

O que é a síndrome das pernas inquietas

A síndrome das pernas inquietas é considerada como um transtorno do sistema nervoso central que se caracteriza pelo impulso de realizar movimentos incontroláveis com as pernas. Embora a intensidade dessa condição possa variar de acordo com cada pessoa, é possível delimitar algumas razões que a produzem.

Causas da síndrome das pernas inquietas

A seguir, apresentaremos para você as principais causas da síndrome das pernas inquietas:

  • Falta de ferro, magnésio e/ou ácido fólico.
  • Doença de Parkinson.
  • Esclerose múltipla.
  • Desregulação hormonal da dopamina.
  • Consumo excessivo de cafeína.
  • Medicamentos que alterem o funcionamento do sistema nervoso central.
  • Diabetes.
  • Ingestão frequente e excessiva de álcool e/ou drogas.
  • Problemas renais.

Diante da presença de movimentos involuntários e incontroláveis das pernas em algum momento do dia por períodos de tempo prolongados, é importante procurar por um centro de saúde médica para que um profissional da saúde possa tratar a condição.

Realizar alongamentos corporais

Como cessar a sensação de inquietação nas pernas? Essa síndrome possui uma base orgânica, por isso que uma das melhores estratégias para tratá-la consiste em realizar alongamentos e/ou estiramentos das pernas para relaxar os músculos. O objetivo desse exercício é aliviar as contrações musculares que ocasionam a inquietude nas pernas.

Ingerir alimentos que sejam fonte de ferro

Se em seu caso a síndrome das pernas inquietas é devido a uma insuficiência de ferro, uma das formas para suplementá-lo é incorporando alimentos com grandes quantidades desse mineral. Diante disso, é importante que a ingestão alimentícia do ferro seja realizada periodicamente para que o organismo consiga regulá-la. Dessa forma, é importante ingerir alimentos como legumes, carnes, verduras e sementes. Neste artigo você encontrará outros alimentos ricos em ferro.

Síndrome das pernas inquietas: como aliviar - Ingerir alimentos que sejam fonte de ferro

Tomar banhos mornos

A água pode ajudar a descomprimir a tensão nervosa que é gerada na síndrome das pernas inquietas. Para realizar esse procedimento, recomendamos que você siga esses passos:

  1. Encher a banheira com água morna ou quente.
  2. Entrar totalmente nela.
  3. Passados quinze minutos, sair da banheira.

Você pode repetir esse processo todas as vezes que você queira até conseguir diminuir a intensidade dos movimentos.

Utilizar hidratantes corporais

Outro tratamento para a síndrome das pernas inquietas são os hidratantes corporais. É importante usar hidratantes aprovados por instituições reguladoras de produtos de livre venda, já que o usuário irá administrá-lo. A aplicação desses hidratantes com certa frequência pode aliviar os sintomas principais das pernas inquietas.

Comprima as pernas e os pés

Quando os movimentos incontroláveis das pernas afetam gravemente o cotidiano da pessoa, outra alternativa para parar com a síndrome das pernas inquietas é comprimi-las com bandagens que exerçam pressão nas zonas afetadas. Depois de um tempo, é fundamental verificar se esse método produziu o efeito desejado ou se é melhor modificar a pressão.

Consumir alimentos com magnésio

Conforme explicamos anteriormente neste artigo, a alimentação é a base do funcionamento do organismo humano. Por isso, a síndrome das pernas inquietas pode ser tratada mediante a ingestão de alimentos que contenham magnésio, visto que esse mineral regula a tensão corporal e o sistema nervoso central.

Síndrome das pernas inquietas: como aliviar - Consumir alimentos com magnésio

Estabelecer uma rotina de sono

O descanso é outro pilar fundamental para o ser humano. A síndrome das pernas inquietas também está ligada à interferência do sono, visto que o corpo necessita descansar corretamente para relaxar o sistema nervoso. Por isso, outra forma para aliviar os sintomas das pernas inquietas é estabelecer uma rotina de sono na qual se respeitem os horários e o espaço para dormir.

Exercícios para tratar a síndrome das pernas inquietas

Uma forma de dar um fim à sensação das pernas inquietas é realizando os seguintes exercícios:

  • Praticar esportes descontraídos: a atividade física reduz os níveis de estresse e tensão muscular. Apesar de o exercício físico possuir benefícios para o corpo humano, no caso das pessoas que sofrem com a síndrome das pernas inquietas é preferível optar por esportes que afetem no relaxamento corporal tal como o tai chi chuan, pilates ou a yoga, entre outros. Neste artigo falamos sobre os benefícios de praticar yoga diariamente.
  • Movimentos dos pés: realizar movimentos lentos e progressivos do pé para conseguir relaxar os músculos envolvidos. Isso pode ser colocado em prática mediante instruções de algum profissional ou por meio de vídeos com tutoriais de instrutores capacitados.

É válido esclarecer que a prática dessas atividades deve ser adaptada às possibilidades físicas e psíquicas de cada pessoa.

Síndrome das pernas inquietas: como aliviar - Exercícios para tratar a síndrome das pernas inquietas

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Síndrome das pernas inquietas: como aliviar, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • Montes Gaviria, M.I. (2009). Síndrome de piernas inquietas. Enfoque diagnóstico y tratamiento. Revista Acta Neurológica Colombiana, 25 (2), 84-90.
  • Sociedad Española de Neurología. (2013). Síndrome de piernas inquietas o enfermedad de Willis-Ekbom. Madrid: Luján S.A.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 4
Síndrome das pernas inquietas: como aliviar