menu
Partilhar

Como desenvolver a intuição

 
Por Sara Sanchis, Psicóloga especializada em Crescimento Pessoal. 20 setembro 2021
Como desenvolver a intuição

Desenvolver a intuição poderia parecer um método que devemos aprender e incorporar como algo novo e alheio a nós mesmos. Entretanto, desenvolver a intuição consiste em um processo de recuperação de um modo de percepção original e inato ao ser humano. O empirismo e o racionalismo dotaram a nossa sociedade de muitos avanços, mas suprimiram a nossa escuta intuitiva. Recuperar este modo de experimentar nosso entorno nos devolverá, pelo menos, parte do equilíbrio perdido.

Em Psicologia-Online queremos nos aprofundar um pouco na importância de recuperá-la e por isso ensinamos como desenvolver a intuição.

Também lhe pode interessar: Como desenvolver o amor próprio

O que é intuição

Definir a intuição não é uma tarefa fácil. Existem milhares de estudos a respeito com teóricos das mais variadas disciplinas que se dedicaram ao estudo e descrição tentando decifrar a complexidade que supõe este processo. Não obstante, podemos começar dizendo que a palavra intuição provém do verbo latino intueor que significa contemplar detalhadamente. Está composto pelo prefixo in, que indica interioridade, e o verbo tueor que significa velar e observar. Poderia definir então a intuição como a ação de contemplar detalhadamente desde e por dentro.

A intuição segundo autores

Este tipo de contemplação da vivência em si mesmo requer uma conexão clara e sem impedimentos com o que nos rodeia. Osho a descreve em seu livro "Intuição" como a percepção clara e direta da realidade sem interferência alguma da mente. Trata-se, em realidade, de um funcionamento humano que atua muito mais além da lógica e do intelecto.

A intuição e a espiritualidade

Em realidade, para muitas correntes espirituais, a intuição é nossa verdadeira voz, que habita em nosso interior e sabe realmente o que nos convém em cada momento. É uma guia que conecta as pessoas entre si e com todo o Universo. Sem embargo, esta voz foi calada com o passar do tempo pela lógica e pelo raciocínio, pelo valor dominante que se outorgou a eles em nossa sociedade.

Como desenvolver a intuição

Albert Einstein dizia: a mente intuitiva é um presente sagrado e a mente racional é um fiel servente. Criamos uma sociedade que honra o servente e se esqueceu do presente".

O predomínio do funcionamento cognitivo no ser humano supõe uma separação e desagregação de todo o conhecimento. O racionalismo é analítico e o separa tudo em partes para, segundo seu planejamento, acessar o conhecimento com maior detalhe.

O conhecimento intuitivo, ao contrário, requer uma percepção global, de conexão de todas as partes, uma percepção do conjunto. A intuição percebe sinais que destacam entre a totalidade do percebido. Para isso, requer um ser integrado como um todo consigo mesmo e com a realidade que habita. Neste estado, os pequenos sinais que se manifestam através da percepção intuitiva são detectadas.

Uma pessoa intuitiva uniu a mente, o corpo e o espírito em um funcionamento único e é através disso e da abertura de seus cinco sentidos que sua intuição, o sexto sentido, percebe a realidade que lhe envolve de um modo nada parecido ao funcionamento racional: o pensamento lógico funciona com associações, deliberações, regras, estruturas, etc: a intuição funciona com sensações, impressões, emoções, sutilezas, etc.

Como desenvolver a intuição de crianças

No caso das crianças não se trata tanto de desenvolver a intuição mas, sim, de não desconectá-la. São precisamente elas que estão mais conectadas com esse conhecimento intuitivo já que os seres humanos nascemos totalmente conectados a este tipo de processamento perceptivo.

Sem embargo, com o passar dos anos, o desenvolvimento do pensamento racional e a sobrevalorização que desde a educação e a sociedade em geral outorgamos ao pensamento lógico provocam que a percepção intuitiva vá perdendo sua força e, com ele, sua presença. Se trataria, portanto, de:

  • Confiar mais na inata capacidade intuitiva das crianças.
  • Deixar de lado nosso raciocínio dogmático.
  • Deixar de lado nossos esquemas mentais.
  • Atender e respeitar as sutis percepções que as crianças são capazes de experimentar ao estar mais conectadas com essa parte universal do ser humano, sua intuição.

Exercício prático para desenvolver a intuição

Desenvolver a intuição seria mais uma tarefa de adultos que, por não a levarmos em conta em favor da razão, nos desconectamos dela. Não obstante, habita em nosso interior e unicamente se trata de voltar a escutá-la para recuperá-la. Os seguintes conselhos nos permitiram reconectar com nossa percepção intuitiva:

  1. Comodidade. Coloque uma roupa confortável e pegue uma esteira ou almofada.
  2. Tranquilidade. Busque um lugar tranquilo onde ninguém possa te incomodar por, no mínimo, meia hora.
  3. Música. Você pode colocar uma música relaxante para acompanhar.
  4. Posição relaxada. Sente-se com as pernas cruzadas e feche os olhos.
  5. Atenção. Observe o que vai acontecer em seu interior.
  6. Percepção. Escute os pensamentos que passam pela sua mente, só escute-os.
  7. Sensação. Sinta que partes do seu corpo estão tensas recorrendo pouco a pouco todo o corpo, desde os pés, até a cabeça. Só observe.
  8. Presente. Escute, sinta, perceba o que ocorre ao seu redor (sons, ruídos, temperatura, etc).
  9. Respiração. Preste atenção na respiração.
  10. Contemplação. Respire profundamente enquanto siga observando o que ocorre em seu interior, com seu corpo, com seus pensamentos (5-10 vezes): inspire enchendo seu peito e pulmão e espire lentamente esvaziando-os.
  11. Visualização. Siga respirando profundamente e peça ao seu corpo que se encha como um balão ao inspirar e que a expiração arraste toda a tensão de seu corpo para fora de você (5-10 vezes)
  12. Interesse. Continue observando tudo o que acontece em seu interior: tensão/distensão corporal, pensamentos positivos ou negativos, sensações...
  13. Liberação. Inspire enchendo seu peito e escolha abri-lo, abrir seu coração espiritual. Aí se encontra a voz da intuição.
  14. Curiosidade. Permaneça neste estado e observe.
  15. Intuição. Preste atenção nas diferenças que se produzem em você (emoções, sensações corporais, pensamentos) quando seu coração está aberto. Essas vozes, sensações, etc, correspondem à intuição. O resto dos pensamentos, sensações, etc., surgem das crenças e esquemas cognitivos que desenvolvemos ao longo de nossa vida e que regem de maneira racional (e em muitas ocasiões absurda) nossa vida.

Para que esta prática tenha efeito, é importante não só praticá-la habitualmente, mas também integrá-la como parte da própria vida. Em realidade trata-se de recuperar nossa própria linguagem original que ficou adormecida ao aceitar muitas das diretrizes racionais deste mundo. Também podem ajudar os seguintes exercícios de mindfulness para iniciantes.

O importante desta prática é aprender a diferenciar quando nos fala a intuição (original e inata a nossa essência humana) e quando nos fala a mente racional (produto criado por assumir crenças resultado de nossa trajetória de vida). O sinal mais importante para diferenciá-las é que a intuição sempre nos fará sentir em paz com nós mesmos.

Ao contrário, a mente em muitas ocasiões nos vai gerar mal estar (emocional, corporal, psicológico, etc). A importância deste discernimento vai muito além de recuperar a intuição. Supõe um processo de liberação pessoal, recuperar nossa verdadeira voz curando, com isso, nossas feridas.

Veja também nosso outro artigo com técnicas de meditação para iniciantes.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como desenvolver a intuição, recomendamos que entre na nossa categoria de Outros vida saudável.

Referências
  1. La Guía Esotérica. "Cómo recuperar la intuición". Recuperado de: https://laguiaesoterica.com/esoterismo/intuicion/
  2. Guía Gaia. "Guía práctica para recuperar la intuición". Recuperado de: https://ecoosfera.com/intuicion-como-usar-definicion-desarrollar-persona-intuitiva
Bibliografia
  • CONTRETAS, Martín, C., Gómez Ochoa L.S. (2012). "La inteligencia intuitiva como camino en el proceso creativo. Maestría en Creatividad e Innovación en las Organizaciones". Facultad de Ciencias Humanas y Empresariales. Universidad Autónoma de Manizales
  • VARGAR PACHECO, C.A. (2020). "La intuición-escucha en el encuentro con el otro". Haser. Revista Internacional de Filosofía Aplicada, nº11, 2020, pp.13-35. Universidad de Sevilla.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como desenvolver a intuição
Como desenvolver a intuição

Voltar ao topo da página