Partilhar

Valores éticos: o que são, lista e exemplos

Valores éticos: o que são, lista e exemplos

A diferença entre o que é bom e do que é mau foi, por muitos anos, um conceito de características binárias. Os valores éticos nos orientam na reflexão, ou avaliação, do que é bom e do que é ruim (do que é justo e do que é injusto), e é por isso que possuem este caráter de forças opostas, como a noite e o dia, o sonho e a atenção. Os valores éticos estão relacionados com a consciência que temos, que nos leva a nos submeter a conceitos morais, e assim, nos sentimos obrigados a fazer certas coisas e a evitar outras. Esta consciência de dever, denominada por Immanuel Kant como a existência do dever, é a determinação da vontade com caráter universal. Neste artigo de Psicologia-Online, te explicamos tudo sobre os valores éticos: o que são, lista e exemplos.

O que são os valores éticos com exemplos

Os valores éticos são considerações ideais que funcionam como guias do comportamento, para assim regular a conduta do ser humano. Porém, é essencial entender claramente que a ética estuda o que é a moral e também realiza análises de sistemas morais, para que sejam aplicados em níveis individual e social. Os valores éticos são direcionados ao "dever ser", ou seja, o normalmente aceito ou o socialmente correto.

Os valores éticos são princípios que ajudam o ser humano a discernir o que é bom do que é mau, mesmo que o conceito associado a estas palavras mude muito com o tempo; Kant (1785) afirma que não importa com quanta inteligência um indivíduo age, os resultados das ações humanas estão sujeitos a acidentes e circunstâncias; portanto, a moralidade de um ato não deve ser julgada por suas consequências, mas somente por sua motivação ética, e insiste que o indivíduo deve tratar os outros como se fossem um fim em cada caso, e nunca somente um meio.

Immanuel Kant dizia que a boa vontade é boa em si mesma, e não porque um indivíduo possa alcançar um objetivo com ela, mas porque age exclusivamente pelo dever.

A seguir alguns exemplos dos valores éticos:

  • A liberdade de crença ou liberdade de pensamento determina o compromisso com a autodeterminação de cada um, e a própria capacidade de pensar e agir por si mesmo. Um exemplo de liberdade de pensamento é a determinação de dar clareza e orientação a nossos ideais, mas sem que isso implique em apagar ou privar a liberdade de outra pessoa.
  • A justiça, segundo Simonides, implica em dar a cada um o que ele merece. Um exemplo desta linha de pensamento seria dar a cada pessoa o que a ela pertence ou a que a ela é devido (por exemplo, dar a liberdade e os bens a quem trabalhou por eles), mas levando em consideração a análise que Platão faz: não é possível dar a cada um o que lhe pertence mas sim que cada um possua e faça o que é próprio de cada um, ou seja, cada um receberá o equivalente do que produzir e exercerá a função para a qual está mais capacitado.

Então, um homem justo será aquele que se coloca justamente no lugar que lhe corresponde, agindo da melhor forma possível e retribuindo a comunidade com o equivalente do que recebe.

Um exemplo que Platão usa para exemplificar isto é o seguinte:

  • Devolver a arma para aquele amigo que a confiou a nós em seu juízo e que, agora em estado de alienação (loucura), a exige de volta. Sendo a arma dele, seria justo devolver a ele o que a ele corresponde (é dele), mesmo que este amigo não se encontre no seu perfeito juízo? É uma pessoa que não está capacitada para ter a arma.

Diferença entre valores éticos e morais

A diferença entre valores éticos e valores morais é que os segundos se referem ao grupo de preceitos, princípios e normas em que se baseiam os costumes e a cultura de determinados grupos. Por outro lado, os primeiros se dirigem à reflexão e análise dos segundos (da moral), o que permite ao sujeito conseguir discernir entre o que está certo e o que está errado, e entre o que é justo e o que não é.

Assim compreendemos que a diferença entre eles é que os morais se aplicam a um grupo, enquanto que os éticos surgem da reflexão sobre quais atos são morais e quais não são.

Os valores éticos geralmente são consistentes, entretanto podem mudar se os ideais e crenças do sujeito mudarem, ou em função de alguma determinada situação.

Aqui você pode ver também a diferença entre princípios e valores humanos.

Origem dos valores éticos

Os valores éticos atravessaram grandes fases. Antigamente, as pessoas baseavam sua preocupação em determinar o que era bom e o que era mau, e assim, quando sistemas morais estabeleciam pautas arbitrárias de comportamento, começavam a evoluir de forma irracional a partir do que eludiam os tabus religiosos ou de conduta, como também a partir das leis impostas por líderes para evitar desequilíbrios em sua tribo.

Na era medieval a influência do Cristianismo tornou-se forte, onde se considerava que o homem é feito a partir da imagem e semelhança de Deus. Assim, a felicidade e plenitude era conquistada pela comunhão ou união do homem com Deus. Atualmente, os valores éticos deixaram de ser influenciados pela religião e assim a razão se tornou a fonte primordial do conhecimento.

Lista de valores éticos

Lista dos 40 valores éticos mais importantes:

  1. Justiça.
  2. Liberdade de crença.
  3. Responsabilidade.
  4. Honestidade.
  5. Veracidade.
  6. Lealdade.
  7. Individualidade.
  8. Heroísmo.
  9. Independência.
  10. Perseverança.
  11. Valentia.
  12. Habilidade.
  13. Amor.
  14. Altruísmo.
  15. Aprender.
  16. Autocontrole.
  17. Tolerância.
  18. Compromisso.
  19. Convicção.
  20. Curiosidade.
  21. Disciplina.
  22. Empatia.
  23. Equilíbrio.
  24. Respeito.
  25. Gratidão.
  26. Introversão.
  27. Modéstia.
  28. Humildade.
  29. Superação.
  30. Vitalidade.
  31. Paciência.
  32. Integridade.
  33. Vontade.
  34. Sacrifício.
  35. Convivência.
  36. Coragem.
  37. Sacrifício.
  38. Solidariedade.
  39. Compaixão.
  40. Cautela.

Neste artigo você pode ver a lista dos 40 valores morais mais importantes.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Valores éticos: o que são, lista e exemplos, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia social.

Bibliografia
  • Immanuel Kant. (1785). Fundamentación de la metafísica de las costumbres. Alemania.

Escrever comentário sobre Valores éticos: o que são, lista e exemplos

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Luis Brizito Cantolo
Divisão e caracterização dos valores éticos

Valores éticos: o que são, lista e exemplos
Valores éticos: o que são, lista e exemplos

Voltar ao topo da página