Partilhar

Família tóxica: características e como se afastar

Família tóxica: características e como se afastar

As famílias disfuncionais ou tóxicas são muito diversas, cada família é um mundo. No entanto, podemos encontrar alguns fatores comuns que podem ser observados na maioria das famílias tóxicas.

De modo geral, em uma família tóxica existe um padrão de comportamentos prejudiciais que não respeitam a individualidade de cada membro da família, promovendo um clima desconfortável e instável. No seguinte artigo de Psicologia-Online, falaremos sobre a família tóxica: características e como se afastar.

Também lhe pode interessar: Mães tóxicas: tipos e tratamentos

O que é uma família tóxica

Como advertimos no início deste artigo, cada família é um mundo e, embora seja normal que existam conflitos familiares, é complicado definir um núcleo familiar como tóxico. Portanto, vamos nos basear em uma interessante teoria psicológica para encontrar as características de uma família tóxica.

Tipos de grupo familiar de acordo com Meltzer

Donald Meltzer, psicanalista americano, fala de quatro tipologias de grupo familiar[1]:

Família aglutinada

Tendência exagerada de ir “tudo para um” e falta de identidade própria. O indivíduo tem pouca importância. O efeito claustrofóbico pode aparecer, criando a sensação de que não se pode sair dessa estrutura familiar. Mente fechada e baseada na desconfiança: "Nós somos os bons, os outros são os maus".

Família uniformizada

Tendência à submissão, recusam as diferenças. As interações dentro da família são rígidas. Autoridade e exigência são abundantes. Há muito controle e pouca reflexão.

Família isolada

Na família aglutinada e na uniformizada, o importante era o grupo, nesta a importância recai no indivíduo. Predomina a individualidade, portanto, ocorre uma deterioração da identidade grupal. As interações dentro da família são superficiais.

Família integrada

Existe um equilíbrio entre indivíduo e grupo. Os papéis são flexíveis e a capacidade reflexiva é promovida. Cada um pode pensar de maneira diferente e isso não significa que eles não façam parte da família. As diferenças e a crítica são aceitas.

O primeiro grupo costuma apresentar uma toxicidade abundante, fruto da dificuldade para expressar com liberdade nossos sentimentos e opiniões, conversar ou nos mostrar tal e como somos. A família integrada seria o grupo familiar mais saudável.

Família tóxica: características e como se afastar - O que é uma família tóxica

Características de uma família tóxica

Uma família problemática provoca sentimentos negativos que incidem no desenvolvimento pessoal e no bem-estar psicológico de cada membro da família. Como já comentamos, cada família é um mundo e, portanto, tem suas características únicas. Saiba como identificar uma família tóxica através de alguns comportamentos e atitudes que geram disfunção em uma família:

  • Abuso ou violência familiar. O impacto psicológico em uma pessoa que recebe abusos é muito grave (baixa autoestima, sentimentos de inutilidade, culpa…). A violência doméstica é um problema muito grave que deve ser solucionado imediatamente.
  • Excesso de controle. Um controle excessivo impede que a pessoa controlada se desenvolva de um modo saudável e independente. Isso leva a geração de dependência e comportamentos evasivos e emocionalmente desadaptativas.
  • Conflito constante. Existir conflito é natural e saudável para evoluir. No entanto, quando o conflito é muito frequente e intenso, acaba gerando desgaste entre os membros da família.
  • Dependência de álcool ou outras drogas de uma ou várias pessoas da família. Um vício pode provocar muitas dificuldades econômicas e emocionais em uma família.
  • Falta de comunicação. A falta de comunicação gera sentimentos de incompreensão.
  • Alto nível de exigência e expectativas. Necessidade de os filhos corresponderem as expectativas dos pais.
  • Baixa responsabilidade dos pais. Às vezes, os pais são imaturos e têm pouca responsabilidade e obrigam os filhos a assumir um papel de adulto muito cedo, fato que não é nada saudável.
Família tóxica: características e como se afastar - Características de uma família tóxica

Como lidar com uma família tóxica e egoísta

Sempre que possível, tente fazer sua parte para solucionar o conflito e melhorar o clima familiar. No entanto, se você já tentou de tudo e ainda está sofrendo pelo fato de estar dentro de uma família tóxica, você deve começar a tomar medidas para se cuidar, manter sua saúde mental e equilíbrio emocional:

  • Coloque limites. Não dependa da aprovação da sua família, suas decisões são suas. E você decide se deseja compartilhá-las com sua família ou não.
  • Não tente mudar uma pessoa tóxica. Aceite que seu familiar nunca mudará se ele não quiser. É melhor tomar a decisão de priorizar seu bem-estar, em vez do daqueles ao seu redor.
  • Coloque certa distância. Colocar uma distância física pode ajudar a recuperar o controle da sua vida.
  • Não perca o respeito. Evite os conflitos e não aja impulsivamente. Lide com os conflitos de um modo saudável e calmo, deixando os sentimentos esfriarem para agir sem machucar ninguém.
  • Pare de responder ao conflito. Quando respondemos ao conflito (um abuso, manipulação ou reclamação) nos nutrimos desse conflito.
  • Expresse o que você sente com alguém de confiança. Em vez de reprimir suas emoções, procure uma maneira de expressá-las.
  • Passe um tempo com pessoas que fazem você se sentir bem. Relacione-se com pessoas que lhe dão afeto.

Distanciar-se de familiares tóxicos pode despertar emoções difíceis de gerenciar. Se você acha que não pode fazê-lo sozinho/a, não hesite em pedir ajudar a um profissional.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Família tóxica: características e como se afastar, recomendamos que entre na nossa categoria de Conflitos familiares.

Referências
  1. Meltzer, D. (1986). The analytical world: institutions and limitations. Journal of Analytical Psychology, 31(3), 263-265.

Escrever comentário sobre Família tóxica: características e como se afastar

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
MARINES SAHIDE GUSTAFSON MACHADO
Nasci em uma família tóxica, minha mãe extremamente controladora e manipuladora e o pai autoritário e não respeita os direitos individuais. A mãe nunca escutou, sempre gritou e transferiu muita raiva para mim na infância, de maneira que nunca me senti aceita, isso sem mencionar o fato de não aceitar ser contrariada. O pai sempre dizendo que eu era louca, doente, impondo suas opiniões, gritando e ofendendo toda vez que se sentia contrariado. Sem mencionar o fato de fazerem chacota e não ouvirem uns aos outros, a família aglutinada "Nós somos bons, os outros são ruins".
Mas apesar de serem assim sempre deram muita coisa material para mim e meu irmão, então nunca me senti compreendida por ninguém, pois no geral as pessoas acreditam que ter é mais importante do que ser, ou seja, se me dão coisas, logicamente me dão tudo que necessito. (E com isso não estou sendo ingrata, apenas dizendo que tem outras coisas que importam).Estou grávida e por uma sincronicidade do Universo precisei voltar para casa dos meus pais, mas parece que mudou o meu emocional, sinto muita raiva e entro em conflito constante com eles, parece que entro em um modo bélico e me sinto mal, as vezes tenho até ódio, parece que não posso ser eu mesma é ainda assim tenho a necessidade de aceitação deles. Com tudo isso estou preocupada com a minha saúde mental e com meu bebê. Precisava desabafar, não tenho como pagar um psicólogo nesse momento infelizmente,as estou com medo.

Família tóxica: características e como se afastar
1 de 3
Família tóxica: características e como se afastar

Voltar ao topo da página