Partilhar

Como funciona o cérebro humano

 
Por Sara Sanchis, Psicóloga especializada em Crescimento Pessoal. 28 maio 2020
Como funciona o cérebro humano

O ser humano se assemelha a uma máquina cujo complexo funcionamento é controlado pelo Sistema Nervoso Central (SNC), que seria o equivalente a um processador de computador. Dentro do SNC, o cérebro é uma de suas partes e se encarrega do controle das funções cerebrais mais complexas e da gestão e coordenação com outros sistemas.

Neste artigo de Psicologia-Online veremos como funciona o cérebro humano. Vamos demonstrar com detalhes o que é o cérebro e dentro do que se inclui, descreveremos sua anatomia e detalharemos suas partes com suas respectivas funções. Por último, compartilharemos dez dicas importantes para manter o cérebro saudável e ativo.

Também lhe pode interessar: Partes do cérebro e suas funções

O que é o cérebro e a que sistema pertence

O cérebro é a maior parte do encéfalo e constitui o centro de controle do funcionamento do ser humano, mas em que consiste, exatamente? O cérebro é um órgão composto por mais de um bilhão de neurônios. Através do córtex cerebral controla-se o pensamento, a aprendizagem, a solução de problemas, as emoções, a memória, a fala, a leitura, a escrita e os movimentos voluntários.

O cérebro, o cerebelo e o tronco encefálico formam parte do encéfalo, localizado no crânio que, junto com a medula espinhal, formam o Sistema Nervoso Central. O cérebro pertence ao sistema nervoso.

Anatomia do cérebro humano: áreas

O cérebro humano é constituído de duas partes: córtex cerebral e diencéfalo.

O córtex cerebral

O córtex cerebral é uma área rugosa dividida por ranhuras, e uma delas divide o cérebro em dois hemisférios, o direito e o esquerdo. Nestes hemisférios, existem várias regiões denominadas lóbulos que cumprem funções muito específicas. De fato, existem quatro lóbulos cujos nomes se devem ao osso com o qual têm contato: lóbulo frontal, lóbulo parietal, lóbulo occipital e lóbulo temporal. No seguinte tópico explicaremos com cuidado suas funções.

O diencéfalo

Encontra-se alojado na base do crânio e é composto pelo tálamo, pelo hipotálamo e pela hipófise.

  • Tálamo: centro de processamento da informação sensível e motora, e intervém no nível de atenção e alerta. O tálamo envia as sensações ao córtex cerebral para torná-las conscientes.
  • Hipotálamo e hipófise: fazem parte do sistema endócrino e regulam muitas funções de nosso organismo mediante a produção de hormônios e outros mecanismos relacionados com as emoções (suor, dilatação das pupilas, lacrimação, ritmo cardíaco), a regulagem da temperatura corporal, apetite e saciedade, sono, atenção e libido. Aqui você vai encontrar mais informações sobre a hipófise, também chamada de glândula pituitária.

Partes do cérebro e suas funções

Neste tópico discutiremos as funções que cada um dos quatro lóbulos do córtex cerebral é encarregado:

  • Lóbulo frontal: está situado na parte anterior do córtex cerebral e se encarrega de gerir o comportamento motor voluntário. É uma região muito desenvolvida no ser humano que, simultaneamente, comporta as funções cognitivas mais complexas como o raciocínio, a solução de problemas, a articulação verbal e o controle emocional.
  • Lóbulo parietal: também chamado de córtex somatossensorial, o encontramos na parte posterior central e lateral do cérebro, e é encarregado do processamento das sensações e percepções, o tato, a pressão, a temperatura, a dor. Se encarrega da integração da informação interoceptiva (de dentro do nosso corpo: músculos, articulações e tendões) com a exteroceptiva (informação externa).
  • Lóbulo occipital: é a menor região e está localizado na parte posterior inferior do córtex cerebral, por debaixo do lóbulo parietal. Suas funções mais relevantes são o processamento de imagens, a visão, o reconhecimento espacial e a discriminação do movimento e das cores.
  • Lóbulo temporal: encontra-se em frente ao lóbulo occipital na parte interna, entre as têmporas. Esta área cerebral se encarrega do olfato, da audição, do equilíbrio e da coordenação. Está relacionado com o sistema límbico, no qual desempenha um papel importante na experiência das emoções básicas (alegria, medo, raiva e tristeza).

Saiba mais sobre as partes do cérebro e suas funções nesse outro artigo.

Como funciona o cérebro humano - Partes do cérebro e suas funções

Como funciona o cérebro humano

A unidade funcional do sistema nervoso é o neurônio. Sua função consiste em receber mensagens de outras células, decidir se envia ou não a informação e fazer isso de maneira eficiente. Existem neurônios sensoriais, que recebem informação dos sistemas sensoriais e as levam para o SNC; neurônios motores, que transmitem informação de ativação motora, do cérebro aos músculos e os chamados interneurônios, que transmitem informação a nível local, dentro do SNC. No seguinte artigo você irá encontrar mais informações sobre os tipos de neurônios e suas funções.

São compostos por quatro partes: o corpo, o axônio, os dendritos e as sinapses. Os dendritos do neurônio recebem a substância neurotransmissora de outro neurônio e ativam o neurônio. A informação é processada e a informação final é enviada através do circuito de saída, o axônio. Este será o encarregado de ativar, mediante substâncias neurotransmissoras, os dendritos de outros neurônios. E assim ocorre sucessivamente. A sinapses é o momento de excitação química que une dois neurônios.

As sinapses produzidas entre dois neurônios os deixam sensíveis, durante um período de horas ou dias, tornando mais fácil de serem ativados se estimulados novamente. É necessário ativar repetidamente as diferentes redes entre neurônios para formar padrões neuronais complexos que formam pensamentos, emoções e percepções. É por isso que, mesmo que a arquitetura anatômica do cérebro é comum para toda a espécie, as redes neurais variam de uma pessoa para outra, em função dos estímulos particulares que cada um exerce nas diferentes associações sinápticas. Isto é chamado de plasticidade cerebral, função que caracteriza o cérebro humano.

Dicas para o bom funcionamento do cérebro

Na verdade, para manter um cérebro saudável, somente precisamos manter hábitos saudáveis. Estes hábitos são necessários para manter nossa saúde geral (física, psicológica e emocional). Se levarmos em conta que o cérebro é o centro de onde é controlada grande parte das funções e sistemas humanos, é lógico chegarmos à conclusão de que, para manter um cérebro sadio, devemos incorporar hábitos saudáveis em nossa vida.

Sendo assim, podemos destacar 10 hábitos ou rotinas imprescindíveis para manter nosso cérebro jovem e saudável:

  1. Realizar atividade que nos mantenham mentalmente ativos
  2. Praticar exercícios físicos moderados
  3. Manter relações sociais saudáveis
  4. Seguir uma dieta saudável
  5. Reduzir ou eliminar o consumo de tabaco, álcool ou outras drogas
  6. Dormir entre 6 a 8 horas de sono adequado
  7. Controlar a tensão arterial (a hipertensão é um fator de risco para os problemas cerebrais)
  8. Evitar as situações de risco que podem aumentar a possibilidade de acidentes e golpes na cabeça
  9. Prevenir a diabetes e a hipoglicemia (são fatores de risco para problemas cerebrais)
  10. Manter uma atitude positiva diante da vida e de cuidado pessoal

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como funciona o cérebro humano, recomendamos que entre na nossa categoria de Neuropsicologia.

Bibliografia
  • Dahl, W. J., & Barad, A. (2018). A Dieta e a Saúde do Cérebro. EDIS, 2018(2).
  • Fundación Pasqual Maragall. 8 conselhos para manter um cérebro sadio. Disponível em: https://blog.fpmaragall.org/cerebro-sano
  • Geffner, D. (2014). O cérebro organização e função.

Escrever comentário sobre Como funciona o cérebro humano

O que lhe pareceu o artigo?

Como funciona o cérebro humano
1 de 2
Como funciona o cérebro humano

Voltar ao topo da página