Partilhar

15 características de personalidade

 
Por Nerea Babarro Rodríguez, Psicóloga. 19 maio 2020
15 características de personalidade

O conceito de personalidade refere-se a um conjunto de traços de personalidade e características de uma pessoa que determinam seu comportamento e maneira de agir diante de diferentes situações e, além disso, permite se diferenciar das outras pessoas. Se você quer se aprofundar mais nesse conceito e conhecer as principais características da personalidade, não hesite em continuar lendo este artigo de Psicologia-Online: 15 características de personalidade.

Também lhe pode interessar: Teorias da personalidade segundo Freud

O que é a personalidade

A personalidade é entendida como a diversidade particular que caracteriza cada pessoa e a diferencia das outras. É uma variável psicológica individual formada por um conjunto de traços e particularidades psicológicas e internas de cada pessoa, e esse fato determina as ações e formas de adaptação das pessoas diante de distintas circunstâncias fundamentais.

Embora cada indivíduo tenha sua própria personalidade e não exista uma personalidade idêntica à outra, devemos destacar que há uma série de características exatas para todas as personalidades. Além disso, esses fatores comuns podem nos ajudar a entender melhor o conceito de personalidade, a seguir, explicamos as 15 características principais da personalidade que você deve conhecer.

1. Personalidade como um conjunto

Essa característica da personalidade refere-se à concepção da personalidade como a construção de um conjunto de traços de personalidade e características de uma pessoa que dão origem a uma organização interna que nos permite determinar a maneira de agir de cada pessoa em função da situação e do contexto em que se origina.

2. Personalidade individualista

Embora a personalidade seja definida à nível global, cabe destacar que sua definição é individualista. A definição geral evidencia que o conjunto de traços e características das pessoas é o que forma a personalidade, mas o individualismo assume o papel principal quando esses traços e características das pessoas são discriminados e adaptados a cada pessoa com base no que demonstra com suas ações e comportamentos em diferentes situações. Ou seja, em cada pessoa alguns traços ou outros predominam e em diferentes graus, dando origem a personalidades únicas.

3. Personalidade consistente

Outra das características comuns da personalidade é sua persistência e constância, ou seja, a personalidade perdura no tempo. A personalidade permanece mais ou menos estável ao longo da vida das pessoas, embora as mudanças sempre possam ocorrer à medida que o tempo avança. Além disso, o fato de permanecer mais ou menos constante implica que, em algumas ocasiões, o modo como cada pessoa irá agir ou se comportará pode ser prevista.

Cabe destacar que alguns traços de personalidade podem predominar e se manifestar eventualmente ou temporária, dependendo das características da situação na qual a pessoa se encontra. Por outro lado, existem outros traços que são permanentes e estáveis que aparecem regularmente. Ou seja, às vezes, as pessoas enfrentam situações inesperadas e espontâneas que as fazem agir de maneira improvisada, dando origem a traços passageiros e pontuais.

4. Personalidade diferenciadora

A personalidade também é caracterizada por ser a marca de identificação de cada indivíduo, originando uma diferenciação entre as pessoas, pois, como dissemos anteriormente, não existem duas personalidades exatas. Portanto, a personalidade é um elemento que nos permite diferenciar as pessoas de outras. Por fim, a personalidade é o que nos permite identificar cada indivíduo como pessoas únicas e exclusivas.

5. Personalidade evolutiva

Também devemos levar em consideração a evolução como característica da personalidade. Assim, embora a personalidade seja um componente estável ao longo do tempo, podem surgir mudanças e variações. Em algumas ocasiões, à medida que o tempo avança, a personalidade também avança e muda, e essas mudanças podem ocorrer devido à maturação do indivíduo, à idade, aos fatores ambientais e à experiência, entre outros.

6. Personalidade não preditiva

Comentamos anteriormente que, em algumas ocasiões, graças à estabilidade da personalidade, podemos prever os comportamentos das pessoas diante de diferentes situações. Por outro lado, a não predição da personalidade também é uma das características de personalidade. Pois, a combinação dos traços, comportamentos e características da pessoa, dificulta a possibilidade de previsão da resposta de cada pessoa à diferentes situações.

7. Personalidade adaptativa

Outra das grandes características de personalidade é sua adaptação ao meio ambiente. Ou seja, a personalidade permite que as pessoas possam se adaptar e se ajustar à diferentes situações e circunstâncias vitais. Assim, a personalidade permite que as pessoas possam resolver seus problemas respondendo a eles de uma maneira adaptada às circunstâncias em que ocorre. Além disso, é importante ressaltar que, se houver alterações ou dificuldades na adaptação das pessoas em relação ao seu ambiente, isso pode ocorrer devido a algum tipo de transtorno da personalidade.

8. Personalidade e pensamentos

Também devemos considerar o papel dos pensamentos quando falamos das características de personalidade, uma vez que a personalidade é influenciada pelas maneiras de pensar dos indivíduos. Os pensamentos relacionados com as próprias capacidades e com a nossa própria ideia como indivíduos em geral, são os pensamentos que podem influenciar a construção e as mudanças que ocorrem nos traços de personalidade. Por exemplo, se uma pessoa pensa que não é suficientemente capaz de fazer as coisas bem e sempre tem em mente pensamentos que a fazem duvidar de suas decisões e suas ações, isso pode afetar a personalidade, que leva a uma pessoa insegura e que, portanto, o traço de personalidade insegurança predomina em grandes níveis.

9. Personalidade e cultura

A cultura é um fator que pode influenciar bastante na personalidade dos indivíduos. É comum que o resultado da educação e dos padrões culturais afete à construção da personalidade nos primeiros anos de vida das pessoas. Além disso, a personalidade determina as ações e comportamentos das pessoas, fato que pode ser interferido pela cultura, sendo este um fator limitante na maneira de agir das pessoas.

10. Personalidade e influências biológicas

Outra das características da personalidade que devemos levar em consideração é o papel da biologia, da herança e da genética, pois esses fatores são determinantes na hora de construir a personalidade. A personalidade não é determinada apenas pela genética, mas é um fator que influencia em grande quantidade. Portanto, devemos conhecer o termo temperamento, que se refere aos estilos de comportamento e às relações emocionais que aparecem desde a infância, uma vez que o temperamento das pessoas se deve às influências biológicas.

11. Personalidade e experiência

A personalidade se desenvolve com o passar do tempo. Por essa razão, as experiências vividas, principalmente na infância, são determinantes na construção da personalidade. Assim, cada pessoa vive experiências diferentes e as enfrenta de maneiras distintas, portanto, as experiências permitem que as pessoas se desenvolvam em direção à sua própria personalidade.

12. Personalidade e construção social

Quando nos propomos a definir uma pessoa em função da sua personalidade, mesmo que seja um conceito interno, decidimos descrevê-la de uma perspectiva exterior, ou seja, pelo que a pessoa nos mostra com suas atitudes e comportamentos. Além disso, a personalidade nos permite entrar em uma dimensão interpessoal e nos relacionar com as outras pessoas, pois, dependendo da sua personalidade, você pode ter mais ou menos afinidade com determinadas personalidade das outras pessoas. Graças a uma afinidade entre personalidades, podemos compartilhar preocupações, realizações, gostos, entre outros, com todas aquelas pessoas de nosso redor com quem essa afinidade é demonstrada.

13. Personalidade abstrata

Outra característica da personalidade é o fato de ser um conceito abstrato. O conceito de personalidade é difícil de definir e de delimitar, pois é algo abstrato, que não podemos ver nem tocar, simplesmente podemos deduzir como é a personalidade de cada indivíduo em função da observação de seus comportamentos e atitudes quando responde à diferentes estímulos e situações.

14. Personalidade mensurável

A personalidade também é caracterizada por ser mensurável, ou seja, existem diferentes instrumentos que podem avaliar a personalidade, os traços de personalidade e as características de uma pessoa. Habitualmente, a personalidade geralmente é avaliada em entrevistas de trabalho para saber se a pessoa candidata é apta ou não para o trabalho (através de perguntas, teste…), também é avaliada para determinar se uma pessoa sofre de algum tipo de transtorno de personalidade, entre outros.

15. Personalidade baseada em cinco dimensões

Um dos instrumentos mais prestigiados e utilizados para avaliar a personalidade é o chamado NEO-PI-R. Esse instrumento de avaliação compreende cinco grandes dimensões que determinam a personalidade dos indivíduos e se tornou uma das avaliações da personalidade mais apoiadas e utilizada pela maioria dos especialistas. Esse teste de personalidade está baseado no modelo de cinco fatores, que são explicados a seguir:

  • Neuroticismo. A primeira dimensão a ser levada em consideração nos permite observar a tendência do indivíduo à experimentar sentimentos e emoções negativas, entre as quais encontramos a melancolia, a vergonha, a raiva, a culpa, a repugnância, entre outros.
  • Extroversão. As pessoas extrovertidas são pessoas sociáveis, que gostam de excitação e estimulação, tendem a ser alegres, espirituosas, enérgicas, otimistas, etc.
  • Abertura. A terceira dimensão refere-se a características das pessoas, como a procura de sensações e procura de novas experiências.
  • Amabilidade. Em quarto lugar, encontramos a dimensão da personalidade que nos permite observar as tendências interpessoais dos indivíduos. Essa dimensão pretende avaliar aspectos como o altruísmo, a simpatia com os outros, a predisposição a ajudar os outros, entre outros.
  • Responsabilidade. Finalmente, encontramos a dimensão da personalidade que avalia se o indivíduo é voluntarioso, decidido, se tem vontade de realizar, entre outros.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a 15 características de personalidade, recomendamos que entre na nossa categoria de Personalidade.

Bibliografia
  • Costa, P. T, y McCrae, R. R. (s.f.). NEO PI-R. Inventario de Personalidad Neo - Revisado.
  • Cloninger, S.C. (2002). Teorías de la personalidad. 3ª Edición. Pearson: Prentice Hall.

Escrever comentário sobre 15 características de personalidade

O que lhe pareceu o artigo?

15 características de personalidade
15 características de personalidade

Voltar ao topo da página