menu
Partilhar

Tipos de atenção

 
Por Equipe editorial. 10 junho 2022
Tipos de atenção

Você sabia que existem diferentes tipos de atenção na psicologia? Mesmo que seja comum falar da atenção como um processo único, a verdade é que, de acordo com a circunstância, a mente pode ou não ativar um tipo de atenção em particular. Além disso, a atenção é uma das principais funções da mente humana. De fato, sem ela seria quase impossível lembrar, aprender e internalizar a informação relevante e os estímulos que o ambiente que nos rodeia oferece.

Além disso, este processo cognitivo-comportamental é o que permite determinar quais aspectos do entorno são importantes nesse momento. Sem atenção não poderíamos pensar, resolver problemas ou nos comunicar de maneira eficaz com os outros. Para que você conheça mais detalhes sobre como a mente humana pode focar em certos elementos, neste artigo de Psicologia-Online, você descobrirá quais são os tipos de atenção.

Também lhe pode interessar: 15 tipos de inteligência

Características da atenção

Existem vários tipos de atenção na psicologia. Além disso, este não é um processo unitário: compreende um conjunto de fatores cognitivos e comportamentais, no qual se envolvem o lóbulo frontal, o sistema reticular e o lóbulo parietal para processar os estímulos, assim como a informação que ocorre interna e externamente.

De fato, muitos pesquisadores, como o filósofo e escritor William James em 1980, afirmam que a atenção não é apenas notar os estímulos, mas manifestar o foco para filtrar os elementos mais relevantes da situação, segundo a realidade pessoal de cada um. Desta maneira, esses estímulos podem ser associados emocionalmente. Unido a isso, a atenção tem três aspectos fundamentais:

  1. É limitada: tem uma capacidade e uma duração específicas.
  2. É seletiva: por ser limitada, é importante se concentrar no que merece a atenção.
  3. É cognitiva e comportamental: a atenção é parte fundamental do processo cognitivo, ajuda à sobrevivência e pode modificar aspectos do comportamento.

Agora que você já conhece quais são as principais características, vejamos os tipos de atenção na psicologia.

Tipos de atenção - Características da atenção

Segundo a implicação do sujeito

De acordo com a implicação que o sujeito tenha com o objeto ou o estímulo, é possível dizer que existem três tipos de atenção:

  • Atenção passiva: é aquela que é atraída sem esforço. Isto é, é uma resposta perceptiva aos estímulos que são chamativos. Por exemplo, ao escutar um golpe, um ruído ou ver algo que chame a atenção. Além disso, quando se ativa este tipo de atenção, a resposta será imediata.
  • Atenção voluntária e ativa: também é conhecida como atenção deliberada. Tal como seu nome indica, é a que ocorre quando colocamos um foco consciente de algum estímulo em particular, já que nos interessa com um determinado fim ou por simples curiosidade. Geralmente é uma atenção que responde a uma motivação. Por exemplo, quando precisamos aprender algum conteúdo acadêmico ou quando estamos praticando um instrumento musical.
  • Atenção involuntária e ativa: neste tipo de atenção, o estímulo é o que atrai o interesse da pessoa. Por exemplo, quando as crianças assistem um programa de televisão e tentam associá-lo com outra imagem que já conhecem. Além disso, os apps, os jogos e até as redes sociais podem atrair a atenção involuntária e ativa, já que despertam as emoções de maneira imperceptível e estimulam os sentidos.

Segundo o grau de ativação psicológica

Da mesma forma, a atenção pode ocorrer de acordo com o grau de ativação psicológica que causa o estímulo. Neste sentido, são classificados nos seguintes tipos:

  • Atenção sustentada: é o tipo de atenção no qual podemos concentrar em um estímulo durante um período de tempo longo e considerável. Trata-se de uma capacidade de grande importância. Sobretudo, nas atividades acadêmicas e de aprendizagem, visto que permite focar plenamente uma tarefa durante um longo período de tempo.
  • Atenção seletiva: é a capacidade de se concentrar em uma tarefa específica. Isto é, a atenção seletiva é a habilidade para filtrar, entre diferentes estímulos, um em particular, eliminando as outras distrações.
  • Atenção dividida: neste tipo de atenção, a pessoa pode alternar seu interesse entre vários estímulos, dessa forma distribui a atenção de maneira focalizada. Em outras palavras, este tipo de atenção permite reagir ou dar respostas diante de várias demandas. Por isso, também permite as multitarefas. Um exemplo muito comum deste tipo de atenção é dirigir um carro.
  • Atenção alternada: neste caso, é a capacidade de mudar o foco da atenção de maneira alternada entre diferentes estímulos.
  • Atenção focada: é aquele tipo de atenção que se centra em apenas um estímulo. Por exemplo, focar-se em um estímulo visual ou auditivo. Além disso, é um tipo de atenção fundamental para responder diante de situações que demandem uma resposta rápida.

 

Tipos de atenção - Segundo o grau de ativação psicológica

Segundo a modalidade

De acordo com a modalidade sensorial pela qual o sujeito recebe o estímulo, é possível classificar os seguintes tipos de atenção:

  • Atenção visual: refere-se à capacidade de se concentrar em um elemento específico em um determinado campo visual. Também pode ser chamada de percepção visual e apoia a percepção espacial dos objetos.
  • Atenção auditiva: este tipo de atenção é o que se capta através do sentido auditivo. Isto é, as pessoas podem se concentrar em alguns sons particulares.

Outros tipos de atenção na psicologia

Existem outros tipos de atenção que são muito relevantes, como por exemplo:

  • Atenção excitativa: também é conhecida como "arousal" por sua tradução em inglês. Explicitamente, tem a ver com a atenção que está ligada com a excitação ou com a exaltação. Por exemplo, a que ocorre em situações de alerta e que dispara uma grande quantidade de energia.
  • Atenção encoberta: é uma capacidade que permite centrar a atenção sem que, aparentemente, se sinta a ação. Isto é, não os damos conta do enfoque cognitivo nesse momento.
  • Atenção aberta: é um tipo de atenção acompanhada com respostas motoras que aumentam os níveis de concentração. Em outras palavras, na atenção aberta podem se observar movimentos corporais que apoiam o foco da atenção. Por exemplo, mover a cabeça quando alguém está falando conosco.
  • Atenção interna ampla: é a capacidade que permite se centrar em diferentes estímulos internos por vez. Um exemplo simples e claro deste tipo de atenção, é quando refletimos sobre situações que nos geram medo para encontrar a possível causa.
  • Atenção interna reduzida: neste tipo de atenção, o enfoque se centra em poucos estímulos internos. Por exemplo, quando se aprender a fazer uma postura específica de yoga ou de algum exercício.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de atenção, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia cognitiva.

Bibliografia
  • Ballesteros, S. (2014b). La atención selectiva modula el procesamiento de la información y la memoria implícita. Acción Psicológica, 11(1), 7-20.
  • Vivanco, R. (2009). La Atención Involuntaria: Aspectos clínicos y electrofisiológicos. Autor: Psic. Rev. Ecuat. Neurol. VOL 18 N° 1-2, 2009. Disponível em: <http://revecuatneurol.com/magazine_issue_article/la-atencion-involuntaria-aspectos-clinicos-y-electrofisiologicos/> Acesso em: 19 de maio de 2022.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Tipos de atenção
1 de 3
Tipos de atenção

Voltar ao topo da página