Psicologia clínica

Comportamento compulsivo: o que é, de onde vem e tipos

 
Anna Rafaela Pires
Por Anna Rafaela Pires. 17 outubro 2022
Comportamento compulsivo: o que é, de onde vem e tipos

Você tem algum hábito que faz muitas vezes sem nem perceber? Uma atitude que você realiza para aliviar alguma tensão ou diminuir algum receio? Vou lhe dar um exemplo! Você já trancou, destrancou e trancou de novo a porta por um medo irracional de que talvez não tivesse trancada e alguém pudesse entrar?

Mesmo depois de ter trancado, ainda veio um instinto, uma ansiedade que lhe impulsiva a voltar e conferir mais uma vez se ela está ou não trancada? Além dessa situação, existem outras milhares vinculadas com comportamentos compulsivos.

Mas será mesmo que o comportamento compulsivo é um problema que deve ser tratado? Com certeza! Esses comportamentos são característicos por serem mal adaptativos e com isso podem causar prejuízos aos indivíduos que os possuem.

Agora que você entendeu um pouco melhor a importância de falarmos sobre esse tipo de comportamento, consegue reparar algum deles em você? Neste artigo de Psicologia-Online vamos falar sobre Comportamento compulsivo: o que é, de onde vem e tipos.

Também lhe pode interessar: Tipos de compulsão
Índice
  1. O que é uma pessoa compulsiva
  2. Tipos de compulsão
  3. Comportamento compulsivo tem cura?

O que é uma pessoa compulsiva

Uma pessoa compulsiva seria um indivíduo que possui comportamentos compulsivos. A pessoa compulsiva busca alívio da ansiedade e do sofrimento por meio de hábitos repetidos de maneira descontrolada.

Muitas vezes uma pessoa compulsiva pode se colocar em situações perigosas devido à sua impulsividade. O famoso "agir sem pensar" pode ser perigoso, tanto para a pessoa compulsiva quanto para aqueles que estão ao seu redor.

Como saber se tenho compulsão

Para descobrir se seus comportamentos são compulsivos ou não é necessário perceber a dimensão do seu problema. Por exemplo, vamos dizer que você tenha uma "compulsão por compras", como você pode saber se realmente é uma pessoa compulsiva ou simplesmente uma falta de cuidado/responsabilidade?

Por meio da intensidade da situação, o quanto essa "compulsão" está afetando sua vida? No caso das compras, você tem deixado de pagar suas contas devido ao seu vício? Está endividado(a)? Você consegue se segurar se precisar?

De onde vem o comportamento compulsivo

Para "amparar" a identidade, o sujeito contemporâneo toma emprestado das instituições disponíveis elementos - signos - que são usados como "tijolos" na construção da identidade [1]

Essa frase foi retirada de um estudo com fundamentos psicanalíticos, onde se busca entender mais sobre como as compulsões se formam. Se desejar entender mais e aprender mais sobre Psicanalíse, dê uma olhadinha nesse outro artigo.

Vamos mais a fundo nessa frase, ela é importante para entendermos mais sobre o comportamento compulsivo e de onde ele vem. O processo de formação desses comportamentos e pensamentos em conjunto possuem certo valor significativo na construção da identidade do indivíduo.

Nesse estudo [1] podemos perceber que ao longo do tempo nos formamos nossa estrutura de personalidade e identidade, contudo, há "lacunas não preenchidas" para muitas pessoas e esses "buracos" seriam aberturas para os "tijolos compulsivos".

Esses "tijolos" tem papel essencial na estrutura de identidade do indivíduo fazendo com que, sem eles, a pessoa "não esteja completa". Afinal, se o indivíduo não se sente completo sem seu comportamento compulsivo, por que ele largaria?

Tipos de compulsão

Existem diferentes tipos de compulsão, como:

  • Sexo
  • Bebida
  • Compras
  • Drogas e outras substâncias
  • Comida
  • Jogos
  • Acumulação
  • Exercícios físicos - Vigorexia
  • Por trabalho (workaholic)

Compulsão por sexo

A compulsão por sexo é um dos comportamentos compulsivos mais comuns. Os pensamentos do indivíduo que sofre com esse tipo de compulsão estão muito vinculados aos comportamentos sexuais muitas vezes inapropriados para o local onde ele está, atrapalhando o dia a dia.

Além disso, a compulsão por sexo também é caracterizada por fazer sexo sem proteção de maneira totalmente descontrolada, causando prejuízos ao indivíduo.

Compulsão por alcóol, drogas e outras substâncias

A compulsão por drogas e alcóol também é muito presente em nosso cenário atual. O indivíduo que usa e abusa das substâncias cria resistência a elas, cada vez precisando de doses maiores para suprir seus comportamentos compulsivos. Com isso, o indivíduo tende a usar muitas vezes por semana e por dia.

Os prejuízos causados pelo alcóol, drogas e substâncias em excesso, muitas vezes, são irreversíveis.

Compras e jogos

Compulsão por compras e jogos são caracterizadas pelos atos compulsivos e díficeis de parar perante compras excessivas e jogos. A maioria das vezes são jogos de azar. Eles dois acessam o sistema de recompensa humano, trazendo sensações de prazer, contudo, são momentos curtos com sentimentos que duram pouco.

Vigorexia e compulsão por trabalho

A compulsão por exercícios físicos é chamada de vigorexia, caracterizada pelos comportamentos compulsivos perante a prática de musculação, esportes e outras atividades prejudicando a vida funcional do indivíduo.

Assim como o workaholic está vinculado ao comportamento compulsivo perante o trabalho em excesso, trazendo grandes prejuízos também a pessoa que o possui.

Comportamento compulsivo tem cura?

Você se dentificou com os tipos de compulsão? E agora está se perguntando se precisa ou não de ajuda?

É essencial que possamos reparar que apesar de ser algo impulsivo e "instintivo", tem sim tratamento. O profissional na área de Terapia Cognitivo-Comportamental terá um "arsenal" de soluções grande para lhe ajudar com suas questões.

Se você sente que precisa de ajuda, mas está com vergonha e/ou medo, entenda que não há problema nenhum em buscar solução para o seu problema e, quanto antes, melhor. Esses profissionais de saúde mental estão acostumados com esse tipo de demanda e poderão te ajudar e lhe acolher. Os psicológos(as) da TCC irão usar técnicas de:

  • Exposição gradual
  • Mapeamento cognitivo
  • Treinamento de habilidades para lidar com o estresse
  • Mindfulness

Se você identificou um comportamento compulsivo, não deixe de procurar ajuda.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Comportamento compulsivo: o que é, de onde vem e tipos, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Referências
  1. MINERBO, Marion. Ser e sofrer, hoje. p. 31-42, 8 jan. 2013.

Bibliografia
  • FERRÃO, Ygor Arzeno. Características clínicas do transtorno obsessivo-compulsivo refratário aos tratamentos convencionais. 2004.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Comportamento compulsivo: o que é, de onde vem e tipos