menu
Partilhar

As 47 áreas de Brodmann: nomes e funções

 
Por Equipe editorial. 19 outubro 2021
As 47 áreas de Brodmann: nomes e funções

Quais são as áreas que constituem o cérebro? Quando falamos em cérebro, é certo que o que vem na sua cabeça é a imagem de uma estrutura cheia de voltas e partes, certo? Essas áreas do cérebro humano têm nome e foram muito bem descritas por Brodmann. Você nos acompanha em descobrir que áreas são essas e quais são suas funções? Neste artigo de Psicologia-Online, vamos aprender tudo sobre nomes e funções das 47 áreas de Brodmann.

O que são as áreas de Brodmann?

Foi Korbinian Brodmann, um neurologista e psiquiatra alemão, que criou um mapa para descrever e delinear detalhadamente a superfície do córtex cerebral.

O cérebro humano é um órgão de anatomia complexa, pois é cheio de partes e cada uma delas tem um nome e uma função.

Com a criação do mapa, Brodmann tornou possível a localização de cada área — inclusive, seu mapa é utilizado para localizar os dados obtidos por técnicas de neuroimagiologia.

Há quantas áreas de Brodmann?

Brodmann descobriu 47 divisões no córtex cerebral baseando-se na anatomia e funcionalidade de cada uma das áreas.

Os estudos de Brodmann foram realizados em humanos e também em macacos. Por meio de suas pesquisas em neuroanatomia, ele foi relacionando as áreas do córtex cerebral com suas respectivas funções.

É importante mencionar que em alguns livros se pode encontrar um total de 52 áreas. Isso ocorre porque alguns autores subdividem algumas áreas em duas partes.

Nomes e funções das 47 áreas de Brodmann

A seguir, veremos cada uma das áreas de Brodmann e suas funções:

  • Área 1, 2 e 3: córtex somatossensorial primário. Recepção e processamento de informações táteis e receptivas de diferentes partes do corpo. Recebe e trabalha com as informações enviadas pelos órgãos encarregados dos estímulos táteis ou o estado interno do corpo.
  • Área 4: córtex motor primário. Responsável pela área motora, tem por função enviar aos músculos ordens de movimento, contração e dilatação.
  • Área 5: córtex de associação somatossensorial. Atua no processamento das informações enviadas pelos órgãos ligados ao tato.
  • Área 6: córtex pré-motor e córtex motor suplementar (córtex motor secundário);. Responsável por planejar os movimentos a serem executados antes de enviar as instruções para a área primária, na qual os padrões de movimento são armazenados. Na área 6 de Brodmann está a área motora suplementar.
  • Área 7: córtex de associação somatossensorial. A função da área 7 de Brodmann é integrar e processar a informação que será enviada para a área primária.
  • Área 8: córtex motor secundário. A área 8 de Brodmann tem por função controlar o movimento dos músculos oculares.
  • Área 9: córtex dorsolateral pré-fronta. A área 9 de Brodmann desenvolve funções mentais superiores, como a autoconsciência, a memória, a empatia, o gerenciamento emocional e o processamento de informações, e até mesmo a boa fluência verbal.
  • Área 10: córtex pré-frontal anterior. A área 10 de Brodmann tem funções relacionadas a aspectos como memória, divisão da atenção, planejamento e introspecção.
  • Área 11 e 12: área orbito-frontal. Relacionam-se com as funções cognitivas superiores, como o gerenciamento das interações sociais e a regulação do comportamento e das emoções. Neste artigo, falamos sobre processos cognitivos básicos e superiores.
  • Área 13 e 14: córtex insular. Tem funções relacionadas à linguagem, como a coordenação dos movimentos do sistema de fala, por exemplo. Esta área também está ligada às funções emocionais e sexuais, bem como ao processamento das informações viscerais e olfativas.
  • Área 15: lobo temporal anterior. A área 15 de Brodmann tem uma função relacionada à regulação da pressão arterial.
  • Área 16: região claustral peripaleocortical. Tem função relacionada à regulação da temperatura corporal, à dor ou à capacidade de engolir.
  • Área 17: córtex visual primário (V1). Por causa da área 17 de Brodmann, o cérebro pode decifrar informações provenientes dos olhos, relacionadas ao movimento, orientação ou cor.
  • Área 18: córtex visual secundário (V2). Responsável por regular a visão tridimensional. Desempenha um papel muito importante na detecção da intensidade da luz.
  • Área 19: córtex visual associativo (V3, V4, V5). A função da área 19 de Brodmann é reconhecer estímulos visuais e relacioná-los às informações armazenadas na memória.
  • Área 20: giro temporal inferior. A área de Brodmann 20 permite reconhecer o que se vê, sobretudo formas e cores.
  • Área 21: giro temporal médio. É uma área de associação auditiva, que faz parte da área de Wernicke. Sua função é a compreensão da linguagem oral.
  • Área 22: giro temporal superior. A maior parte da área de Wernicke aqui. Sua função é compreender a linguagem por meio da interpretação dos estímulos sonoros e relacioná-los com seus significados.
  • Área 23: córtex ventral cingulado posterior. Função relacionada à memória e aos sentimentos.
  • Área 24: córtex ventral cingulado anterior. A função da área 24 de Brodmann está relacionada à percepção e processamento das emoções.
  • Área 25: córtex subgenual. Sua função está relacionada a aspectos do funcionamento do corpo, como o sono, a fome e regulação do humor.
  • Área 26: porção ectosplenial da região retrosplenial do córtex cerebral. A função da área 26 de Brodmann está relacionada à criação e armazenamento de memória autobiográfica.
  • Área 27: córtex piriforme. Desempenha funções relacionadas à memória e reconhecimento de odores.
  • Área 28: córtex entorrinal posterior. Participa de processos relacionados o sentido olfativo, como em outros que formam a memória.
  • Área 29: córtex retrosplenial cingulado. Tem função relacionada à memória, especialmente quanto a recordação de experiências pessoais.
  • Área 30: parte do córtex cingulado. A área 30 de Brodmann tem uma função relacionada à memória, mas voltada para funções como aprendizagem e processos de condicionamento.
  • Área 31: córtex dorsal cingulado posterior. A área 31 de Brodmann cumpre uma função relacionada à memória e aos sentimentos, sendo a principal responsável por produzir a sensação de familiaridade.
  • Área 32: córtex dorsal cingulado anterior. Responsável por processos mentais superiores, como a inibição de respostas automáticas e a capacidade de tomar decisões.
  • Área 33: parte do córtex cingulado anterior. Responsável por funções relacionadas à percepção da dor, planejamento do comportamento físico e capacidade de interpretar nossos próprios sentimentos.
  • Área 34: córtex anterior entorrinal. A área 34 de Brodmann é responsável pela memória relacionada aos cheiros e pela percepção de elementos desagradáveis ​​em nosso ambiente.
  • Área 35: perirrinal córtex. Está relacionado a várias funções, como a recordação de memórias inconscientes, reconhecimento de padrões visuais e certos componentes da memória olfativa.
  • Área 36: córtex hipocampal. Suas funções estão relacionadas à memória autobiográfica. Além disso, tem importância no processamento de dados relacionados à localização do corpo no espaço.
  • Área 37: giro fusiforme. Sua função é ajudar a realizar tarefas complexas, como interpretar a linguagem de sinais, reconhecer rostos e entender metáforas.
  • Área 38: área temporopolar. A função da área 38 de Brodmann é formar uma conexão entre as áreas responsáveis ​​pela memória e as mais relacionadas às emoções.
  • Área 39: giro angular. A sua função está relacionada com a compreensão da linguagem, seja esta recebida por escrito ou oralmente.
  • Área 40: giro supramarginal. A área 40 de Brodmann tem uma função relacionada ao domínio da leitura e da escrita. Também é importante para o reconhecimento motor e tátil.
  • Área 41: córtex primário e de associação auditiva. É a primeira parte do cérebro que recebe informações ouvidas. Sua função é perceber mudanças de frequência, além de permitir localizar a origem dos sons.
  • Área 42: córtex primário e de associação auditiva. É uma área cuja função é processar estímulos dos ouvidos.
  • Área 43: córtex gustativo primário. A função da área de Brodmann 43 é permitir que identifiquemos os diferentes sabores daquilo que comemos.
  • Área 44: pares operculares. Parte da área de Broca, importante na produção de linguagem. Sua função está relacionada à gesticulação, à entonação da linguagem e aos movimentos fonéticos.
  • Área 45: pares triangulares área de Broca. A área 45 de Brodmann também faz parte da área de Broca e está relacionado principalmente ao processamento semântico, além de cumprir papéis auxiliares na entonação, na produção de expressões faciais e na gesticulação.
  • Área 46: córtex pré-frontal dorsolateral. Sua função está relacionada a capacidades como memória de trabalho e a atenção.
  • Área 47: giro pré-fontal inferior. Também fazendo parte da área de Broca, sua função é ajudar a compreender e produzir sintaxe na linguagem e na música.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a As 47 áreas de Brodmann: nomes e funções, recomendamos que entre na nossa categoria de Neuropsicologia.

Bibliografia
  • GAREY, L. J. (2006). Broadmann’s ‘Localisation in the Cerebral Cortex’. Springer.
  • PUERTA, A. (2019). Áreas de Brodmann: historia, características y funciones. Lifeder. Disponível em: <https://www.lifeder.com/areas-de-brodmann/> Acesso em: 06 de outubro de 2021.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

As 47 áreas de Brodmann: nomes e funções
As 47 áreas de Brodmann: nomes e funções

Voltar ao topo da página