menu
Partilhar

Personalidade anancástica: aspectos, características e tratamento

 
Por Zoraida Luque, Psicóloga. 26 agosto 2021
Personalidade anancástica: aspectos, características e tratamento

O transtorno de personalidade anancástica (também conhecido como transtorno de personalidade obsessivo-compulsivo) pode afetar a vida social e profissional de quem o possui. Por isso, em Psicologia-Online queremos explicar o que é este transtorno.

Aqui você conhecerá os aspectos e características da pessoa que possui o transtorno, como ele afeta sua vida, o tratamento adequado e qual a relação da personalidade anancástica com a depressão maior.

Também lhe pode interessar: Conceito de personalidade

Personalidade anancástica segundo o DSM e o CID

Os critérios de diagnóstico para o transtorno de personalidade anancástica (CID) ou transtorno obsessivo-compulsivo (DSM) são diferentes, mas geralmente definem o mesmo transtorno. A seguir veremos os critérios tais como aparecem no DSM:

  1. Preocupação com detalhes, padrões, listas, ordem, organização ou horários, até o ponto de perder de vista o objetivo principal da atividade.
  2. Perfeccionismo que interfere na finalização das tarefas (por exemplo, o indivíduo é incapaz de terminar um projeto porque não está de acordo com suas próprias exigências, que são muito rígidas). Leia mais sobre o perfeccionismo na psicologia: causas e como superá-lo.
  3. Dedicação excessiva ao trabalho e à produtividade, excluindo atividades de lazer e as amizades por não atribuir finalidade econômica a elas.
  4. Teimosia em excesso, escrupulosidade e inflexibilidade em relação à moral, ética ou valores (não atribuíveis à identificação com a cultura ou a religião).
  5. Incapacidade de jogar fora coisas velhas ou inúteis, mesmo quando não têm valor sentimental.
  6. Relutância em delegar tarefas ou trabalho aos outros, a não ser que eles sigam exatamente a sua maneira de fazer as coisas.
  7. Adota uma postura "mão de vaca" com os gastos para consigo e para com os outros, pois considera o dinheiro como algo que deve ser guardado para ser usado em calamidades futuras.
  8. Demonstra rigidez e obstinação.

Aspectos da personalidade anancástica

A personalidade anancástica caracteriza-se pelos seguintes traços/aspectos:

  • Perfeccionistas
  • Autoexigentes
  • Responsáveis e organizados
  • Controladores
  • Rígidos
  • Justos em relação a valores, ética e regras
  • Inconformistas
  • Negativas
  • Baixa tolerância frente à frustração e ao fracasso
  • Extremistas
  • Têm dificuldade em aproveitar a vida

Quando não há normas e protocolos pré-estabelecidos sobre alguma tarefa, a tomada de decisões torna-se complicada. Até mesmo verificar quais tarefas são mais importantes e qual é a melhor ordem para realizá-las pode implicar em nunca começar a fazê-las.

Pessoas com personalidade anancástica se aborrecem quando não têm o controle da situação, mas não expressam a raiva de maneira aberta, e, sim, com indignação e cisma.

Controlam sua forma de demonstração de afeto e podem se sentir incomodados com pessoas que expressam seus sentimentos intensamente.

Situações que exigem tolerância ou flexibilidade podem ser complicadas para essas pessoas, chegando a afetar a área de trabalho.

Características da personalidade anancástica

As pessoas com personalidade anancástica apresentam as seguintes características de comportamento:

  • As pessoas com transtorno de personalidade anancástica tentam manter o controle das tarefas prestando muita atenção aos detalhes, regras e protocolos, o que acaba influenciando na realização da tarefa em si, aumentando desnecessariamente o tempo de realização da tarefa ou mesmo não a executando. Repetem e verificam diversas vezes os possíveis erros e se distanciam do objetivo real da tarefa.
  • São perfeccionistas e exigentes consigo mesmas, o que torna difícil para elas terminar algo já que entram em conflito com a possibilidade de que não fique perfeito.
  • Dedicam-se excessivamente ao trabalho e à produtividade e deixam de lado as amizades e os momentos de lazer. Podem levar trabalho para um final de semana na praia para se sentirem produtivas, por exemplo. Costumam preferir atividades organizadas e focam-se mais em desempenhá-las corretamente do que em aproveitá-las.
  • São um tanto inflexíveis em relação à moral e aos valores. Também são rígidas com as normas e não as quebram nem em circunstâncias extraordinárias. Além disso, querem que todos ajam como elas.
  • Acumulam objetos antigos e de pouca utilidade com o argumento de que não sabem quando vão precisar deles. Ficam muito incomodadas se alguém tenta se livrar de algum objeto seu, o que causa problemas com as pessoas que moram junto com elas.
  • Delegam tarefas poucas vezes porque pensam que sua forma de fazer as coisas é a correta e, caso permitam que outra pessoa as faça, dão instruções detalhadas sobre a forma de fazer. Irritam-se e se surpreendem se alguém fizer as coisas de uma forma diferente da sua.
  • Também são cuidadosas com as finanças. Planejam muito bem seus gastos, não gastam mais do que o necessário e guardam seu dinheiro para necessidades futuras eventuais. Em geral, vivem abaixo de suas possibilidades.
  • Relutam em considerar outras alternativas e se veem que alguma pode ser vantajosa, permanecem na alternativa inicial "por questão de princípios". Amigos e familiares acabam se sentindo frustrados por causa dessa rigidez característica.

Relação entre personalidade anancástica e depressão maior

O perfeccionismo e a extrema necessidade de controle implicam em um desgaste que pode levar ao desenvolvimento de transtornos de ansiedade e transtornos de humor. É por isso que se costuma relacionar o transtorno de personalidade anancástica com o transtorno depressivo maior.

Tratamento do transtorno de personalidade anancástica

O transtorno de personalidade anancástica costuma atingir seu auge entre os 40 e 50 anos de idade, e ocorre com mais frequência em homens do que em mulheres. Se não altera de forma significativa a vida de quem tem o transtorno, não é necessário fazer tratamento.

No entanto, se algumas áreas da vida estão sendo afetadas, o tratamento que tem se mostrado como mais eficaz é a combinação de remédios psiquiátricos com a terapia cognitivo-comportamental.

O tratamento desse transtorno costuma ser bem longo, tendo em vista que não se trata de um problema pontual, e sim uma maneira de ser ou de se comportar, de forma que mudar e manter-se assim são processos difíceis para o paciente.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Personalidade anancástica: aspectos, características e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Personalidade.

Bibliografia
  • ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE PSIQUIATRIA (1995). Manual Diagnósticco y Estadístico de los Trastornos Mentales DSM-IV. Barcelona: MASSON

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Personalidade anancástica: aspectos, características e tratamento
Personalidade anancástica: aspectos, características e tratamento

Voltar ao topo da página