Partilhar

Transtorno de personalidade narcisista: sintomas e tratamento

Por Equipe editorial. Atualizado: 12 abril 2019
Transtorno de personalidade narcisista: sintomas e tratamento

Torna-se o tema de conversa sempre? Sente-se com alguns direitos ou privilégios? Despreza os outros? Estes são sinais clássicos de transtorno de personalidade narcisista. Você conhece alguém que sente que tem sempre razão e os outros não? É arrogante, com falta de empatia e pensa que é muito importante? Pode ser que a pessoa tenha este transtorno. Neste artigo de Psicologia-Online, falaremos sobre o transtorno de personalidade narcisista: sintomas e tratamento.

O que é transtorno de personalidade narcisista

O transtorno da personalidade narcisista é um transtorno que afeta aproximadamente um 1% da população, com maior presença em homens que em mulheres. Caracteriza-se por uma prepotência exagerada, falta de empatia e uma grande necessidade de admiração. O principal marcador da personalidade narcisista é a grandiosidade. Preocupam-se com poder, reputação e vaidade, e acreditam que merecem um tratamento especial.

O transtorno de personalidade narcisista não deve ser confundido com uma pessoa com alta autoestima. Uma pessoa com alta autoestima pode ser humilde, enquanto que pessoas narcisistas não. São egoístas, presunçosos e ignoram os sentimentos e necessidades dos outros. Além disso, o transtorno afeta a vida da pessoa de forma negativa. De forma geral, a pessoa pode estar infeliz com a sua vida e decepcionada quando os outros não a admiram ou não lhe dão um tratamento especial ou a atenção que necessita. Todos os aspetos da vida se vêm afetados (laboral, pessoal, social…), mas a pessoa não é capaz de perceber que as suas condutas afetam negativamente as suas relações. As pessoas não estão cômodas com uma pessoa narcisista e o narcisista se sentirá insatisfeito com o seu trabalho, com a sua vida social, etc.

Sintomas de transtorno de personalidade narcisista

Algumas das características e sintomas de transtorno de personalidade narcisista são:

  • Preocupação por fantasias, sucessos…
  • Crença de grande importância, só se sentem compreendidos e se relacionam com pessoas que consideram que têm uma posição social elevada.
  • Necessitam e reclamam contínua admiração.
  • Exagero dos seus feitos e habilidades.
  • Sentem-se com direitos ou privilégios.
  • Têm inveja dos outros e uma crença desmesurada de que os outros têm inveja dele.
  • Pensar e falar a maior parte do tempo sobre si mesmo.
  • Propor-se objetivos não realistas.
  • Expectativa de que os demais façam favores especiais para ele.
  • Crer que ninguém pode questionar os seus motivos e demandas.
  • Aproveitar-se de outros para conseguir o que querem sem remorsos.
  • Arrogância, altivez.
  • Facilmente rejeitados e ofendidos.
  • Ânsia de poder.
  • Resposta às críticas com vergonha, indignação e humilhação.
Transtorno de personalidade narcisista: sintomas e tratamento - Sintomas de transtorno de personalidade narcisista

Transtorno da personalidade narcisista: causas

Não há uma única causa definida do transtorno de personalidade narcisista, mas investigadores concordam que determinados fatores ambientais e genéticos desempenham um papel no desenvolvimento do transtorno.

Entre alguns dos fatores genéticos, revelou-se que pessoas com personalidade narcisista têm menos substância cinza na ínsula esquerda, a parte do cérebro relacionada com a empatia, a regulação emocional, a compaixão e o funcionamento cognitivo.

Muitos dos rasgos de personalidade narcisista conformam-se no desenvolvimento normal da pessoa. Investigadores acreditam que o aparecimento do transtorno pode acontecer quando surge um conflito no desenvolvimento interpessoal. Alguns exemplos de fatores contextuais que podem alterar as fases do desenvolvimento "normal" incluem:

  • Aprender condutas manipulativas dos pais ou amigos.
  • Ser excessivamente elogiado por comportamentos adequados e excessivamente criticado por condutas inadequadas.
  • Sofrer abuso na infância.
  • Cuidado parental inconsistente.
  • Ser muito consentido pelos pais, amigos, família…
  • Ser admirado excessivamente sem um feedback realista.
  • Receber muitos elogios dos pais ou outras pessoas sobre a sua aparência física ou habilidades.

Trastorno de personalidade narcisista: tratamento

Psicoterapia

A psicoterapia é uma das chaves para se aproximar ao tratamento da personalidade narcisista. Normalmente se usa para ajudar a pessoa a relacionar-se com outras de forma mais adequada e a ganhar uma maior compreensão das emoções próprias e alheias.

Se uma pessoa tem personalidade narcisista, é provável que não tenha recebido um diagnóstico. Estudos demonstraram que, na maioria dos casos, pessoas narcisistas não recebem tratamento e, quando recebem, os progressos são lentos, dado que se baseiam nos rasgos de personalidade que se formaram ao longo dos anos. Portanto, são necessários anos de psicoterapia para fazer alterações. As mudanças se focalizam na aceitação da responsabilidade das próprias ações e na aprendizagem de modos de se relacionar mais adequados. Isto inclui:

  • Aceitar e manter relações com companheiros e família.
  • Tolerar críticas e falhas.
  • Compreender e regular os sentimentos.
  • Minimizar o desejo de alcançar objetivos irreais.

Inicialmente, se pensava que a terapia de grupo não era adequada, uma vez que requer empatia, paciência e a habilidade de se relacionar e “conectar” com os outros, algo que é difícil para uma pessoa com transtorno de personalidade narcisista. No entanto, estudos mostram que a terapia de grupo pode trazer benefícios a longo prazo, proporcionando um contexto seguro onde os pacientes podem falar sobre os seus limites, receber e dar feedback e aumentar a consciência deles próprios e dos seus problemas.

A terapia cognitivo-comportamental, especificamente, a terapia centrada nos esquemas, produziu bons resultados. Centra-se em reparar os esquemas narcisistas e as estratégias de enfrentamento associadas a eles, confrontando os estilos cognitivos narcisistas (perfeccionismo…).

Medicação

Não existe um tratamento específico para este transtorno mas, às vezes, estas pessoas podem apresentar depressão ou ansiedade, e os psicofármacos podem ser úteis. As pessoas com personalidade narcisista podem abusar de drogas o álcool, pelo que tratar problemas aditivos pode ser benéfico neste transtorno.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Transtorno de personalidade narcisista: sintomas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Escrever comentário sobre Transtorno de personalidade narcisista: sintomas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Janice Del Prato
Conheci um jovem bonito que estava em intercâmbio em outro pais Sou 20 anos mais velha que ele. Por meio do Instagram tínhamos contato que se tornou intimo virtual. No início me ligava no horário do pais que estava para ficarmos conversando. Em um.mes o contato Foi diminuindo ainda conversamos até março. Agora tudo que posto no stories ele vê.Mas o contato com ele diminuiu. Vive sempre nas postagens com bebidas alcóolicas na mão. Faco uma pergunta nao responde.Exclui ele do intagram me cobrou.voltei a seguir.Em um relato dele disse que os outros o chamam de narcisista egocêntrico e egoísta.Achei muito forte este relato em seu Instagram.Percebo que tem poucos amigos e que o bebê da na mãe.Vive na internet com site de mentor milionário este tipo de coisa para ficar rico.Acho que ele tem.um.perfil suicida. Faz parte de um grupo que usam.estas armas que não matam simulando atentados. Um dia destes jogaram tinta vermelha em uma sala de aula simulando sangue. Ele é estranho.Quando sente tesao me procura se satisfaz fecha a chamada e Não fala mais nada.Acredito estar lidando com.um.narcisista filho único. Muito.estranho.

Transtorno de personalidade narcisista: sintomas e tratamento
1 de 2
Transtorno de personalidade narcisista: sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página